fbpx

United Airlines agora estabelece um valor máximo para incluir bebês de colo nas emissões com milhas

Notícias

Por Dérek Arakaki

A United Airlines realizou uma mudança em sua política de passagens para bebês viajando no colo em bilhetes emitidos por milhas (award). A novidade pode representar uma boa redução de custo, já que estabelece um teto de valor dependendo da rota e cabine voada.


Nova política da United Airlines

O site Live and Let’s Fly foi quem reportou a mudança na política da United:

Para bilhetes award:

“Bebês viajando sem assento entre os EUA e o Canadá ou do México para os EUA ou Canadá pagam apenas os impostos da passagem. Bebês viajando sem assento para outros destinos internacionais, incluindo Guam, devem ter comprado uma passagem infantil e estão sujeitos a tarifas infantis entre US$ 20 e US$ 250 mais impostos, dependendo da área de viagem e da cabine de serviço.”

Lembrando que essa política vale para bebês com idade menor que 2 anos viajando sem um assento. Quando os bebês completam 2 anos, eles devem obrigatoriamente ter uma passagem comprada e ocupar um assento. Bebês que completam 2 anos de idade após o voo de ida, devem ter uma passagem comprada e ocupar um assento no voo de volta.

Os bilhetes reservados antes de 28 de janeiro ou reemitidos após essa data, mas mantendo o mesmo itinerário, não são elegíveis a nova política.


Como era antes?

A maioria das companhias aéreas costuma cobrar um valor de 10% da tarifa pagante para adicionar os bebês viajando sem um assento em passagens internacionais emitidas com milhas.

Isso pode representar um custo elevado, principalmente se considerarmos emissões para voar em Classe Executiva ou Primeira Classe. Além disso, sabemos que passagens pagantes para apenas um trecho (one-way), possuem valores bem mais salgados do que as de ida e volta (round-trip), o que não ocorre na emissão com milhas, tornando mais vantajoso e frequente esse tipo de resgate.

Por exemplo, uma passagem one-way entre São Paulo e o Havaí em Classe Executiva, pode chegar a custar mais de R$20.000. No exemplo abaixo, adicionar um bebê teria uma custo adicional de R$2.340.

United bebês milhas

Com a nova política, esse custo vai variar entre US$ 20 e US$ 250. Se considerarmos o dólar a R$5,50, caso a United cobre o valor máximo possível, ou seja, US$250, esse custo seria reduzido para R$1.375, representando uma economia de quase R$1.000.

Lembrando que esse valor pode ser ainda menor que os US$250, já que os custos variam dependendo da rota e da cabine. Até o momento não foi detalhado pela companhia quais as rotas e os respectivos custos.


Comentário

Mudança interessante na United, que pode representar uma boa economia para quem emite passagens com milhas para voar com a companhia e necessita incluir um bebê de colo na viagem.

Divulgamos sempre aqui no site que uma das melhores emissões do TAP Miles&Go são os voos para a América do Norte, que podem ser emitidos para voar com a United, por exemplo. Quem fizer essa emissão e adicionar um bebê de colo na passagem, pode conseguir um bom desconto em uma próxima viagem.

Aliás, caso alguém faça uma emissão dessa no futuro com a United, compartilhe conosco se a nova política foi adotada e qual foi o valor cobrado!

Para mais informações, acesse o item “Ticketing” nessa página do site da United.

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.