fbpx

Classe Executiva da Singapore Airlines no A350-900 – Singapura para Kuala Lumpur

Avaliações Cias Aéreas Classe Executiva

Por Fábio Vilela

Passei 2 dias em Singapura antes de seguir viagem – afinal precisava de um descanso nessa maratona doida de voos e fuso-horários. Claro que antes de embora, garanti meus likes nesta foto do Instagram (@fabiovilela). Aliás, pra quem viaja sozinho é sempre uma peleja conseguir bons registros próprios né? Tem que ter muita paciência, saber o ângulo certo, tripé, tirar 500 fotos e aproveitar só 1, rs – canso só de pensar!

No dia de ir embora, cheguei no aeroporto de Singapura relativamente cedo pro meu voo, aliás eu sempre gosto de chegar com 4 horas de antecedência em voos internacionais. E vocês?

A empresa tem uma ala exclusiva para passageiros da executiva/first e com status elite [Incluindo Star Alliance Gold] fazerem check-in. Fui atendido com aquela cordialidade e simpatia do povo asiático e em menos de 5 minutos já estava com a mala despachada e cartão de embarque em mãos.

A Singapore tem um lounge dedicado e exclusivo no T2 para passageiros da Business e como já passei por lá em outras viagens, não vou fazer um novo review. Vocês podem conferir neste post aqui.

Vôo Singapore Airlines SQ118  – 21/11/2018
Singapura (SIN)  Kuala Lumpur (KUL)
Assento: 17K – Classe Executiva
Partida: 18:40 / Chegada: 19:40 / Duração: 1h00
Aeronave: A350-900

A Singapore tem 3 tipos de configuração em seus A350:

  • Um layout com econômica e executiva;
  • Um layout com executiva, premium economy e econômica;
  • Um layout exclusivo para o voo mais longo do mundo (Ultra Long Range) que é o EWR-SIN-EWR com apenas executiva e premium economy.

Para este segmento que eu fiz (por mais que era curto), o avião tinha 3 classes – executiva, premium e econômica, e a disposição de assentos da executiva era a seguinte:

Notem que a business class é dividida em duas seções. Eu originalmente estava na 17K, mas assim que fechou as portas fui pra 22A (cabine menor) pois não tinha quase ninguém lá, então eu ficaria mais tranquilo pra fazer as fotos.

Já notaram o curioso fato da Singapore não começar a numeração das fileiras com o número 1?

O embarque respeitou a ordem de passageiros da executiva/elite seguido dos demais. É impressionante como o pessoal na Ásia é bem mais educado e não se aglomeram no portão né? Todo mundo espera sua vez.

Entrei no avião e logo a comissária me deu boas vindas e indicou aonde era o meu assento. O atendimento da Singapore é sempre muito cordial, concordam?

O voo demorou MUITO a sair por causa de uma tempestade de raios surreal no aeroporto, e eu quase perco minha conexão em Kuala Lumpur – foi por pouco – por esta razão não vou avaliar a pontualidade nesta review.

 

Como eu ainda estava na 17K aproveitei pra fazer umas fotos das poltronas nesta seção maior da executiva que conta com 7 fileiras no meio e 6 nas laterais.

O layout como vocês podem ver é 1-2-1 o que garante acesso ao corredor para todos os passageiros. Como estávamos no final de novembro o avião estava enfeitado com umas mini-guirlandas por causa do Natal – a intenção pode ser boa, mas achei brega, rs.

O avião estava novíssimo e era notório este fato pela qualidade dos assentos e estado de manutenção.

Agora vamos falar do assento – que é bem peculiar e infelizmente me decepcionou em um quesito.

A numeração da poltrona está gravada na lateral do casulo, assim você não precisa ficar procurando em cima do bin – o que facilita na hora de encontrar seu assento.

Na posição sentado – ele é ótimo, largo, confortável. O espaço para o passageiro é bem amplo, tem bastante porta-trecos, compartimento, etc.

Agora vamos falar do grande defeito deste assento – o descanso dos pés! Eu sinceramente não sei quem projetou esta nova poltrona, inclusive achei que ela seria uma versão melhorada da antiga que a empresa ainda opera, mas eles mantiveram o mesmo “problema”.

