fbpx

Lufthansa agora exige PCR negativo, comprovante de vacinação ou infecção para acesso aos lounges

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A Lufthansa está exigindo um teste RT-PCR negativo, comprovante de vacinação ou infecção recente pelo novo coronavírus para acessar os lounges da companhia. A medida faz parte dos protocolos de segurança que está permitindo a reabertura gradual das salas VIP da companhia ao redor do mundo.

Lufthansa teste lounge

A companhia alemã anunciou recentemente a reabertura do Lufthansa First Class Lounge no Terminal 1 do Aeroporto de Internacional de Frankfurt. A decisão, segundo a empresa, foi tomada em função da aproximação do verão europeu, em conjunto com as taxas de infecção em declínio e a redução das restrições às viagens, que estão fazendo com que mais pessoas desejem voar novamente.

Confira abaixo a nota retirada do site da Lufthansa [tradução livre]:

“Para acessar os nosso lounges, será necessário apresentar um teste negativo para COVID-19, comprovante de vacinação ou comprovante de infecção anterior do novo coronavírus.”

Lembrando que você já pode acessar os lounges da companhia não só na Alemanha, mas também no exterior (como nos EUA). Nas próximas semanas, a transportadora informou que outras salas VIP serão reabertas. O First Class Terminal e o serviço de limusine estarão disponíveis em breve.

Para mais informações sobre a política de acesso aos lounges da Lufthansa, clique aqui.

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.