fbpx

Depois da United, Delta e American também não terão mais taxas de alteração em voos domésticos

Notícias

Por Gabriel Marinho

Mais cedo, publicamos uma decisão da United de não cobrar por taxas de alteração de passagens domésticas, uma medida extremamente benéfica para os consumidores. Agora, a Delta e a American seguiram pelo mesmo caminho e também irão deixar de cobrar esse tipo de taxa.

sem taxa alteracao passagem


Delta

Segundo um comunicado da companhia, em dezembro de 2019 a empresa já havia compartilhado sua intenção de revisar sua estrutura de taxas. A Delta está agora tornando mais fácil para o cliente reservar, alterar ou cancelar seus planos de viagem tornando esta política permanente para bilhetes comprados para viagens dentro dos EUA

Dissemos antes que precisamos abordar a flexibilidade de forma diferente do que esta indústria fez no passado, e o anúncio de hoje se baseia nessa promessa para garantir que estamos oferecendo flexibilidade, espaço e atendimento líderes da indústria para nossos clientes”, disse o CEO da Delta Ed Bastian. “Queremos que nossos clientes façam reservas e viajem com tranquilidade, sabendo que continuaremos avaliando nossas políticas para manter o alto padrão de flexibilidade que eles esperam.

A eliminação das taxas de alteração entra em vigor imediatamente e inclui passagens compradas para viagens dentro dos EUA, Porto Rico e Ilhas Virgens Americanas na Primeira Classe da Delta, Delta Premium Select, Delta Comfort + e Cabine Principal, com exceção de passagens da Classe Basic Economy.

Além disso, a Delta estenderá sua isenção de taxas de alteração para voos recém-adquiridos, incluindo voos internacionais e tarifas Basic Economy, até o final do ano e prorrogará o vencimento dos créditos de viagem até dezembro de 2022 para bilhetes reservados antes de 17 de abril de 2020.


American Airlines

A partir de agora, a American eliminará todas as taxas de alteração para bilhetes de Primeira Classe, Classe Executiva, Econômica Premium e Cabine Principal para todos os voos domésticos e internacionais de curta distância.

Em um mundo em constante mudança, a American está decidida a cumprir nosso propósito de cuidar dos clientes em todos os pontos de sua jornada de viagem”, disse o diretor de receita da American, Vasu Raja. “A American está oferecendo mais flexibilidade e facilidade do que nunca, caso os planos de viagem mudem. Ao eliminar as taxas de alteração, dar aos clientes a oportunidade de chegar onde desejam mais rápido com a espera gratuita no mesmo dia em voos anteriores e fornecer acesso a upgrades e assentos para todos os tipos de tarifa, estamos dando aos clientes a liberdade de fazer suas próprias escolhas ao viajar com a American.

A isenção da taxa de alteração se aplica aos seguintes locais e cabines:

Viagens para:

  • Qualquer um dos 50 estados dos EUA
  • Canadá
  • México
  • Caribe
  • Porto Rico
  • Ilhas Virgens Americanas

Nas cabines:

  • Cabine Principal (exceto Basic Economy)
  • Econômica Premium
  • Classe executiva
  • Primeira classe

Outra ótima notícia é que a American também permitirá que os clientes mantenham o valor total de suas passagens originais se alterarem seus planos de viagem antes da viagem programada. Embora os clientes tenham que pagar a diferença de tarifa de um novo voo, eles não perderão o valor do bilhete se o novo voo for mais barato. Por exemplo, se um cliente pagou US$ 500 por seu voo e mudou para um voo que custa US$ 300, a American dará ao cliente um voucher de US$ 200 para usar em uma viagem futura.

A nova política de taxa de alteração também se aplica aos bilhetes prêmio AAdvantage.


O que achou das mudanças? Seria ótimo ver as companhias do Brasil seguindo o exemplo, não é mesmo?

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.