fbpx

Quais são os fatores importantes para uma boa Classe Executiva?

Notícias

Por Alexandre Zylberstajn

Há algumas semanas voei na nova executiva da Latam entre Guarulhos e Madrid. Na minha opinião, foi um excelente retrofit realizado pela empresa. Agora todos os passageiros têm acesso direto ao corredor, bastante espaço, conforto e privacidade!

Apesar disso, ontem numa conversa com um amigo avgeek me flagrei reclamando de algumas escolhas que a LATAM fez:

A mudança da LATAM foi muito boa, exceto pelo fone, ausência de internet e o amenity kit”

Por um segundo me senti um daqueles caras chatos, que reclamam de tudo. Antes, criticava a empresa por ter 7 assentos por fileira e, agora, mesmo sendo um produto muito bacana, lá estava eu criticando por outros motivos.

No final das contas, eu me perguntei quais eram os fatores que eu mais valorizo ao viajar em classe executiva – e, a partir dai, eu resolvi fazer minha listinha de prioridades para classe executiva – dentro do avião!


Viajar Deitado

É meu quesito número 1 e o mais importante: assentos que deitam 100%. Eu realmente valorizo viajar completamente deitado na classe executiva. Pago a mais por isso e evito assentos do tipo TOBOGÃ como o da Ethiopian, TAP (nos aviões antigos), Condor, entre outras.

DCIM101GOPROGOPR4705.

Assento “TOBOGÔ na TAP

A antiga classe executiva da LATAM deitava bastante, mas a parte de cima do encosto ficava levantada. Eu ia “bem” – chegava descansado, mas sentia que não era 100% flat..

DCIM101GOPROGOPR4513.

Assentos tipo “Recliners”, que a COPA, Norwegian ou Avianca Internacional oferecem em boa parte dos seus voos, eu não gosto – nem considero como executiva. Eles não trazem o conforto que julgo necessário para realmente descansar em um voo longo:

DCIM100GOPROGOPR2868.

Executiva Copa

Para meu perfil, esse é a única coisa com a qual sou mais chato. Claro que tenho preferência por assentos que oferecem outros itens de conforto além deste, mas já os considero como pontos positivos e não exigências mínimas.


Não viajar no meio

Depois de “viajar deitado”, meu segundo item da lista é não viajar no “meio do meio”. É bastante desconfortável na classe executiva ter que “pular” passageiros em ambos os lados para sair do assento.

DCIM100GOPROGOPR1670.

777 Turkish Airlines

Se de um lado eu tenho a janela e do outro alguém, até que é ok, mas dos dois lados é algo que me incomoda. Claro que isso muda se estiver acompanhado de familiares. Com crianças pequenas, a coisa se inverte e chega a ser um ponto positivo.


Wi-Fi barato ou gratuito

Depois de “estar deitado” e não viajar no “meio do meio”, meu terceiro item da lista é ter acesso à internet barato.

Sim, apesar de gostar de ficar desconectado por um tempo, eu valorizo ter a opção de me conectar. Seja para trabalhar ou para passar o tempo, wifi é importante para mim.

Inclui a observação de ser “barato” porque de nada adianta ter wifi se custar caro. Minha definição de preço é: Até 20 dólares num voo longo eu pago achando justo. Até 40 eu pago, mas começo a achar caro. Acima disso somente em situações de trabalho (e reclamando).

IMG_7205

4 mb gratuitos da Ibéria – Fala sério!

Agora, não ter acesso à internet é um fator negativo para mim!


Acesso direto ao corredor

Depois de “estar deitado”, não viajar no “meio do meio” e ter a possibilidade de me conectar, meu próximo item da lista é ter acesso direto ao corredor.

DCIM101GOPROGOPR3643.

Poder pegar algo a qualquer momento no bin, ir ao banheiro ou simplesmente dar uma “esticadinha nas pernas”  sem incomodar ninguém são coisas que valorizo bastante. Mais do que a comida, por exemplo.

Aeromexico 787-9 layout 1:2:1 – todos tem acesso ao corredor!

Em geral, esse item vem atrelado à privacidade: assentos que oferecem acesso direto ao corredor oferecem mais privacidade aos passageiros.

DCIM103GOPROGOPR2176.

Assento “trono” na executiva da Swiss – Privativo e espaçoso


Atendimento e Serviço

Uma refeição ruim gera cara feia, mas que logo passa. Por outro lado, o atendimento ser ruim pode estragar o voo e seu humor. Já passei por isso em algumas situações!

Resultado de imagem para COMISSARIA PASSAGEIRO DE PRIMEIRA

Comissaria DELTA que viralizou por conta da gentileza com crianças a bordo!

Comissários solícitos durante o voo podem fazer a diferença!

Agora, o interessante é que nem sempre é possível prever isso. Já tive voos maravilhosos com a South African e alguns em que achei que o comissario ia me agredir de tão rude que me tratou.


