fbpx

Esclarecimentos da Embaixada do Brasil no Cairo sobre viagens para o Egito

Notícias

Por Equipe

Após surgirem algumas dúvidas na última segunda-feira (16), quando o Egito atualizou seus critérios de restrições de fronteiras, informando que todos os passageiros agora devem pagar por um teste para a COVID-19 na chegada ao país, a Embaixada do Brasil no Cairo, esclareceu alguns pontos.

Egito


Nota da Embaixada do Brasil no Cairo

A Embaixada do Brasil no capital do país africano emitiu a seguinte nota:

“Continuam dispensados de apresentar teste de PCR os passageiros que já tenham recebido, há pelo menos 14 dias, as duas doses das vacinas Pfizer – AstraZeneca – Moderna – Sinopharm – Sinovac – Sputnik – ou 14 dias após a primeira dose da vacina Johnson & Johnson. Outras vacinas ainda não são aceitas pelas autoridades egípcias. O comprovante de vacinação deve estar disponível em inglês e conter o código QR  (o SUS oferece no seu app que comprovantes com QR Code). Não são aceitos certificados com rasuras, emendas ou quaisquer outras alterações.

Passageiros brasileiros que não disponham do certificado de vacinação devem portar teste de PCR, com resultado negativo, realizado até 96 horas antes do embarque. Adicionalmente, no momento do desembarque, TODOS os passageiros provenientes do Brasil serão submetidos a exame ID NOW COVID-19, ao custo de 1000 libras egípcias (aproximadamente R$350, na cotação atual), a ser arcado pelo viajante.

Em caso de resultado positivo para COVID-19, será realizado um teste PCR, ainda no aeroporto. Caso confirmado novo resultado positivo, o passageiro será compulsoriamente transferido para hospital designado pelas autoridades egípcias, no qual será aplicado o protocolo em vigor no Egito para COVID-19.

Para maiores informações acerca dos requisitos para entrada no Egito, recomenda-se consultar, com antecedência, as embaixadas ou consulados egípcios, bem como a companhia aérea”.


Comentário

A nota da Embaixada esclarece algumas dúvidas que ficaram, principalmente sobre os testes a serem feitos antes da viagem e após a chegada ao Egito. Conforme dito, apenas o viajante que não tiver o certificado de vacinação deve fazer o teste de PCR antes do voo de ida. Em contrapartida, o teste pago na chegada ao país é obrigatório para qualquer passageiro (esteja ele com o certificado de vacinação ou não).

No entanto, vale lembrar que as companhias também possuem medidas próprias e podem adotar critérios exigidos pelo país de conexão. Por conta disso, aconselhamos que, antes de você programar sua viagem, atente-se também às burocracias das empresas aéreas. Como o Brasil não tem voo direto para o país africano (não ainda), seu itinerário terá escalas.


Alguém pensando em visitar o Egito?

O Lorenzo viajou para lá durante a pandemia e contou a sua experiência nessa matéria.

Seguro Viagem
Seguro Viagem
Ganhe 10% de desconto na contratação do seu seguro!
Supermercado
Supermercado
Ganhe 25% de desconto na primeira compra e 10% de cashback nas próximas!
Hotéis
Hotéis
5% de desconto + selos no Rewards em estadias até 31 de março de 2023!
Cartão Pão de Açúcar Itaú
Cartão Pão de Açúcar Itaú
Ganhe 1 ponto por R$ 1 gasto!
Gerencie suas Milhas
Gerencie suas Milhas
6 meses grátis do AwardWallet Plus para novos usuários!
Clube 1.000
Clube 1.000
Receba 1.000 milhas por mês + 7.000 milhas bônus na hora!
Ver todos os cupons

Baixe o app do Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de programas de fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, voos e salas VIP, hotéis e lazer, cartão de crédito e promoções.