fbpx

Conheça a SWISS Premium Economy no B777-300ER – rota São Paulo a Buenos Aires

Notícias

Por Priscila Brisighello

A convite da SWISS, eu, Brise, representando o Passageiro de Primeiro, fui verificar de perto a cabine Premium Economy no B777-300ER da companhia. O voo foi de São Paulo para Buenos Aires em 08/06/2022, retornando no mesmo dia. Para quem não sabe, a empresa começou a operar esta rota em dezembro do ano passado, portanto este é um review inédito no site! Aliás, é inédito por duas vezes, já que esta é minha primeira avaliação aqui no PP espero que gostem! 🙂

Voo ida: SWISS LX92 – 08/06/2022
São Paulo (GRU) ✈ Buenos Aires (EZE)
Assento: 22J – Premium Economy
Partida: 07:50 / Chegada: 10:50 / Duração: 3h00
Aeronave: B777-300ER

Voo volta: SWISS LX93 – 08/06/2022
Buenos Aires (EZE) ✈ São Paulo (GRU)
Assento: 22D – Premium Economy
Partida: 13:30 / Chegada: 16:10 / Duração: 2h40
Aeronave: B777-300ER

pular para… 


Introdução

Antes de contar sobre como foi voar na SWISS Premium Economy, eu preciso compartilhar com vocês algumas observações importantes:

  • Como o Passageiro de Primeira foi convidado pela companhia aérea para conhecer esta nova cabine, não serão feitas algumas avaliações das quais estão acostumados, tais como o embarque, já que houve um tratamento diferenciado por sermos imprensa; e
  • Neste voo até Buenos Aires, a experiência que tivemos, na verdade, refere-se ao trecho São Paulo a Zurique e vice-versa. Então, fica o alerta: o amenity kit, assim como as refeições, é exclusivo nesta rota de longa distância.

Sobre a cabine, a SWISS Premium Economy está instalada nas 12 aeronaves do modelo Boeing 777-300ER da companhia aérea e já pode ser reservada em todos os seus canais de vendas. A aeronave conta com 24 assentos na configuração 2-4-2, disponibilizados nas fileiras 20 a 22.

Para quem deseja conhecer este produto da SWISS, a nova classe de viagens está sendo oferecida nas seguintes rotas: San Francisco, Miami, Los Angeles, Tóquio, Hong Kong, Cingapura e Bangkok, além de São Paulo/Buenos Aires, é claro. No caso de disponibilidade, a companhia aérea sempre oferecerá aos passageiros da SWISS Economy a oportunidade de adquirir um upgrade.


A SWISS Premium Economy

A SWISS Premium Economy visa atender às demandas de passageiros que valorizam sua privacidade e desejam chegar descansados em seus destinos. Para isso, a companhia aérea escolheu a fabricante ZIM para produzir seus novos assentos, cujo design conta com uma estrutura rígida que tem uma vantagem significativa: ela permite que você recline ao máximo sem incomodar os passageiros sentados na fileira de trás. Além disso, os assentos são equipados com apoio dobrável para as pernas e com um apoio individual para os braços, o que é ótimo, pois não irá disputar o seu descanso com o passageiro vizinho.

Em comparação com a SWISS Economy, além do assento de estrutura rígida, a nova classe de viagens oferece o dobro de franquia de bagagens e uma série de outros adicionais que proporcionam uma experiência muito mais confortável ao longo de toda a jornada de viagem. Abaixo, você confere um comparativo entre as duas cabines.

Conforme falamos acima, a SWISS Premium Economy está introduzida em toda a frota de Boeings 777-300ER da companhia aérea, sendo que a rota São Paulo-Zurique uma das primeiras do mundo a receber a nova classe. Como os voos da SWISS são estendidos até Buenos Aires duas vezes por semana (aos sábados e quartas-feiras), também é possível conhecer esta nova cabine em sua viagem para a Argentina.


