fbpx

Vale a pena pagar taxas nos aplicativos de pagamento para atingir as metas do Bateu, Ganhou do Santander?

Notícias

Por Raimundo Junior

Começou mais uma edição da promoção Bateu, Ganhou do Santander! Tal qual liquidações de verão, sempre que inicia um ano novo, os clientes dos Cartões de Crédito Santander já esperam ansiosos pelo lançamento dessa campanha. Para quem está planejando participar, nessa matéria analisamos se vale a pena pagar taxas em aplicativos de pagamento para atingir as metas do Bateu, Ganhou.


O que é o Bateu Ganhou do Santander?

Acaso você seja novo nesse universo de milhas, pontos e cartões de crédito, ou se não é familiarizado com os plásticos do Santander, saiba que essa é a melhor promoção de cartões de crédito que o Santander realiza periodicamente, funcionando, simplificadamente, da seguinte forma:

  • Cada cliente possui 3 metas de gastos mensais, devendo escolher aquela que melhor se adequa aos seus gastos.
  • Ao concentrar os gastos do dia a dia com um cartão de crédito do Santander que seja elegível à oferta, e ao atingir eventualmente a meta escolhida a cada mês, o cliente terá a opção de ganhar pontos/milhas extras ou crédito na fatura.

Para uma visão completa sobre os detalhes e características dessa promoção, sugerimos a leitura da matéria em que anunciamos a campanha e explicamos todos os detalhes: Preparem os cartões Santander! Vem aí mais uma Promoção Bateu Ganhou.


Os Cartões participantes e o bônus do primeiro Bateu, Ganhou de 2022

Desde ontem, divulgamos o início da nova Campanha Bateu, Ganhou, o que, aliás, já se sabia desde meados de janeiro, já que, por um curto momento, foi incluído um banner da promoção no Way.

A boa notícia é que, depois de ter ficado de fora da campanha passada, os cartões Santander AAdvantage, co-branded com a AAdvantage, da American Airlines, voltaram a ser contemplados na promoção.

A notícia negativa é a ausência dos cartões Santander American Express, recém-integrados ao portfólio de cartões e crédito do Santander.

Ao contrário das melhores campanhas do 2021, em que os bônus chegaram a 6 pontos por dólar (Santander AAdvantage Black), nessa a pontuação máxima ficou em 5,5 x 1 (Cartões Santander Unlimited Mastercard Black/Visa Infinite e GOL Smiles Visa Infinite) e em 4 x 1, no AAdvantage Black.

Vale lembrar, além disso, que tem sido comum os leitores reportarem a fixação de metas muito elevadas, para atingirem a pontuação especial do Bateu, Ganhou, não raro, inatingível com os gastos mensais.

Por isso, com as restrições de uso e aumento de taxas para pagamentos e transferências através dos aplicativos e carteiras digitais de pagamento, uma pergunta se impõe: vale a pena pagar as taxas dos aplicativos de pagamento, para bater as metas do Bateu, Ganhou?


Taxas cobradas pelos Aplicativos de Pagamento/Carteiras Digitais

Dentre os fatores preponderantes para a avaliação sobre ser vantajoso, ou não, o uso de Aplicativos de Pagamento/Carteiras Digitais, para atingir as metas do Bateu, Ganhou, e receber os bônus decorrentes, um fundamental é a análise sobre as taxas cobradas por esses aplicativos.

Vamos considerar as taxas regulares de transferência de e/pagamento do Mercado Pago, PicPay, RecargaPay, Ame Digital e 99pay, já que, embora alguns outros ofereçam taxas menores, e até promessas de cashback, espalham-se notícias de atrasos na liquidação de títulos e reclamações em sites de defesa do consumidor, como Reclame Aqui.

Para transferência entre usuários comuns, temos hoje como a melhor taxa regular a do 99Pay, de 2,80% . Para transferências entre contas Mercado Pago, cujo destino seja uma conta cadastrada como negócio – como o pagamento de prestador de serviços, por exemplo – feita na modalidade Pagamento com QR-Code, as taxas regulares são 1,99% (podendo ser até menor, a depender do tempo do efetivo recebimento do pagamento, pelo titular da conta).

