fbpx

Delta vai aposentar toda a sua frota de Boeing 777 até o fim do ano

Notícias

Por Dérek Arakaki

A Delta acaba de anunciar que planeja aposentar seus 18 aviões Boeing 777 até o final de 2020, como resultado da pandemia do COVID-19. Segundo a companhia, a aposentadoria acelerará sua estratégia de simplificar e modernizar sua frota, continuando a operar aeronaves mais novas e mais econômicas.

O Boeing 777-200 entrou na frota da companhia pela primeira vez em 1999 e cresceu para um total de 18 aeronaves, incluindo 10 da variante 777-200LR de longo alcance, que chegou em 2008. Na época, a aeronave permitiu voos sem escalas entre Atlanta e Joanesburgo, na África do Sul (veja o review do Fábio aqui), de Los Angeles para Sydney e outros destinos distantes.

A Delta comunicou que, apesar da redução nas viagens internacionais de passageiros, a frota de 777 vem sendo utilizada para realizar as operações de carga, correio e repatriamento de cidadãos dos EUA em meio à pandemia. Desde o final de abril, o jato realizou dezenas de viagens de Chicago e Los Angeles a Frankfurt para entregar correspondência às tropas militares dos EUA no exterior; operou entre os EUA e a Ásia para fornecer suprimentos essenciais para ajudar na resposta ao COVID-19; e transportou milhares de cidadãos dos EUA de volta para os EUA de Sydney, Mumbai, Manila e outras cidades ao redor do mundo.


O que diz a Delta

Veja o que disse Gil West, COO da Delta:

“Estamos fazendo mudanças estratégicas e econômicas em nossa frota para responder ao impacto da pandemia de COVID-19, além de garantir que a Delta esteja bem posicionada para a recuperação pós crise”.

“O 777 tem sido uma parte confiável do sucesso da Delta desde que ingressou na frota em 1999 e, devido às suas características operacionais únicas, abriu novos mercados de longo curso, que somente ele poderia voar naquele momento”.


Aposentadoria de outras aeronaves

No mês passado, a Delta anunciou planos para acelerar a retirada das frotas de MD-88 e MD-90 até junho. Desde o início da situação do COVID-19, a Delta informou que reagiu rapidamente, estacionando aeronaves e considerando as aposentadorias antecipadas para reduzir a complexidade e o custo operacional. Até o momento, a companhia aérea estacionou mais de 650 aeronaves para ajustar a capacidade para atender à demanda reduzida dos clientes.


Comentário

Confesso que não esperava por essa decisão da companhia, já que a Delta estava finalizando o retrofit de toda sua frota de Boeing 777 (ao todo, são dez 777-200LR e oito 777-200ER). Ou seja, havia um investimento para oferecer seu produto mais moderno, a nova Delta One Suites, nessas aeronaves. Inclusive a companhia chegou a realizar alguns voos com o 777 para o Brasil recentemente.

A Delta informou que continuará operando com sua frota de aeronaves Airbus A350-900, que consomem 21% menos combustível por assento do que os 777 que serão substituídos. Mais detalhes do momento exato da saída do 777 da frota serão divulgados em uma data posterior.

Alguém já voou nos 777 da Delta? Sentirá saudades?

Seguro Viagem
Seguro Viagem
10% de desconto na contratação do seu seguro viagem!
Hotéis
Hotéis
5% de desconto + selos no Rewards em estadias até 31 de março de 2023!
Cartão Pão de Açúcar Itaú
Cartão Pão de Açúcar Itaú
Ganhe 1 ponto por R$ 1 gasto!
Cartão BTG Pactual Black
Cartão BTG Pactual Black
Ganhe cashback ou pontos e IOF Especial!
Gerencie suas Milhas
Gerencie suas Milhas
6 meses grátis do AwardWallet Plus para novos usuários!
Clube 1.000
Clube 1.000
Receba 1.000 milhas por mês + 7.000 milhas bônus na hora!
Ver todos os cupons

Baixe o app do Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de programas de fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, voos e salas VIP, hotéis e lazer, cartão de crédito e promoções.