fbpx

Argentina não deve retomar voos em setembro

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

Segundo o jornal Clarín, a Argentina não deve retornar os voos no país em setembro, como era previsto. Por conta da pandemia do novo coronavírus, os voos no país estão suspensos desde o final de março.

Argentina

O jornal cita a fala do ministro de Transportes da Argentina, Mário Meoni, que negou a possibilidade da volta dos voos na data prevista. Ele afirmou que, até que sua equipe tenha orientações do Ministério da Saúde e de cada um dos governadores das províncias da Argentina para recuperar a conectividade, as perspectivas continuarão sendo restritivas.

Mesmo com a continuidade da restrição, o ministro não descartou que a volta das operações pudesse acontecer dentro dos próximos meses. “Esperamos que haja um retorno no transporte nos próximos 60 dias, para o qual a opinião do sistema público de saúde e de cada um dos governadores é fundamental”.

O ministro também espera estabelecer um protocolo em todas as províncias para rastreamento de passageiros, permitindo que, independente da origem dele, o cuidado seja padronizado e o mesmo oferecido a todos. Esse rastreamento será feito a partir de um aplicativo que permite que os turistas e demais passageiros sejam localizados nos lugares em que estão visitando.

“Também é necessário uma conscientização dos futuros usuários quanto à necessidade do rastreamento de cada um dos passageiros”, disse Meoni. “Se não conseguirmos rastrear, durante um determinado período, será muito difícil estabelecer as condições de voo”.

Lembrando que em abril, uma decisão do governo da Argentina e da Administración Nacional de Aviación Civil (ANAC) proibiu o agendamento e venda de passagens até setembro, estabelecendo a suspensão dos voos no país por um período de 4 meses.

Alguém com viagem programada para a Argentina para os próximos meses?

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.