Para quem não sabe, a poltrona da Singapore não reclina para ficar flatbed, então para virar uma cama o sistema é diferente. Você solta uma trava do encosto das costas, e ele vai pra frente. Ou seja, o fundo do assento se torna a cama, emendando com o footrest. Infelizmente não tirei foto porque o voo durou 45 minutos, mas acredito que vocês entendem o que eu estou falando. Caso fique complicado de imaginar, acesse esse meu relato antigo quando voei no A340 da cia pois o sistema é o mesmo.

Mas o problema não é o fato da poltrona “deitar pra frente” e sim o espaço mínimo de colocar os pés. Sério pessoal, é surreal de pequeno. Ali neste “buraco” não cabe dois pés juntos nem de uma criança. É inacreditável!

Além disto você precisa dormir na diagonal, ou seja, este assento – na minha opinião foi muito mal projetado e não levou em consideração o conforto real do passageiro quando deitado.

Aliás, acho que este assento foi projetado especialmente para o pinguim do Batman, rs.

Brincadeiras à parte, tem uma dica para você tentar “minimizar” este problema da classe executiva da Singapore: tentar pegar os assentos que ficam no bulkhad (primeira fileira na parede). Somente eles tem uma “tábua” de fora a fora, e neste caso a poltrona não afunila, ou seja, é a salvação. Vejam a diferença na foto!

Com a poltrona deitada, aí sim você tem uma cama digna e com um padrão de um corpo de ser humano normal. Geralmente estes assentos ficam bloqueados e são liberados dias antes ou no check-in online.

Enfim, voltando ao assento – o acabamento é impecável. No casulo você tem o controle da iluminação da luz de leitura da poltrona com intensidades diferentes.

Já no console que fica perto da janela tem um porta trechos e também o joystick do entretenimento de bordo.

O joystick é touchscreen e também servia como tela, caso você quisesse acompanhar a programação na palma da sua mão.

O controle de posição da cadeira assim como outros comandos da poltrona ficava na lateral – logo abaixo do descanso do braço.

Ao lado do monitor tinha mais compartimento para pequenos objetos, espelho e um porta copos.

O entretenimento de bordo era bem completo, porém não foi oferecido fones de ouvido – acredito que pela curta duração do voo.

O monitor era amplo, a interface rápida e a qualidade da imagem também.

Havia uma grande variedade de filmes, músicas, jogos, etc.

A cia também oferece wifi a bordo deste avião e passageiros da classe executiva tem 30MB de cortesia – basta colocar seu sobrenome e número da poltrona que o acesso é liberado.

Agora convenhamos, 30MB não dá pra nada né? Você envia um nude e pronto, já acabou! (Brinks!)

A propósito o pouco que usei pude notar que a velocidade era ótima – ponto positivo, mas o preço – muito caro por ser limitação de MB.

Ainda em solo foi oferecido bebidas e mix de nuts. Optei pelo suco de maçã – que estava quente por sinal. Aff!

O mix de nuts veio em um saquinho.

Como o vôo é super curto – no total foram 45 minutos – o serviço foi só um sanduíche com bebida. Mesmo assim as comissárias forraram a mesa e trouxeram talheres – nota 10!

Bom pessoal para um voo de 45 minutos (quase uma ponte aérea) não tenho absolutamente nada pra reclamar. Atendimento cordial, simpático e pró-ativo. A poltrona larga alinhada com entretenimento variado, wifi e serviço de bordo satisfatório fecham o bom conjunto do produto!

Agora, se eu avaliasse esta poltrona no voo mais longo do mundo que a cia opera, que tem quase 19hrs de duração (sem paradas), e tivesse o dissabor de pegar algum assento que afunila no descanso dos pés – realmente não sei como seria meu review. Ainda mais com o acesso wifi cobrado tão caro – com certeza prejudicaria na pontuação. Aliás, esta é uma avaliação de voo que eu já estou pra fazer tem tempo, mas com a situação atual, vou ter que adiar por enquanto.

E aí, alguém já viajou nesta business da Singapore em voos mais longos? Como foi sua experiência em relação ao conforto do assento?

Avaliação

  • Check-in:
  • Embarque:
  • Poltrona:
  • Atendimento:
  • Refeição:
  • Entretenimento de bordo:
  • Amenity Kit:
  • Internet:
  • Pontualidade:
  • Limpeza:
Média
8.9

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.