Check-in online e Embarque

Agora vamos ao que interessa: ao review da Premium Economy da SWISS no B777-300ER – rota São Paulo para Buenos Aires e retorno! E a experiência começa, é claro, pelo check-in, que foi realizado através do site da companhia 24 horas antes do voo.

O processo foi bem fácil e intuitivo. Assim que entrei no site da SWISS, eu cliquei em “Reservar e gerir” e, em seguida, “Gerenciar minhas reservas”. Preenchi os campos do Código da Reserva, Nome e Sobrenome e pronto! Uma vez na página, é possível fazer o check-in online caso ele já esteja disponível para você.

Sobre o embarque, não farei nenhuma avaliação a respeito, já que entramos primeiro, antes mesmo que os clientes da Primeira Classe, para fazer os devidos registros, impactando na experiência. Aqui, só uma informação importante: esta cabine não oferece acesso a quaisquer salas VIP, mas, por um preço reduzido, os seus passageiros podem acessar as SWISS Business Lounges nos aeroportos de Zurique e Genebra e também a SWISS Arrival Lounge após chegarem em Zurique .


Assento e Cabine

Conforme falamos na introdução, no 777-300ER, a SWISS Premium Economy possui 24 assentos na configuração 2-4-2, disponibilizados nas fileiras 20 a 22. Para quem deseja escolher o seu assento antes de viajar, é possível reservá-lo até 48h antes de seu embarque mediante pagamento de taxa. Depois disso, a seleção é feita gratuitamente no momento do check-in.

Na ida, o meu assento foi o 22J; na volta, o 22D. Seguem abaixo as minhas dicas:

  • Assentos da janela: 21A, 22A, 21K e 22K. Os assentos 20A e 20K não possuem acesso à janela.
  • Assentos com acesso ao corredor: 20B, 21B, 22B, 20J, 21J e 22J.
  • Assentos com maior espaço para as pernas: todos os assentos da fileira 20.

Para casais ou para quem viaja acompanhado, as melhores opções são as fileiras 20, 21 e 22, assentos A e B ou K e J. Se fosse para escolher, eu optaria pela fileira 20 por ter mais espaço para as pernas, ainda que não tenha acesso à janela.

Quanto aos assentos da SWISS Premium Economy, eles reclinam até 31 graus e oferecem 99 centímetros de profundidade. A estrutura rígida é realmente um diferencial bastante positivo da SWISS, além do apoio individual para os braços, pois reduz consideravelmente os incômodos causados nos passageiros vizinhos. Ainda, há outros detalhes que fazem toda a diferença, tais como:

  • Duas entradas USB-A;
  • Tomada individual;
  • Luz de leitura individual;
  • Suporte para bebidas;
  • Gancho para casacos;
  • Divisória entre um assento e outro, garantindo maior privacidade;
  • Espaço adicional para armazenamento de pertences pessoais;
  • Apoio ajustável para a cabeça;
  • Mesa dobrável;
  • Mesa de coquetel translúcida;
  • Assentos revestidos de tecido suíço; e
  • Apoios para os braços e pernas de couro de alta qualidade.

No entanto, há duas observações a serem feitas. A primeira é que a reclinação é um pouco dificultosa, já que é necessário “escorregar” o corpo para frente, fazendo um pouco de força física. Já a segunda é que, ao utilizar a reclinação mais o apoio dobrável para as pernas, o assento pode ficar apertado, principalmente para as pessoas mais altas. Por isso, a minha observação acima: mesmo sem acesso às janelas, eu optaria pelos assentos localizados na fileira 20, que contam com um espaço bem mais amplo.


