fbpx

Argentina suspende todos os voos até setembro

Notícias

Por Dérek Arakaki

O Governo da Argentina confirmou a suspensão de voos domésticos e internacionais no país até 1º de setembro. A decisão, publicada no Boletín Oficial, foi tomada através da Resolução 143/2020 da Administración Nacional de Aviación Civil (ANAC), informou o La Nación.

Com isso, as companhias aéreas só podem agendar voos e vender passagens a partir de 1º de setembro. Ou seja, não há expectativas de voos no país pelos próximo 4 meses, exceto de repatriação ou carga aérea.

A resolução 144/2020 estabelece “que as companhias aéreas que operam serviços de transporte aéreo de passageiros de, para ou dentro do território nacional podem reagendar suas operações regulares ou solicitar autorizações para operações não regulares a partir de 1º de setembro”. O decreto ainda autoriza as empresas “a comercializar passagens aéreas com data de início das operações a partir de 1º de setembro de 2020”.

Além disso, parte do objetivo do decreto, diz o governo, é de impedir que as companhias aéreas emitam bilhetes que não foram aprovados pelo governo.

“Foi detectado que algumas companhias aéreas estão promovendo ou através de terceiros a venda de passagens para voos regulares, sem ter obtido a respectiva autorização desta Administração Nacional”, afirmou o decreto.

Segundo fontes do setor, as compras futuras de passagens permitem que as companhias aéreas ganhem dinheiro em um momento de atividade praticamente paralisada e também lhes proporcionem uma ferramenta para renegociar passagens não utilizadas, oferecendo a possibilidade de remarcação.

O governo esclarece que a retomada dos voos e respectivas autorizações estão sujeitas ao fim das restrições que tem sido impostas ao transporte nos últimos meses.


Comentário

Pelo menos nesse primeiro momento, nada de voos para a Argentina até setembro, o que deve impactar em especial a temporada de inverno no país. Bariloche, por exemplo, é um dos destinos mais procurados pelos brasileiros, inclusive a LATAM, GOL e Aerolíneas Argentinas estavam vendendo passagens para os voos diretos saindo de São Paulo durante a alta temporada.

Vamos aguardar o andamento da situação envolvendo o coronavírus para ver se as restrições se manterão até a data informada. Alguém com passagens para a Argentina foi impactado?

  • O decreto na íntegra pode ser acessado aqui.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.