fbpx

KLM conta como está estacionando suas aeronaves

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A crise do coronavírus está impactando todo o mundo, forçando a KLM e muitas outras companhias aéreas a manter a maior parte de sua frota no solo. Como resultado, o Aeroporto de Schiphol está lotado com as muitas aeronaves estacionadas por todos os lados. A KLM divulgou em seu blog como está estacionando e mantendo suas aeronaves no aeroporto. Vamos compartilhar essas curiosidades com você nesse post.


Pequena frota operando

Devido à crise, a KLM iniciou a programação do verão europeu com uma malha muito menor e a maioria das aeronaves estacionadas. Em relação às aeronaves maiores, todos os A330 e Boeing 777-200 estão estacionados, bem como quase todos os demais Boeing 747 restantes em Schiphol. Também estão fora de operação muitas aeronaves menores, como os Embraer 175 e 190 e Boeing 737.

Os destinos que a KLM continua a atender dentro dessa malha restrita estão sendo operados com o Boeing 777-300, com voos de repatriamento às vezes sendo operados com a frota Boeing 777-200, 787-9 e 787-10, os Embraer 190s e Boeing 737s. Conforme anunciado anteriormente pela companhia, essa crise levou à retirada imediata dos Jumbo Jets, o Boeing 747, com exceção dos cargueiros. Isso aconteceu antes do planejado, mas é essencial diante da atual crise. As “Rainhas dos Céus” serão transportadas para o seu destino final em uma data posterior.


Estacionamento em Schiphol

Um total de mais de 200 aeronaves, principalmente das companhias aéreas do Grupo KLM, estão estacionadas no Aeroporto Schiphol, em Amsterdã. Já postamos aqui algumas fotos e vídeos divulgados pela companhia de sua frota estacionada no aeroporto.

Felizmente, Schiphol tem espaço suficiente para acomodar todos elas. As aeronaves ficam nos portões, bem como na pista de decolagem de Aalsmeer, que serve temporariamente como pista de estacionamento.

Isso gera um quebra-cabeça, porque nem todas as posições são adequados para qualquer tipo de aeronaves. É um grande desafio estacionar todas elas no lugar apropriado e vários setores estão envolvidos nesta operação.

O tamanho de uma aeronave é um fator-chave, e ainda é preciso impedir que as aeronaves bloqueiem umas as outras, por exemplo, se precisar levá-las para manutenção. Consequentemente, um dos critérios de estacionamento é que haja espaço suficiente entre as aeronaves, para que possam ser facilmente transportadas, se necessário. No entanto, todos os tipos de aeronaves precisam ser agrupadas o mais próximo possível, para garantir que o estacionamento e a manutenção possam ser realizados da maneira mais eficiente.


E agora?

Todos os aviões estão devidamente estacionados, mas podemos deixá-los lá até precisarmos deles? Infelizmente, não é tão simples assim. Se um avião estiver fora de operação, você não pode trancá-lo e deixá-lo até precisar dele novamente. Uma aeronave deve ser mantida em condições de aeronavegabilidade, para que possa retornar às operações assim que for necessário.

A KLM, portanto, possui o chamado “programa de estacionamento ativo”, o que significa que as aeronaves estão adequadamente protegidas das condições climáticas que possam ocorrer. As inspeções regulares são parte integrante deste Active Storage Program (ASP), para garantir a máxima eficiência em termos de espaço e tempo disponíveis. Vale mencionar que Schiphol não cobra taxas de estacionamento.


Manutenção em dia

Muitos problemas precisam ser levados em consideração durante um ASP. Sempre que uma aeronave está estacionada, a cabine é limpa, todas as entradas são e a bateria da aeronave é desconectada. Os componentes vulneráveis ​​são limpos e lubrificados para evitar corrosão. Para suportar velocidades de vento até a força 8 na escala Beaufort, a aeronave deve ser bombeada com combustível. As próprias pistas também devem ser protegidas com coberturas especiais colocadas sobre o asfalto.

Mas há mais a ser feito, pois as aeronaves estacionadas precisam passar por inspeções periódicas, que variam de acordo com cada modelo. Os motores precisam ser iniciados ocasionalmente, a cabine deve ser arejada e seca, e os sistemas hidráulicos e de direção precisam ser testados. Alguns tipos de aeronaves também precisam ser movidos levemente para evitar a deformação dos pneus.


Voltando à ativa

Antes de uma aeronave retornar às operações, todas as coberturas de proteção são removidas e a aeronave passa por um programa abrangente de testes antes de voltar a voar.

Segundo a KLM, no momento, a maioria das aeronaves da companhia permanece fora de operação e serão mantidas com o maior cuidado possível, na esperança de que em breve retornem ao local que mais gostam de estar: no ar!


Vamos torcer para que a situação se normalize o quanto antes para ver as belas aeronaves azuis da KLM voando pelo mundo. Mais alguém com saudades de voar com a KLM?

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.