Serviço de Bordo

O serviço começou com um “welcome drink” não alcoólico: suco de fruta típica da Suíça. Além disso, já estavam em nossos assentos o amenity kit sustentável com itens para a estadia a bordo do passageiro: escova e pasta de dente, máscara de dormir e earplugs. Para mim, Brise, aqui é um ponto positivo da SWISS porque eu realmente aprecio a preocupação da empresa com a questão da sustentabilidade de suas operações. Todavia, ainda assim, acredito que a qualidade do material da nécessaire poderia ser melhor, principalmente o do retorno a São Paulo (como podem observar abaixo, o amenity kit da ida – foto 1 – era diferente da volta).

Já nas alturas, foram servidas as refeições. Como o voo de São Paulo a Buenos Aires aconteceu por volta das 08h00, recebemos o café da manhã, sem opção de escolha: pães, manteiga, embutidos, queijos suíços (muito bom!), iogurte adocicado, frutas picadas e, é claro, o meu café preto puro sem açúcar, mas, para quem gosta, também tinha o coffee cream. Recolhida a bandeja, os comissários passam com uma cesta de chocolate suíço e você pode pegar quantos quiser – mas não custa nada reforçar o bom senso nessas horas! O produto é personalizado para a companhia aérea.

Na volta, tivemos o mesmo welcome drink (foto 1 do carrossel abaixo) e a oferta gastronômica a bordo foi espetacular. Como era horário de almoço, tínhamos três opções de pratos principais, sendo possível escolher desde uma opção do premiado programa SWISS Taste of Switzerland, cuja criação é feita por chefs com estrelas Michelin e pontos Gault-Millau, até um prato vegetariano concebido pelo Hiltl, o mais antigo restaurante vegetariano do mundo. Um detalhe que eu preciso compartilhar com vocês: por já ter sido vegetariana, eu valorizo demais quando uma companhia aérea se preocupa com as restrições alimentares de seus passageiros. Ponto mais do que positivo para a SWISS, ainda que faltem opções veganas!

A minha escolha foi filé mignon com cogumelos, batata gratinada, cenouras e vagem – perfeita! O ponto da carne estava mais para mal passado, o que me agradou muito, mas quem não gosta precisa observar isso. Também foram servidos salada, pães, manteiga, mais queijo suíço e uma panna cotta de baunilha e limão com calda de frutas vermelhas. Como eu prefiro sobremesas mais suaves no açúcar, adorei a pedida. Depois, é claro que teve mais chocolate suíço pra fazer a devida digestão!

Ainda foram servidas bebidas gratuitamente, incluindo alcoólicas, como cerveja e vinho em garrafas individuais, o que achei excelente. Acabei recusando e não bebendo nada, então não consigo avaliar a qualidade “do material”, principalmente da minha cervejinha, que, quem me acompanha, sabe que eu amo. 🙁

Vale ressaltar algumas coisas:

  • os pães foram servidos no prato, ainda que o compartilhando com outros produtos, como os embutidos e queijos;
  • a refeição é servida de uma única vez e não em etapas;
  • com a exceção dos frios e embutidos servidos no café da manhã, os pratos não são embrulhados com plástico filme, como acontece em voos de outras companhias aéreas. Eu, particularmente, gosto bastante dessa medida por diminuir a quantidade de resíduos gerados; e
  • todas as refeições são servidas em porcelana chinesa.

Por fim, vale reforçar que este serviço de bordo que experimentamos é exclusivo para as rotas de longa distância, não sendo disponibilizado para o voo de São Paulo a Buenos Aires e retorno. É claro que o voo conta com alimentação e outros confortos, porém não será possível fazer a devida avaliação. Caso alguém já tenha feito este voo para a Argentina a bordo da SWISS Premium Economy, fique à vontade para comentar como foi o serviço prestado!


Entretenimento de Bordo

Embora eu não tenha assistido nenhum filme durante todo o trajeto, o entretenimento de bordo é bastante diverso e o touch screen responde bem ao toque. A tela de 15,6 polegadas é uma vantagem e tanto! É muito perceptível a diferença.

