fbpx

Qatar Airways lança programa para passageiros compensarem as emissões de carbono em seus voos

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A Qatar Airways, em parceria com a IATA, divulgou o lançamento de um programa voluntário de compensação de carbono para passageiros que voarem com a companhia. Todas as contribuições recebidas por meio do programa serão direcionadas ao projeto Fatanpur Wind Farm, na Índia, por meio de um parceiro da companhia aérea, chamado ClimateCare.


O programa

A Qatar Airways, IATA e a ClimateCare se juntaram para a criação de um programa de compensação das emissões de carbono nos voos em que a companhia opera mundo afora. O programa é voluntário e estará disponível em todas as compras de voos feitas a partir do site ou app da companhia.

As emissões serão compensadas por meio do projeto “Fatanpur Wind Farm” na Índia. Este projeto instalou geradores de turbina eólica (WTGs) com uma produção combinada de 108 MW para gerar e fornecer eletricidade limpa para a Indian National Grid.

O projeto consiste em 54 turbinas eólicas, instaladas dentro e ao redor das aldeias de Taluk Dewas, Tonkkhurd e Tarana Taluk nos distritos de Dewas e Ujjain de Madhya Pradesh. As turbinas substituem a eletricidade gerada de fontes de combustível fóssil, reduzindo a emissões de carbono. Este projeto, segundo a Qatar, evita cerca de 210.000 toneladas de emissões de gases de efeito estufa anualmente.

O programa foi aprovado pela organização de auditoria independente Quality Assurance Standard.


O que diz a Qatar Airways e a IATA

“Temos o prazer de oferecer aos nossos clientes a oportunidade de compensar as emissões de carbono associadas às suas viagens conosco. Como uma companhia aérea ambientalmente responsável, nossa moderna frota de aeronaves tecnologicamente avançadas, juntamente com nosso programa de eficiência de combustível, se combinam para otimizar o desempenho da aeronave e reduzir o impacto ambiental do voo. Nossos clientes agora podem ajudar a minimizar ainda mais o impacto ambiental, optando por contribuir com nosso programa de compensação de carbono”, disse o CEO da Qatar Airways, Akbar Al Baker.

“Estamos muito satisfeitos em dar as boas-vindas à Qatar Airways ao Programa de Compensação de Carbono da IATA. O compromisso dela destaca a determinação de nossa indústria em reduzir o impacto no meio ambiente, permitindo aos clientes a oportunidade de fazer o mesmo em suas próprias viagens. Não há alternativa para a aviação quando se trata de viagens de longa distância e a compensação de carbono é um meio imediato, direto e pragmático de limitar o impacto das mudanças climáticas”, disse o CEO da IATA, Alexandre de Juniac.


A companhia ainda informou que suas operações não dependem de nenhum tipo específico de aeronave. Segundo a Qatar, sua variedade de aeronaves modernas com baixo consumo de combustível significam que ela pode continuar voando, oferecendo a capacidade certa em cada mercado.

Devido ao impacto da COVID-19 na demanda de viagens, a companhia aérea decidiu suspender as operações com o Airbus A380, pois não considera comercialmente ou ambientalmente justificável operar uma aeronave tão grande no mercado atual.

A frota da companhia aérea de 52 Airbus A350 e 30 Boeing 787 é a escolha atual para as rotas de longo curso para a África, Américas, Europa e regiões da Ásia-Pacífico.

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.