Para pagamento de boletos, vamos considerar a taxa de 2,99% do Mercado Pago, já que o pagamento de boletos pelo 99Pay, que cobra 2,80%, tem apresentado instabilidade. O pagamento através do AME Digital, que teria as melhores taxas, tem limitação em relação ao tipo de contas e valor total, com teto de R$ 3.000/mês (embora, não raro, haja notícia de que permita valores maiores).

Assim, vamos tomar como referência a taxa de 2,99% para pagamento de boletos e transferências regulares, e, excepcionalmente, a taxa de 1,99%, para aquelas transferências feitas através de pagamento por QR-Code, para contas cadastradas como negócio, no aplicativo Mercado Pago.


Tabelas de pontuação e custos dos Cartões Santander no Bateu, Ganhou

Fixados os valores das taxas cobradas pelos aplicativos de pagamento que tomaremos como parâmetro, e sabendo-se as taxas de conversão que serão utilizadas neste Bateu, Ganhou da 7ª Edição, vamos avaliar os principais cartões emitidos pelo Banco Santander, participantes da promoção.

Vamos começar pelos cartões que pontuam no Programa Esfera, passando pelos co-branded contemplados na campanha.

  • Cartões Santander vinculados ao Esfera

  • Cartões Santander American Airlines AAdvantage

  • Cartões Santander GOL Smiles

  • Situações excepcionais

Apesar de não ter incluído inicialmente no post, nem feito tabela, porque a ideia era mostrar a situação geral da promoção, sem considerar o empilhamento para quem atenda requisitos específicos, lendo os comentários da matéria, além de conversas particulares com alguns amigos, decidi mostrar que a situação pode ser ainda muito melhor, para alguns cartões.

No caso dos Cartões Santander Visa, por exemplo, quem pediu um novo cartão de crédito da bandeira, no período de 24/05/2021 a 24/06/2021 e cadastrou o mesmo no Vai de Visa até 24/07/2021, continua tirando proveito da promoção de pontos em dobro, como mostramos aqui no PP, válida por um ano a partir da habiltação do cartão na campanha.

Com isso, pode receber até 7,7 pontos por dólar, no caso do Cartão Santander Unlimited Visa Infinite, o que é fantástico.

O mesmo vale para os cartões Santander Unique Visa Infinite e Santander Elite Visa Platinum, com 2 e 1,5 pontos a mais, respectivamente, do que mostrado na tabela acima.

Já os clientes dos Cartões Santander Gol Smiles, que sejam cumulativamente assinantes do Clube Smiles, continuam tirando proveito do bônus especial de pontuação, vinculado ao clube, já que a promoção foi prorrogada, como mostramos aqui no PP no início de janeiro.

Assim, deve-se considerar o acréscimo de 1,8 milhas Smiles para o Cartão GOL Smiles Visa Infinite, ou 1 milhas adicional para os cartões GOL Smiles Visa Platinum e GOL Smiles Visa Gold.


Analisando as tabelas

Apresentadas as tabelas acima, onde foram demonstrados, inclusive, os custos efetivos do CPM de cada cartão Santander, meta por meta, não fica difícil analisar os casos em que vale a pena usar os Aplicativos de Pagamento/Carteiras Digitais, para atingir as metas da campanha.

Vamos fazer essa análise de acordo com as características de cada modalidade de cartão, conforme as tabelas acima anexadas.

  • Cartões Santander Esfera

A primeira coisa que se deve ter em mente, para avaliar a vantajosidade de uso dessas operações nessa campanha, para os cartões que pontuam no Esfera, é que o Santander comercializa, com certa frequência, pontos Esfera com desconto de 40%, CPM de R$ 42,00. Nos últimos anos, aliás, não raramente chegou a comercializar pontos com 50% de desconto, ou seja, CPM de R$ 35,00.

Assim, qualquer custo que supere os valores acima, especialmente os R$ 42,00 do CPM, já deve ser descartado, por ser desvantajoso.

Essa seria uma avaliação estritamente aritmética.

Na prática, levando em conta outros fatores, como o comprometimento do limite dos cartões, eventual movimentação atípica que possa despertar alertas de órgãos de fiscalização e controle, possibilidade de descontrole financeiro pelo uso massivo de cartão de crédito, etc, pessoalmente julgo que não vale a pena usar esses apps, para bater as metas, acaso o custo ultrapasse os R$ 35,00 de CPM.

