fbpx

Lufthansa prorroga prazo de voos de repatriação até 31 de maio

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

Devido às restrições de viagens impostas por conta da atual situação do coronavírus no mundo, a Lufthansa prorrogou até 31 de maio seus voos de repatriação, cujo intuito é trazer passageiros de volta ao seu país de origem. Anteriormente as operações se encerrariam no dia 17 de maio.

Com isso, a partir de 18 de maio, a Lufthansa estará operando voos de Frankfurt para Atenas (Grécia), Porto (Portugal) e Gothenburg (Suécia) em seu calendário de voos de repatriamento. Os voos domésticos da companhia aérea a partir de Munique serão dobrados.

Além disso, a Lufthansa oferece, assim, um total de 15 conexões semanais de longa distância: três vezes por semana cada, de Frankfurt a Newark e Chicago (ambos EUA), São Paulo (Brasil), Bangkoc (Tailândia) e Tóquio (Japão). Ela também oferecerá 330 voos semanais de seus hubs em Frankfurt e Munique para as cidades mais importantes da Alemanha e da Europa, em comparação com os 280 anteriores.

Dentro do país alemão, a Lufthansa irá operar voos tanto com o nome da empresa, quanto através da Eurowings, sua subsidiária, que continuará a fornecer serviços básicos nos aeroportos de Düsseldorf, Hamburgo, Stuttgart e Colônia, além de voos para outros destinos europeus selecionados.


Operações do Grupo Lufthansa

As outras companhias que compõe o Grupo Lufthansa também anunciaram suas operações para o próximo mês. A SWISS, por exemplo, continuará a oferecer três voos semanais de longa distância para Newark (EUA) de Zurique e Genebra, além de um horário reduzido para serviços de curta e média distância para cidades europeias selecionadas. Já a Austrian e a Brussels irão estender a suspensão de seus voos regulares até o final do mês de maio.

Os passageiros cujos voos foram cancelados ou que não puderam voar podem manter o bilhete e remarcar para uma nova data de viagem – até 30 de abril de 2021 – e, se necessário, um novo destino até 31 de agosto de 2020. Se desejar iniciar a viagem antes de 31 de dezembro de 2020, eles receberão um desconto adicional de 50 euros pela nova reserva. Isso pode ser obtido na forma de um voucher nos sites das companhias aéreas do grupo.


Apesar das restrições de entrada nos países, a Lufthansa segue como uma das poucas opções para quem precisa viajar entre o Brasil e a Europa até o final do próximo mês. Alguém tem voado com a companhia nas últimas semanas nesses voos de repatriação?

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.