No assentos, a tripulação deixa um fone de ouvido com cancelamento de ruído, que é consideravelmente superior ao oferecido na classe econômica. Além disso, também tínhamos manta, que não era muito grossa, mas o suficiente para não passar frio, e luz individual para quem deseja ler ao longo do voo.


Wi-Fi e Conectividade

Os voos da companhia aérea suíça contam com a SWISS Connect, que é o acesso pago à internet a bordo. Nós recebemos um voucher de 50MB, que ajudou a nos comunicar no Whatsaap, por exemplo, mas que foi insuficiente para carregar quaisquer mídias sociais. Abaixo, você confere os valores da internet a bordo.

Além da SWISS Connect, a companhia aérea tem parceria com a Boingo – o que significa que, caso tenha um cartão de crédito Mastercard Black, você pode utilizar a internet a bordo de forma totalmente gratuita. Para saber como conectar ao Wi-Fi nos voos da SWISS, é só clicar aqui.


Compensação de carbono

Um dos grandes pontos positivos da SWISS e do Lufthansa Group é a preocupação com a sustentabilidade de suas operações. Por exemplo, a empresa possui como meta a redução de 50% das emissões de carbono já em 2030 e, para 2050, uma operação totalmente neutra. Para atingir este objetivo, são tomadas medidas tecnológicas, operacionais e de infraestrutura e você pode encontrar mais sobre as iniciativas aqui: Environmental responsibility | SWISS.

A SWISS acredita que o futuro só pode ser moldado a muitas mãos e, por isso, incentiva todos os seus passageiros a se unirem neste esforço. Para se juntar à causa, ela oferece a possibilidade de compensar/reduzir a emissão de carbono dos seus voos através do parceiro Compensaid (Compensaid – fly CO2-neutral). O valor é direcionado à aquisição de SAF e a projetos de desenvolvimento debaixo do guarda-chuva da organização suíça “myclimate”, que dá suporte a projetos que promovem proteção ambiental mensurável, inclusive sendo dois deles no Brasil.

Sabendo da importância do meu papel ativo para um mundo mais sustentável, eu, Brise, não poderia deixar de compensar as emissões de carbono do meu voo da SWISS para/de Buenos Aires. O processo é todo feito online e é bem simples. Veja só o passo a passo:

1- Acesse o site https://swiss.compensaid.com/contribute/flights e preencha os detalhes do seu voo (atenção quanto à cabine voada!);

2- Mantenha a opção de compensação sugerida pelo site;

3- Prossiga com o pagamento com seu cartão de crédito; e

4- Pronto! A sua compensação de carbono foi realizada com sucesso!

Simples, não é mesmo? Então, quando voar com a SWISS, não deixe de fazer a sua parte e compensar o carbono dos seus voos. O mundo agradece!


Rota da SWISS entre São Paulo e Buenos Aires

Conforme o PP havia noticiado em novembro do ano passado, a SWISS anunciou que seus voos na rota São Paulo – Zurique seriam estendidos até Buenos Aires, sendo possível comprar o trecho entre o Brasil e a Argentina separadamente. Segundo a companhia, com a novidade, os passageiros “poderão voar a bordo do Boeing 777-300ER em todas as classes de serviço”.

Vale lembrar que este tipo de voo é denominado como voos da 5ª liberdade do ar ou os “5th freedom flights”, que é quando a companhia parte de um país na qual possui operação, segue para um destino na qual não opera localmente e, a partir dele, continua para outro país na mesma situação. Exemplo: a Qatar Airways operava no período pré-pandemia a rota Doha x São Paulo x Buenos Aires. Aproveitando da 5ª liberdade, ela tinha a permissão de voar entre o Brasil e Argentina, com embarque e desembarque de passageiros em todos os pontos – e é justamente isto o que a SWISS está fazendo desde dezembro do ano passado ao ligar Zurique x São Paulo x Buenos Aires!

