fbpx

Korean Air adia compra da concorrente Asiana Airlines para 2024

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A Korean Air adiou a compra da Asiana Airlines para 2024, segundo o The Korea Times. O acordo, segundo informou o Hanjin Group na ocasião, tem como objetivo estabilizar a indústria de aviação coreana, que está sofrendo com a pandemia da COVID-19. No entanto, existem diversos obstáculos no caminho que podem prejudicar a fusão. 

Korean Asiana adiou compra


Mudança de planos 

Inicialmente, a Korean Air pretendia concluir a fusão até o final de 2022. Porém, para a concretização do negócio entre empresas desse porte, é necessária a aprovação de autoridades reguladoras, que buscam evitar fatores desleais no mercado, como o monopólio de uma companhia em um ramo, onde não exista concorrência justa.

Especialistas afirmam que o atraso ocorre em um momento em que a Korean Air luta exatamente para obter a aprovação de oito autoridades reguladoras em países atendidos pela transportadora. Os documentos foram apresentados em janeiro, mas apenas a Turquia aprovou o negócio até agora, enquanto outros sete países, incluindo a própria Coréia, Estados Unidos, China, Japão, Vietnã, Taiwan e Tailândia, não deram sua aprovação. São necessárias no mínimo quatro respostas positivas, excluindo o país anfitrião, para que a fusão seja aprovada. Se a Korean Air não conseguir o aval necessário, poderá ser proibida de operar em países que desaprovaram o acordo.


Preocupações futuras

Outro fato a ser levado em consideração é que as principais companhias aéreas estão preocupadas com tal acordo das coreanas, visto que elas se tornarão, em conjunto, a sétima maior operadora do mundo.

Vale ressaltar que a Coreia do Sul e os Estados Unidos estão vinculados em um “Tratado de Céus Abertos”, que permite que as empresas aéreas de ambos os países tenham liberdade para escolher as frequências dos voos, as rotas e os tipos de aeronaves a serem utilizadas. Mas muitas rotas dos EUA deverão sofrer mudanças inevitáveis, já que a Asiana Airlines pertence a Star Alliance operando em codeshare com a United Airlines nas rotas para Nova York, Los Angeles, Seattle e San Francisco. 

Se o negócio for concretizado, a Asiana passará a fazer parte da Korean Air e da aliança SkyTeam, o que impedirá parcerias com a United, fazendo com que aumente a possibilidade de que as autoridades reguladoras dos EUA levem isso em consideração.

Países como Japão, China e alguns europeus provavelmente solicitarão medidas adicionais contra a fusão para proteger suas companhias aéreas locais.


Sobre as companhias

Asiana Airlines

A Asiana tem uma frota de cerca de 80 aeronaves, incluindo 11 A350 e seis A380. Além desses modelos, a companhia ainda conta com o B747-400, A350-900, B777-200ER, A330-300, B767-300, A321-neo, A321-100/200 e A320-200 em sua frota.

Em relação aos destinos, além de voos pela Ásia, a companhia opera voos para a América do Norte, Europa e Oceania. Como a companhia faz parte da Star Alliance, é possível emitir voos para voar com a Asiana através de programas de fidelidade de companhias da aliança, como o TAP Miles&Go, LifeMiles, e MileagePlus, por exemplo.

Korean Asiana adiou compra

Korean Air

Já a Korean Air opera cerca de 170 aeronaves, incluindo dez A380 e dez B748-8. Além desses, a companhias ainda conta com aeronaves das variantes B787, B777, B747, B737 da Boeing e A330 e A220 da Airbus.

A companhia também atende destinos na América do Norte, Europa e Oceania, além de operar rotas por toda a Ásia. Vale lembrar que a Korean Air é uma das parceiras da Smiles, sendo uma excelente opção de resgate para quem tem milhas no programa.

Korean Asiana adiou compra


Sobre as alianças aéreas

Para deixar mais claro o assunto que abordamos sobre as alianças aéreas, vamos exemplicar para você com mais detalhes sobre as parcerias:

A Korean Air é uma das 19 aéreas membro da SkyTeam. Aliás, a companhia tem uma joint venture com a Delta, que possui participação na Korean Air.

Já sua rival Asiana Airlines é uma das 26 companhias membro da Star Alliance, sendo uma excelente opção para passageiros de companhias da aliança que desejam voar para a Ásia.


Comentário

Como divulgamos quando o acordo foi anunciado, a fusão de ambas as empresas já era um fato considerado impactante não só na aviação coreana, mas também a nível mundial. Se tornar a sétima maior empresa aérea do mundo faz com que muitas companhias concorrentes fiquem de olhos abertos nessa movimentação.

Apesar de ainda não confirmado, tudo indica que a marca Asiana vai desaparecer com a fusão entre as aéreas, o que deve impactar diretamente a aliança Star Alliance, que pode perder uma de suas principais companhias no continente asiático. Já a SkyTeam se fortalece, com a Korean Air otimizando suas operações e se tornando mais robusta no cenário atual.

Vamos aguardar os próximos passos para saber como será o futuro da Korean Air/Asiana Airlines.

O que você espera dessa aquisição? Já voou com alguma das companhias?

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.