fbpx

United fecha acordo para acelerar produção de aeronaves elétricas de curta distância

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A United fechou um acordo com a Archer Aviation, empresa de mobilidade aérea sustentável, para acelerar a produção de aeronaves elétricas de curta distância. Com o acordo, a United informa que reforça o compromisso de investir em tecnologias emergentes que combatam as mudanças climáticas.


Construindo um futuro sustentável

A United Airlines anunciou um acordo para trabalhar com a Archer, empresa de mobilidade aérea, como parte do amplo compromisso da companhia aérea para investir em tecnologias emergentes para descarbonizar as viagens aéreas. Ao invés de depender de motores de combustão tradicionais, as aeronaves de decolagem e aterrissagem vertical da Archer (eVTOL), são projetadas para usar motores elétricos e têm um futuro potencial de uso como um ‘táxi aéreo’ em mercados urbanos.

De acordo com os termos do acordo, a United contribuirá com a sua experiência em gerenciamento do espaço aéreo para auxiliar a Archer no desenvolvimento de aeronaves de curta distância alimentadas por baterias. Assim que a aeronave estiver em operação e atender aos requisitos operacionais e comerciais da United, a companhia aérea, junto com a Mesa Airlines, adquirirá uma frota de até 200 dessas aeronaves elétricas e espera-se que ofereça aos clientes uma forma rápida, econômica e de baixa emissão de carbono, para chegar aos centros de conexão da United, onde eles possam se locomover mais facilmente nos grandes centros urbanos.

A companhia também informou que trabalhar com a Archer é outro exemplo do compromisso em identificar e investir em tecnologia inovadora que pode reduzir as emissões de carbono e, ao mesmo tempo, melhorar a experiência do cliente, obtendo assim, um forte retorno financeiro. A companhia aérea foi uma investidora em estágio inicial da Fulcrum BioEnergy e recentemente fez parceria com a 1PointFive, uma joint venture entre a Oxy Low Carbon Ventures e a Rusheen Capital, para iniciar o estabelecimento de tecnologia de captura direta e sequestro de ar.


Previsões do projeto

Com a tecnologia atual, as aeronaves da Archer são projetadas para percorrer distâncias de até 97 quilômetros a velocidades de até 240 quilômetros por hora e os próximos modelos serão projetados para viajar mais rápido e mais longe. As aeronaves da Archer não são apenas capazes de economizar o tempo dos indivíduos em seu trajeto, a United estima que usar as aeronaves eVTOL da Archer poderia reduzir as emissões de CO2 em 47% por passageiro em uma viagem entre Hollywood e o Aeroporto Internacional de Los Angeles (LAX), uma das primeiras cidades onde a Archer planeja lançar sua frota.
Liderada pelos co-fundadores e co-CEOs Brett Adcock e Adam Goldstein, a missão da Archer é promover os benefícios da mobilidade aérea sustentável em escala. A Archer planeja revelar sua aeronave eVTOL em escala real em 2021, começar a produção de aeronaves em 2023 e lançar voos com passageiro sem 2024. Para conduzir esta quarta revolução no transporte e transformar a maneira como as pessoas conduzem a vida cotidiana, o trabalho e a diversão, a Archer montou uma equipe altamente talentosa com os melhores profissionais em engenharia e design, que possuem mais de 200 anos de experiência somadas em eVTOL.

Palavras dos executivos das empresas

“Parte de como a United vai combater o aquecimento global é adotando tecnologias emergentes que descarbonizem as viagens aéreas . Ao trabalhar com a Archer, a United está mostrando à indústria da aviação que agora é a hora de adotar meios de transporte mais limpos e eficientes. Com a tecnologia certa, podemos reduzir o impacto que as aeronaves têm no planeta, mas temos que identificar a próxima geração de empresas que farão disso uma realidade cedo e encontrar maneiras de ajudá-las a decolar. O projeto eVTOL de Archer, modelo de manufatura e experiência em engenharia têm o claro potencial de mudar a forma como as pessoas se locomovem nas principais cidades metropolitanas do mundo”, disse o CEO da United, Scott Kirby.

