fbpx

Japão anuncia fundo bilionário que pode pagar por metade da sua viagem

Notícias

Por Gabriel Marinho

Com número de visitantes 99% menor em abril comparado ao mesmo período do ano passado, o Japão agora planeja um fundo de ¥ 1,35 trilhão (R$ 69,9 bilhões) que poderá cobrir metade dos custos de viagem dos seus visitantes.

Foto: Gabriel Marinho

Segundo o Japan Times, o governo japonês estima que 2.900 viajantes estrangeiros visitaram o Japão em abril, uma queda de 99,9% em relação ao ano anterior, em meio à pandemia global de coronavírus.

É a primeira vez que o número mensal caiu abaixo da marca de 10.000.  A baixa anterior para visitantes estrangeiros mensais foi de 17.543, registrada em fevereiro de 1964, ano em que a Agência de Turismo do Japão começou a compilar essas estatísticas. A redução percentual também foi a maior de todos os tempos.


Plano de estímulo

O país que esse ano iria sediar as Olimpíadas agora busca mais visitantes. O governo planeja atrair turistas estrangeiros cobrindo metade de suas despesas de viagem.

O programa de ¥ 1,35 trilhão (R$ 69,9 bilhões) poderá começar em julho se novas infecções por coronavírus desaparecerem em breve, disse Hiroshi Tabata, chefe da agência de turismo, em entrevista coletiva nesta quarta-feira.

É de se imaginar que tenha muito mais por trás desse plano. O governo, porém, ainda não divulgou maiores detalhes sobre como exatamente arcaria com os custos dos viajantes.


Restrição de viagem

A proibição de entrada no Japão, destinada a impedir a propagação do novo coronavírus, foi ampliada para cerca de 100 países este mês, incluindo China e Coréia do Sul, além dos Estados Unidos, grande parte da Europa e o Brasil.

O número de visitantes da China caiu para 200 (sim, 200 pessoas) em abril, ante 726.132 no ano anterior, e os da Coréia do Sul caíram de 566.624, para 300, segundo os dados.

O número de visitantes de Taiwan e dos Estados Unidos também diminuiu de 403.467 e 170.247, respectivamente, em abril do ano passado, para cerca de 300 cada um.

Menos de dez pessoas da Itália e da Espanha, que foram duramente atingidas pelo coronavírus, visitaram o Japão no último mês.

O número acumulado de visitantes estrangeiros entre janeiro e abril ficou em 3,94 milhões, uma queda de 64,1% em relação ao ano anterior.


Comentário

Parece que esse tipo de medida está se mostrando como uma alternativa para lugares altamente dependentes do setor turístico. A ilha da Sicília, por exemplo, já anunciou um plano similar para cobrir os custos de viagem dos seus visitantes.

A verdade, porém, é que ninguém sabe exatamente quando a situação irá melhorar. Com as atuais restrições de viagem internacional imposta por diversos países, não há plano de estímulo que consiga fazer a demanda de viagens aumentar. Por esse motivo, o prazo dado pelo chefe da Agência de Turismo do Japão para começar a implementar esse plano em julho, parece um pouco irreal para mim. A não ser que seja apenas para viajantes de países próximos onde a situação esteja controlada, como Coréia do Sul, Taiwan, China, Austrália, Nova Zelândia e outros.


O que acha desse tipo de medida? Já imaginou viajar para o Japão com metade das suas despesas pagas?

Com informações do Japan Times

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.