Temos, com isso, que vale a pena usar os cartões Santander Unlimited, batendo as metas 2 e 3, na campanha. Para o cartão Santander Unique, a campanha mostra-se viável apenas na meta 3, sendo que o cartão Santander Elite, pessoalmente creio que só compense participar da campanha, no caso da meta três, e exclusivamente no caso de operações com taxa de até 1,99%.

A depender dos valores das metas, entretanto, poderia compensar, com ressalva, usar em qualquer dos cartões em todas as metas, pois as metas podem estar próximas dos gastos normais do cartão, precisano de pagamento de taxas apenas para um pequeno complemento.

  • Cartões Santander American Airlines AAdvantage

Os cartões co-branded Santander AAdvantage devem ser avaliados sob a perspectiva de que as milhas AAdvatage são um ativo valioso e esses cartões são uma das poucas maneiras a que temos acesso, no mercado brasileiro, para gerá-las a custos razoáveis.

Apenas como referência, considere que na última promoção que foi feita para o mercado americano, as milhas AAdvantage foram comercializadas com um CPM de R$ 110,00, já considerados os bônus aplicáveis.

Com isso, sob o ponto de vista estritamente aritmético, todos os cartões parecem compensar o pagamento de taxas, ainda que nas metas mais modestas.

Na avaliação mais detalhada, entretanto, concluímos que não é bem assim.

O CPM da meta 1, do Cartão AAdvantage Gold, atinge indigestos R$ 128.

Apesar do custo próximo ao de venda direta de milhas AAdvantage em campanha promocional, esse patamar de custos só compensar para resgates muito específicos, alguns dos quais sequer são viáveis atualmente, com a persistência da crise sanitária.

Apenas para exemplificar, o custo mais baixo, salvo raras exceções, de um bilhete one-way (apenas ida ou volta), entre Brasil e Estados Unidos, na Classe Econômica da American Airlines, é de 25 mil milhas AAdvantage. Com CPM nesse patamar (R$ 128), teríamos um custo de cerca de R$ 3.200,00 (25.000 milhas Aadvantage), ou seja, cerca de 6,4 mil reais para uma viagem de ida e volta, o que seria muito desinteressante.

Portanto, entendemos que só começa a valer a pena o uso de aplicativos, com taxa, nos cartões AAdvantage, a partir da Meta 3, para o Gold. Para os demais, naturalmente entendemos como compensador em todas as metas, em maior ou menor grau, a depender do tipo de resgate a que se destina, com exceção da CPM I da Meta 1, do AAdvantage Platinum, acima de 92 reais, o que entedemos que também não compensa.

Além do acesso às valiosas milhas AAdvantage, essa promoção pode te ajudar a conquistar status no programa American Airlines AAdvantage, com a nova sistemática do Loyalty Point, como mostramos aqui no PP em dezembro passado.

  • Cartões Santander GOL Smiles

Sob o ponto de vista de custos, exclusivamente, não parece recomendável o uso dos cartões de crédito co-branded Santander GOL Smiles, exceto o Visa Infinite, no CPM II, da Meta 3, já que o melhor CPM encontrado para os demais, é superior a 22 reais.

Ora, têm sido frequentes as promoções em que é possível comprar milhas Smiles com 70% de desconto, com CPM a R$ 21,00, ou outras operações com custo ainda menor, como a recente campanha de transferência entre contas com 300% de bônus, com CPM de R$ 20,00.

Aliás, a própria utilização dos cartões Esfera, com metas que importem CPM de até R$ 40,00, podem significar geração de milhas Smiles com CPM de R$ 20,00, ou menos, dadas as promoções de transferência, com bônus de até 100%, como essa que ocorreu recentemente.

Entretanto, o uso desses cartões podem compensar, tendo em vista que os gastos nos cartões GOL Smiles, além de milhas bônus, geram milhas qualificadas, o que pode ser muito útil para alcançar e/ou manter o status no programa.

Assim, os custos devem ser avaliados em cotejo com os benefícios adicionais trazidos pela aquisição/manutenção de status no Smiles, o que só pode ser feito no caso-a-caso.


