fbpx

IATA demonstra otimismo para a retomada de viagens

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo) divulgou uma previsão em conjunto com o Tourism Economics que demonstra otimismo em relação ao retorno das viagens.

Aeroporto Internacional de Belo Horizonte Confins

Segundo a previsão, para garantir que a aviação possa fornecer de forma sustentável seus benefícios sociais e econômicos ao atender a demanda, é fundamental que os governos intensifiquem seu apoio a operações mais eficientes.

Confira abaixo os destaques da previsão:

  • Em 2021, o número global de passageiros deverá recuperar para 52% dos níveis pré-COVID-19 (2019).
  • Em 2022, o número global de passageiros deverá recuperar para 88% dos níveis pré-COVID-19.
  • Em 2023, o número global de passageiros deverá ultrapassar os níveis anteriores ao COVID-19 em 105%.
  • Em 2030, o número global de passageiros deverá crescer para 5,6 bilhões. Isso seria 7% abaixo da previsão pré-COVID-19 e uma perda estimada de 2-3 anos de crescimento devido a pandemia.

Após 2030, as viagens aéreas deverão desacelerar devido a dados demográficos mais fracos e a uma suposição de base de liberalização limitada do mercado, dando um crescimento médio anual entre 2019 e 2039 de 3,2%. A previsão de crescimento pré-COVID-19 da IATA para este período era de 3,8%.

A recuperação no número de viajantes é um pouco mais forte do que a recuperação na demanda medida em receita de passageiros por quilômetro (RPKs), que deve crescer em uma média anual de 3% entre 2019 e 2039. Isso se deve à força esperada dos mercados domésticos, como a China, com um grande número de passageiros e distâncias mais curtas.

Os danos da crise COVID-19 serão sentidos nos próximos anos, mas tudo indica que as pessoas mantiveram sua necessidade e desejo de viajar. Qualquer possibilidade de reabertura das fronteiras é recebida com um aumento instantâneo nas reservas. O exemplo mais recente é o aumento de 100 pontos percentuais nas reservas do Reino Unido para Portugal, quando a “Lista Verde” do Reino Unido foi anunciada no início de maio.

As taxas de vacinação em países desenvolvidos devem exceder 50% da população até o terceiro trimestre de 2021. O diretor da IATA afirmou que tal fato deve fazer com que os governos se preparem para pois o setor do turismo é um grande contribuinte para o PIB. “O sustento das pessoas está em jogo. Para evitar maiores danos econômicos e sociais de longo prazo, o reinício não deve ser adiado. Os governos podem facilitar um reinício seguro com políticas que permitem viagens sem restrições para pessoas vacinadas e alternativas de teste para aqueles que não podem ser vacinados. Os governos também devem estar prontos com processos para gerenciar digitalmente a vacina ou os certificados de teste – garantindo que uma reinicialização segura também seja eficiente”, afirmou o executivo Walsh.


Conforme as taxas de vacinação aumentam ao redor do mundo, a tendência é que os governos relaxem as medidas restritivas para passageiros vacinados.

Vale ressaltar que a Espanha anunciou a abertura do país para todas as pessoas que estiverem 100% vacinados a partir de 7 de junho.

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.