“Não poderíamos estar mais felizes de trabalhar com uma companhia aérea global estabelecida como a United. Este acordo representa muito mais do que apenas um acordo comercial para nossas aeronaves, mas sim o início de um relacionamento que acreditamos que irá acelerar nosso cronograma de lançamento no mercado como resultado da orientação estratégica da United em torno da certificação FAA, de operações e de manutenção”, disse Brett Adcock, co-CEO e co-fundador da Archer.

“A equipe da United compartilha a nossa visão de um futuro mais sustentável. Estamos trabalhando em estreita colaboração com seus pilotos de teste e equipes ambientais para tornar a mobilidade aérea urbana sustentável uma realidade muito mais cedo do que as pessoas jamais poderiam imaginar,” disse Adam Goldstein, co-CEO e cofundador da Archer.


O compromisso da United com o meio ambiente

A United informou que a indústria aérea precisa ser mais ousada na hora de tomar decisões para enfrentar a crise climática. É por isso que a companhia diz assumir compromissos agressivos e tangíveis para ajudar a reduzir a emissão de carbono antes mesmo de os clientes entrarem nas aeronaves.

 Segue abaixo algumas medidas:

  • Em 2020, assumiram o compromisso de se tornar 100% verdes, reduzindo as emissões de gases de efeito estufa em 100% até 2050,sem depender de compensações de carbono tradicionais, e tornaram-se a primeira companhia aérea a anunciar o investimento na tecnologia de Captura Direta de Ar Por meio da parceria com a 1PointFive, uma joint venture entre a Oxy Low Carbon Ventures e a Rusheen Capital.
  • Em 2019, investiram US$ 40 milhões em uma iniciativa focada em acelerar o desenvolvimento de combustível de aviação sustentável (SAF)e outras tecnologias de descarbonização. Nesse mesmo ano, operaram o Flight for the Planet, que se tornou o voo comercial mais ecologicamente correto da história da aviação comercial.
  • Em 2018, tornou-se a primeira companhia aérea dos EUA a estabelecer uma meta climática, de reduzir as emissões em 50% até 2050 em comparação com nosso patamar de 2005.
  • Em 2016, tornou-se a primeira companhia aérea global a usar combustível de aviação sustentável (SAF) em operações regulares de forma contínua. Além disso, compraram e usaram mais SAF do que qualquer outra companhia aérea dos EUA.
  • Em 2015, investiram $ 30 milhões na Fulcrum BioEnergy, uma produtora de SAF que converte lixo em combustível de aviação com baixo teor de carbono.

Programa Eco-Skies

O premiado programa Eco-Skies da United representa o compromisso da empresa com o meio ambiente e as ações tomadas todos os dias para criar um futuro mais sustentável. O Carbon Disclosure Project nomeou a United como a única companhia aérea global em sua ‘Lista A’ de 2020 por suas ações para reduzir as emissões, mitigar os riscos climáticos e desenvolver a economia de baixo carbono, marcando o sétimo ano consecutivo em que a United recebe a maior pontuação CDP entre as companhias aéreas dos EUA.

United aeronaves elétricas

Em 2017, a revista Air Transport World nomeou a United como Eco-Companhia Aérea do Ano pela segunda vez desde que a empresa lançou o programa Eco-Skies. Além disso, a United United irá trabalhar com a Archer Aviation para acelerar a produção de aeronaves elétricas eficientes de curta distância foi classificada como a Nº 1 entre as transportadoras globais no 2017 Global 500 Green Rankings da Newsweek, uma das avaliações de desempenho ambiental mais reconhecidas das maiores empresas de capital aberto do mundo.


Para obter mais informações sobre o compromisso da United com a sustentabilidade ambiental, clique aqui.

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.