Fatores a considerar

– Movimentação incompatível com a renda: leve em consideração que o uso contínuo e indiscriminado de cartões de crédito em aplicativos e pagamento, pode, eventualmente, acender um alerta em órgãos de controle e fiscalização, a exemplo do Banco Central e Receita Federal do Brasil, acaso a movimentação esteja muito incompatível com a sua renda. Não estamos afirmando que isso vá acontecer, mas considere essa hipótese como factível;

– Tenha estrito controle dos seus gastos com cartão de crédito: usar o cartão de crédito para alavancar sua posição em milhas e pontos é algo interessante e positivo. Não abra mão, entretanto, de um estrito controle financeiro, quando usar o cartão para pagar todas as suas contas, inclusive boletos de consumo e prestação de serviços. Esteja pronto para pagar integralmente a fatura no vencimento. Perder o controle, nessa fase, pode anular por inteiro seu esforço para tirar vantagem das milhas e pontos gerados pelo cartão, já que as multas e juros são elevados;

– Gastos regulares próximos à meta pedem flexibilidade nos cálculos: todo o esforço que fizemos para demonstrar os custos mais viáveis para a utilização dos aplicativos de pagamento, para garantir os bônus da campanha, visam ajudar nossos leitores a tirar o máximo proveito a promoção. Leve em conta, entretanto, que se você já vai gastar nos seus cartões Santander, valores próximos às suas metas, valerá a pena pagar taxas, ainda que apresente CPM elevado, na operação específica. Considere que, na média, esse custo será diluído na pontuação extra que você receberá sobre a totalidade dos gastos;

– Cartões Santander American Express farão falta na promoção: lamentamos a não inclusão dos cartões Santander American Express na campanha. Os cartões trazem novos parceiros para o mercado nacional e/ou têm taxas melhores de conversão, de modo que seria uma boa oportunidade para que os clientes brasileiros pudessem usufruiu dos benefícios desses parceiros. Particularmente, entendo que incluir essas cartões na campanha, seria o melhor marketing que o banco poderia fazer para promover esses plásticos. O acesso ao MR diferenciado do Esfera, não parece justificativa plausível para não entrarem na promoção, já que, sob o ponto de vista estrito da pontência/valor relativo de milhas e pontos, as milhas AAdvantage são muito mais atraentes, no geral, que as Flying Blue ou SkyMiles. No entanto, os cartões AAdvantage estão participarando campanha Bateu, Ganhou (e não é a primeira vez);

– Custos muito próximos da compra de pontos, em geral, não compensam: reforço o que dissemos antes, de que não nos parece vantajoso o uso do cartão, pagando taxas, quando o CPM encontrado não for muito melhor do que o da compra direta de pontos. Excetuados os casos de possíveis vantagens adicionais, como mostramos no caso dos cartões GOL Smiles, opte pela tranquilidade e controle de comprar as milhas e pontos diretamente, inclusive com a possibilidade de parcelamento, na maioria dos casos.


Comentário

Muito bom ver o Santander, mais uma vez, prestigiando seus clientes com mais uma promoção Bateu, Ganhou, em especial pela volta dos cartões AAdvantage ao rol dos participantes. As observações negativas ficam por conta da ausência dos Cartões Santander Amex e dos bônus tímidos, sobretudo nos cartões AAdvantage, que tiveram uma redução de 50% em relação à ultima campanha que participaram. Esperamos que na próxima, o banco resolva incluir os Amex e melhore os multiplicadores dos bônus.

E você, vai aproveitar esse Bateu, Ganhou? Conte-nos como vieram as suas metas! Para saber mais sobre a campanha Bateu Ganhou do Santander clique aqui ou veja mais detalhes no regulamento.

Seguro Viagem
Seguro Viagem
Ganhe 10% de desconto na contratação do seu seguro!
Hotéis
Hotéis
5% de desconto + selos no Rewards em estadias até 31 de março de 2023!
Cartão BTG Pactual Black
Cartão BTG Pactual Black
Ganhe cashback ou pontos e IOF Especial!
Gerencie suas Milhas
Gerencie suas Milhas
6 meses grátis do AwardWallet Plus para novos usuários!
Clube 1.000
Clube 1.000
Receba 1.000 milhas por mês + 7.000 milhas bônus na hora!
Ver todos os cupons

Baixe o app do Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de programas de fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, voos e salas VIP, hotéis e lazer, cartão de crédito e promoções.