fbpx

Primeira Classe “La Première” da Air France no B777-300ER – Paris para São Paulo

Avaliações Cias Aéreas Primeira Classe

Por Fábio Vilela

Depois de passar boas horas no lounge da La Première, chegou a hora de embarcar de volta pro Brasil. O transporte entre a Sala Vip e o avião foi feito em um carro privativo da Air France – o mesmo que me buscou quando cheguei da minha conexão em Munique.

O veículo estaciona exatamente na jetbdrige no portão de onde o avião irá sair, então você sobe as escadas e já está praticamente na porta da aeronave.

A “motorista” que me trouxe, me acompanhou até meu assento, me apresentou para a tripulação e se despediu de mim. A chefe de cabine veio se apresentar e disse que se tivessem algo que eles poderiam fazer para que minha experiência fosse memorável, eles não se hesitariam.

Vôo Air France AF454 – 25/09/2018
Paris (CDG) ✈ São Paulo (GRU)
Assento: 1A – Primeira Classe
Partida: 22:30 / Chegada: 06:20+1 / Duração: 11h55
Aeronave: B777-300ER

A cabine da Primeira Classe da Air France no B777-300ER possui um dos layouts mais exclusivos que conheço, justamente por causa da quantidade de assentos – são apenas 4 na disposição 1-2-1.

Como a iluminação estava reduzida quando eu entrei e logo mais os outros passageiros também embarcaram, não consegui tirar foto da cabine inteira vazia, mas vou usar esta minha imagem de quando voei com eles pela primeira vez, para vocês terem uma idéia de como é.

Bom, voltando as fotos originais deste relato – o que eu gosto e MUITO desta cabine é de todo o conjunto da obra da “decoração” – começando pela elegância de cores, dos materiais em couro, tecidos de altíssima qualidade e cores suaves.

O suporte ottoman para os pés serve também como um segundo “assento” e com isto, você pode convidar um amigo, esposa, crush, parente ou qualquer pessoa que também esteja nesta classe para jantar com você, para uma conversa, jogar baralho, reunião, etc.

Na gaveta (forrada no tom vermelho) embaixo dele tinha uma manta e as pantufas. Esta manta serve apenas para você se cobrir durante o pouso e decolagem, pois quando você for realmente dormir, tem um jogo de roupa de cama completo.

Os assento são designados como “Suites”, mesmo não tendo portas. No caso da AF a cia optou por usar cortinas – que pra mim dá uma sensação de mais aconchego e leveza.

Por esta perspectiva vocês conseguem ver o espaço geral que o passageiro tem para si.

Notem que os clientes que sentam na janela possui nada menos que 4 janelinhas à sua disposição. O ambiente em si da suite tem 3 metros quadrados por passageiro, o que é um ótimo espaço.

Ainda em solo foi servido um mix de nua’s e Champagne Veuve Clicquot – em uma taça de cristal. O atendimento foi super cortês – comissárias finas, elegantes e que você consegue notar claramente que possuem a finesse para estar servindo uma First Class.

Eu preciso confessar que eu estava um pouco mal acostumado pois da última vez que voei na Primeira Classe da AF fui o único passageiro, então tive um atendimento mega-blaster exclusivo. Desta vez a cabine veio cheia (4 pax’s) então tive que aceitar dividir a atenção, rs.

Aproveitei para registrar mais alguns detalhes da poltrona – como o abajur lateral. As janelas agora são fechadas automaticamente com um toque de um botão, o que dá um ar muito mais elegante a cabine. Além do mais o passageiro pode escolher um “lighting mood” que mais te agrada, seja uma iluminação ambiente, iluminação para leitura, ou até mesmo uma iluminação para relaxar.

Ao fundo do meu lado esquerdo estava um compartimento com o fone de ouvido da Bose [esqueci de tirar foto], porta USB e tomada universal. Aliás, a AF me contou que estão substituindo os fones da Bose pela marca Denon.

Pro lado da frente estava o controle da posição de assentos, da cortina e também o joystick do IFE.

Pelo fato do joystick ser touchscreen você consegue fazer todos os comandos da TV direto por esta tela.

A TV de 24 polegadas é HD e o IFE tem uma interface rápida, intuitiva e bem user-friendly. 

A programação era bem vasta – inúmeros filmes, séries, canais de músicas e jogos.

A comissária então veio e me entregou os amenities.

O pijama é em tom azul marinho, enquanto que as pantufas são pretas – acho que poderiam ter combinar né?

Ele é de algodão de ótima qualidade e veio embalado em uma pasta elegante.

Detalhe do silk na camiseta com a marca “La Première”.

O saco onde veio a pantufa (que é acolchoada) também vem com o silk e é ideal para você guardar sapatos na mala.

A bolsinha do amenity kit não tem marca e sinceramente achei “simples”. Mas os produtos oferecidos dentro dela são da Carita. Além disto, os passageiros recebem um voucher promocional que a cada 150EUR gasto na La Maison de Beauté Faubourg da Carita em Paris, você ganha um tratamento para cabelo ou um penteado.