Caso deseje voar com a SWISS até o nosso país vizinhos, segue abaixo a programação dos voos da SWISS na rota São Paulo e Buenos Aires:

  • São Paulo (GRU) x Buenos Aires (EZE)
    Voo: LX 92
    Dias de operação: quartas-feiras e sábados
    Saída: 07:50
    Chegada: 10:50
  • Buenos Aires (EZE) – São Paulo (GRU)
    Voo: LX 93
    Dias de operação: quartas-feiras e sábados
    Saída: 13:30
    Chegada: 16:10

O Ale fez este mesmo voo, porém na Primeira Classe da SWISS! Para verificar como ele emitiu esta passagem usando pontos nos programas de fidelidade, é só clicar aqui.


Requisitos de entrada na Argentina

Para entrar na Argentina por via aérea, você precisará ter em mãos*:

  • Formulário de saúde da Argentina preenchido pelo menos 48h antes da viagem (para preencher, clique neste link).
  • Seguro saúde com cobertura para a Covid-19; e
  • Passaporte ou RG.

Cabe reforçar que, desde abril de 2022, passou a ser possível entrar na Argentina sem precisar apresentar testes pré-embarque ou comprovante de vacinação. Com o fim destas exigências, o turista que estiver viajando para a Argentina deverá se atentar apenas para o preenchimento da Declaração Eletrônica e o seguro saúde.

*Requisitos exigidos na data da publicação deste texto.


Comentário

A SWISS Premium Economy é um excelente produto, destacando-se perante os demais do segmento. Todavia, o voo deste review foi uma simulação do serviço prestado no segmento de longa distância (São Paulo a Zurique e retorno) e, por isso, tivemos algumas “regalias” a mais nesta rota até Buenos Aires. Então, atenção: saindo do Brasil, a experiência completa você terá somente no trecho até a Suíça.

Mesmo com esta observação, voar na Premium Economy da SWISS até a Argentina irá lhe proporcionar uma experiência única e você chegará ao país vizinho com muito mais conforto. O espaço é generoso, principalmente para quem se senta nos assentos da fileira 20, e o entretenimento de bordo é bastante diverso e com tela bem ampla. No entanto, cabe reforçar que a Premium Economy é um produto superior apenas à econômica, não sendo de comparação com a executiva.

Resumindo: seja para a Argentina ou Suíça, vale a pena viajar na SWISS Premium Economy, principalmente porque, considerando o serviço prestado e o dobro de franquia de bagagens, o custo x benefício pode ser muito bom – e você ainda pode acumular milhas e pontos nos programas de fidelidade parceiros, como a TAP Miles&Go. Por exemplo, para Buenos Aires no dia 05/10/2022*, a diferença tarifária em relação a SWISS Economy é negativa, isto é, o custo da econômica é maior do que da nova classe! Por isso é sempre importante pesquisar e comparar os custos.

A experiência que eu tive me deixou bastante animada com esta cabine e ficarei de olho nas oportunidades de passagens aéreas nas minhas viagens futuras!

E você, já voou na SWISS Premium Economy? Quais foram as suas impressões?

*Pesquisa feita em 04/07/2022.

Hotéis
Hotéis
10% de desconto + selos no Rewards em estadias até 31 de março de 2023!
Chip de Viagem
Chip de Viagem
20% de desconto na compra do chip de viagem!
Supermercado
Supermercado
35% de desconto na primeira compra e 10% de cashback nas próximas!
Seguro Viagem
Seguro Viagem
25% de desconto na contratação do seu seguro viagem!
Prêmio Passageiro de Primeira 2022
Prêmio Passageiro de Primeira 2022
Vote agora nos melhores do ano!
Clube 1.000
Clube 1.000
Receba 1.000 milhas por mês + 7.000 milhas bônus na hora!
Ver todos os cupons

Baixe o app do Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de programas de fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, voos e salas VIP, hotéis e lazer, cartão de crédito e promoções.