fbpx

Boeing 737 MAX volta a apresentar problemas e alguns modelos são retirados das operações

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

O Boeing 737 MAX voltou a dar problemas à Boeing. Alguns dos jatos, que recentemente haviam recebido uma nova autorização para retomar suas atividades, apresentaram problemas técnicos e deverão ser retirados da frota das companhias novamente até que o problema seja solucionado.

Boeing 737 MAX 7

De acordo com o comunicado da Boeing, o problema pode estar em um componente do sistema de energia elétrica do avião. No entanto, não são todos os modelos que apresentaram essa falha.

Conforme dito em nota pela fabricante, foi recomendado às companhias aéreas que operam o modelo que verifiquem se o avião apresenta problemas e repassem o número de série do jato para que a fabricante possa ter um controle maior. Confira abaixo a nota da Boeing.


Comunicado da Boeing

“A Boeing recomendou aos 16 clientes (companhias aéreas que possuem o MAX) que abordassem um possível problema elétrico em um grupo específico de aviões 737 MAX antes de outras operações. A recomendação está sendo feita para permitir a verificação de que existe um caminho de aterramento suficiente para um componente do sistema de energia elétrica. 

Estamos trabalhando em estreita colaboração com a Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA) nessa questão de produção. Também estamos informando nossos clientes sobre números de série específicos afetados e forneceremos orientações sobre as ações corretivas apropriadas”.


Nota da GOL em respeito ao defeito no MAX

Única companhia brasileira que opera com o modelo, a GOL nos informou que o problema elétrico só afetou uma aeronave de sua frota. Também foi dito que o modelo não voltará a operar com a empresa enquanto não for solucionado o problema – que deve ser estudado pela Boeing e avaliado pelas principais autoridades de aviação. Veja a nota da companhia:

“A GOL informa que o potencial problema em algumas aeronaves MAX, reportado pela Boeing na data de hoje (9), está relacionado ao sistema elétrico e afeta apenas uma aeronave da frota.

Seguindo os princípios de Segurança que regem a nossa companhia, decidimos realizar proativamente a suspensão dos voos desta aeronave, conforme recomendado pela fabricante.

A GOL está em contato com a Boeing, aguardando instruções para a resolução do problema, e somente retornará a aeronave afetada para o serviço após a certeza de que todas as ações corretivas tenham sido aplicadas e validadas pela fabricante, sempre em coordenação com as autoridades de aviação (FAA e ANAC)”.


Vamos seguir acompanhando esse caso e atualizando você dos acontecimentos. Alguém já voou no 737 MAX depois do retorno de suas operações?

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.