Bom, não sei se vocês sabem mas gastronomia é o ponto forte da AF e eu conversei muito com a tripulação sobre isto – porque realmente a comida se destaca em vários aspectos. Ela me disse que entre os chefs escolhidos pela Air France para a criação do menu de bordo da La Première em 2018, estavam Joël Robuchon, Anne Sophie Pic, Régis Marcon e Guy Martin.

Ainda durante nossa conversa, ela contou que os chef’s se revezam para preparar novas criações exclusivas para o menu La Première (que vai se alternando em ciclos), tentando sempre oferecer o melhor das delícias gourmet da França.

No meu caso, o menu do meu voo era elaborado pelo Régis Marcon – chef que já acumula 3 estrelas Michelin.

Gostei de ver o fato do cardápio ter a opção impressa também em Português.

Você começa a notar que o serviço é diferenciado já pela louça, pães, manteiga e até o saleiro e pimenteiro. Tudo é colocado estrategicamente na mesinha de forma harmônica e elegante.

Registrei algumas fotos dos detalhes para vocês verem.

Foram oferecidos 3 tipos de azeites da marca A L’olivier.

O serviço começou com champagne e caviar – confesso que exclusivamente nesta etapa a apresentação deixou a desejar. Depois que fiz esta última volta ao mundo minha em Novembro eu vi cada apresentação bela e impecável na hora de servir o caviar, que comparando agora acho que é um ponto que a AF pode melhorar.

Mesmo assim merece o destaque por terem usado a colher de madre-pérola.

Logo em seguida veio o gaspacho (sopa) de tomate e melão – estava muito boa!

Em seguida um nougat de frango com foie gras – olha esta apresentação Brasil! Uma maravilha!

O bacana da salada é que ela é customizável – você escolhe os ingredientes e eles montam na hora pra você – ponto super positivo!

De prato principal optei por um dos pratos “propostos” pelo Régis Marcon – vieiras com lagostins – também nota 10!

A parte da apresentação dos queijos após a refeição também não deixa nada a desejar – apesar do cheiro ser bem peculiar e forte, rs. Poucas vezes fui servido com figo dentro do avião – e eu particularmente adoro!

E por fim a sobremesa [Tatin com calda de camarelo]- também elaborada por um outro chef chamado Phillipe Urraca – que tem o título nada menos que o Meillur Ouvrier da França em técnicas de confeitaria.

Notem o detalhe de um papelete de ouro em cima do doce.

Para arrematar – como se ainda coubesse mais comida – me ofereceram esta caixinha com hóstias de chocolate da marca Michel Cluizel.

Fui então para o banheiro me trocar enquanto a comissária se oferece para preparar minha cama. No toalete da Primeira Classe você encontra produtos tanto da Clarins quanto da Carita.

Antes da comissária forrar a cama eu registrei algumas fotos da poltrona na posicão horizontal – vejam que ela é total flatbed. A cama tem  2,01 metros de extensão, além de braços do assento totalmente retráteis, oferecendo um espaço de 77 centímetros de largura.

Mesmo tendo algumas “emendas” nas partes do assento ela não compromete o conforto, já que é utilizado um colchonete para forrar a poltrona.

O travesseiro vem com fronha de algodão escovado que proporciona uma maciez na hora de dormir sem igual! Quando voltei minha cama já estava arrumada e linda. Toda a roupa de cama é da Sofitel – então dispensa comentários no quesito qualidade e conforto.

A suite também tem uma divisória retrátil que te garante ainda mais privacidade caso você não queria fechar as cortinas. Nesta foto abaixo a cortina está fechada – então vocês conseguem notar a privacidade total que o assento oferece.

Bom, dormi igual um “bebê” e só fui acordar em São Paulo – pedi então o café da manhã – quando ela me pergunto o que eu queria, disse assim “Tudo que tem!”, rs. E assim ela preparou! Foi uma baita teste pra mesinha que provou que seu espaço é o suficiente para ter vários pratos juntos ao mesmo tempo.

Ah, e quase já ia me esquecendo – conforme eu já tinha contado pra vocês desde o meu voo de ida que foi executiva – a Air France sabia que eu estava à bordo, e me presenteou com este kit – nem preciso falar que amei né? Principalmente as aeromoças de Playmobil.

Bom, conforme falei da outra vez que viajei com eles, posso sem dúvida alguma afirmar que a AF tem um produto EXTREMAMENTE competitivo se comparada à cias asiáticas e do Oriente Médio com um atendimento impecável, cordial e acima de tudo com a delicadeza de um serviço francês.

A experiência que tive ao novar novamente na First com a AF me remeteu aos anos dourados da aviação (os quais não vivi) onde elegância e excelência em serviço eram fatores primordiais em uma classe premium.

E vocês, já viajar na First da AF? Como foi sua experiência?

Avaliação

  • Check-in:
  • Embarque:
  • Poltrona:
  • Atendimento:
  • Refeição:
  • Entretenimento de bordo:
  • Amenity Kit:
  • Internet:
  • Pontualidade:
  • Limpeza:
Média
9.6

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliações de voos, salas vips, hotéis, cartões de crédito e promoções.