fbpx

Faltam 7 dias para o início da cobrança da Taxa de Resgate LATAM Pass em passagens com pontos

Programas de fidelidade

Por Alexandre Zylberstajn

Em fevereiro deste ano (2020), a LATAM anunciou que começaria a cobrar uma taxa de emissão em resgates com pontos de passagens aéreas. Essa cobrança ocorrerá nas reservas de voos nacionais com menos de 90 dias ou internacionais com menos de 120 dias. Na ocasião, também foi divulgado que  o valor variaria a depender do destino.


Valores da taxa de emissão de passagens por Pontos

Dois meses depois do anúncio, os valores foram divulgados no site da companhia, veja abaixo:

valores da taxa de de resgate da latam

*Os valores em reais acima foram calculados de acordo com o câmbio de 03 de abril de 2020, no valor de R$5,26.  Hoje, 24 de junho o valor está bastante parecido.


Analise completa da nova taxa

O possível racional e nossa crítica frente ao inicio de tal cobrança foi feita neste artigo:


Outras dúvidas com relação à taxa de resgate por pontos no LATAM Pass

  • Como funcionará a cobrança da taxa de resgate?

A taxa será visualizada no momento do resgate de passagens aéreas com menos de 90 dias de antecedência para voos nacionais e 120 dias para voos internacionais.

  • Quando será cobrada?

Essa taxa será implementada gradualmente nos países, começando em 1º de julho de 2020.

  • A cobrança é realizada por passageiro?

Sim, a cobrança será realizada de forma individual, por trecho resgatado e por passageiro.

  • Como será feita a cobrança dessa taxa? Em pontos ou em dinheiro?

A cobrança será realizada em dinheiro, no momento da finalização do resgate. Os pontos LATAM Pass não poderão ser utilizados para pagamento de taxas, impostos e/ou serviços adicionais.

Mais informações:

  • A taxa será aplicada em passagens aéreas 100% resgatadas com pontos;
  • A taxa será aplicada em todos os canais que realizam resgate de pontos LATAM Pass (latampass.com, latam.com, call center e lojas LATAM Travel) e deverá ser paga no momento do resgate;
  • Os pontos não poderão ser utilizados para pagamento de taxas, impostos e/ou serviços adicionais.
  • Essa taxa será aplicada somente quando o resgate acontecer com menos de 90 dias de antecedência da data da viagem para voos nacionais e com menos de 120 dias de antecedência para voos internacionais;
  • O valor da taxa de resgate poderá variar de acordo com o destino.

Eu continuarei a usar o programa

Como já disse no passado, eu continuarei a usar o programa. Seguirei fazendo resgates no programa. Sou um usuário ativo do LATAM Pass, sobretudo em emissões em classe executiva. Mesmo com isso, a companhia segue oferecendo uma boa malha internacional para destinos que costumo frequentar e na grande maioria dos casos consigo extrair boas ofertas no programa.

Para boa parte dos leitores, talvez a cobrança da taxa de 42 USD pode não ser decisiva na hora da compra em trechos internacionais; mas não posso dizer o mesmo para todos… A nova taxa deve impactar.

Daqui a alguns anos, essa taxa cairá na “normalidade” do cotidiano dos usuários, como já são as taxas cobradas por outras empresas do setor como TAP Miles&Go, TudoAzul, LifeMiles e como era no AAdvantage até pouco tempo atrás… Mais uma vez, fica aqui o lembrete da minha (e provavelmente sua) insatisfação com o tema.


A implementação da taxa poderia ser cancelada?

O inicio da cobrança está marcado para 1º de julho de 2020. A LATAM está passando por um turbilhão de mudanças por conta da pandemia. Será que faz sentido implementar isso neste momento? Não seria o caso de no mínimo, postergar? Lembrando que essa cobrança vai na contramão de empresas como American e United, que antes cobravam uma taxa similar e deixaram de cobrar.

A própria Azul, futura parceira da LATAM, que cobra uma taxa de resgate nas emissões com pontos, oferece um canal que a isenta para qualquer emissão, como o app. O participante consegue não pagar a taxa independentemente da data da emissão.

Vamos torcer para que sim, em todo caso…


LEMBRETE IMPORTANTE

Se você pretende resgatar de passagens aéreas com menos de 90 dias de antecedência para voos nacionais e 120 dias para voos internacionais, tente fazer nos próximos dias para evitar a cobrança das novas taxas de emissão.

Para mais informações, clique aqui.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.