Refeições

Depois de “estar deitado”, não viajar no “meio do meio”, ter wifi e ser bem atendido, eu gosto de comer bem, o que inclui uma boa seleção de vinhos!

Executiva Air France

Terminar o serviço com uma sobremesa deliciosa, como sundae ou Haagen Dazs, arranca sorrisos extras! 😉

img_2066

Carrinho da Alegria da Delta no final do serviço

Dentro deste quesito “refeições”, eu incluo a maneira como o serviço é feito. Ter a entrada e o prato principal servidos de uma só vez não é algo que me incomoda tanto, mas ter a opção de escolher é bem vindo.


Espaço

Ter espaço dentro do avião é bom. Costumo viajar com celular, passaporte, fone de ouvido, carteira e mais alguns cacarecos. Ter compartimentos de fácil acesso para guardá-los gera conforto!Nova Nova Executiva da Latam

Às vezes temos espaço, mas sem privacidade! Entre privacidade e espaço, eu fico com espaço. Vejam que beleza essa executiva da Oman Air que o Fabio experimentou. Muito espaço, mas sem privacidade.

Executiva Oman a330


Privacidade

Apesar de não me incomodar tanto, é bom ter privacidade.

QSuite Qatar – Super Privativas

Costumo preferir os assentos mais “fechados” ou que têm divisórias.

Suites da Delta

Sempre que posso, evito os assentos que deixam um passageiro frente a frente com o outro 100% do tempo.

Executiva Antiga United – Assentos invertidos (Foto TPG – The Points Guy)


Fones de Ouvido

A não ser que tenha certeza de que terei um bom fone de ouvido, eu levo o meu próprio BOSE e não me importo – já até me acostumei a sempre carregá-lo nas viagens.

Fone “fraco” da Aeromexico

(Não tenho certeza se este quesito merece estar tão abaixo na lista, mas os outros sem dúvida são mais importantes).


Cobertor e Travesseiro

O cobertor e o travesseiro da classe executiva me ajudam a dormir melhor. Não me importo do avião estar gelado se tenho uma boa coberta: até durmo melhor se for assim.

Por outro lado, uma daquelas mantinhas finas e, como diria o Fabio, “xuxulentas” atrapalham a experiência agradável de se viajar em executiva.

Cobertor TAAG: segundo o Fábio, “xuxulento”!


Pijamas

Pijamas são mimos legais e dos quais gosto bastante, mais até que necessaires extravagantes. Além de usar durante os voos,  em casa eu praticamente só durmo de pijamas distribuídos nos aviões. O que recebi da Qantas já encolheu 15 cm nas pernas, ainda assim eu o uso sempre! Coisa de #AVGEEK

Qantas B747 Business Class-015

Pijama distribuído na Executiva da Qantas

Costumo viajar de roupas bem confortáveis ou levar meu próprio pijama para usar nos voos, especialmente nos noturnos. Ahh, isso me faz lembrar que na última viagem o Fábio esqueceu de levar o pijama dele e eu emprestei o meu. FÁBIO, DEVOLVA MEU PIJAMA DA LUFTHANSA!!!


Amenity Kit

Eu acho que um bom amenity kit é legal, mas como viajo até que bastante e já tenho vários em casa, não é algo que valorizo tanto. Assim como todos os quesitos acima, este também varia de acordo com o perfil de cada um, mas com uma diferença: penso que ele está mais diretamente relacionado à frequência com a qual a pessoa viaja em classe executiva do que com seu perfil.

Screen Shot 2015-11-25 at 14.39.22

Amenity Kit da AA em 2017

Exemplificando: você já passou pela classe executiva na hora de desembarcar, viu uma necessaire jogada no assento e “PUMBA“: passou a mão e levou para casa (#quemnunca?)? Já parou para pensar por que o passageiro que a recebeu não se deu ao trabalho de levar embora? Na maioria dos casos é porque simplesmente as pessoas não valorizam aquilo ou já tem tantas, que simplesmente deixam no avião!

Agora, se for uma mini Rimowa, a coisa muda! Rs. Até procurei, mas nunca vi alguém deixar de levar uma mini Rimowa – mesmo na primeira classe.

IMG_2304

Ainda neste quesito, uma necessaire funcional me faz levá-la para casa! Vocês sabiam, por exemplo, que o amenity kit da Iberia serve como uma capa perfeita para o mini ipad?

IMG_7163

As temáticas também são ótimas e podem ser presentinhos para os pequenos.

Amenity Kit United – Homem Aranha


A lista final de prioridades

Resumindo, minha lista de quesitos para uma boa viagem de executiva ficou assim:

  1. Viajar Deitado
  2. Não viajar no meio
  3. Internet barata ou gratuita
  4. Acesso direto ao corredor
  5. Atendimento e Serviço
  6. Refeições
  7. Espaço
  8. Privacidade
  9. Fones de Ouvido
  10. Cobertor e Travesseiro
  11. Pijamas
  12. Amenity Kit

Minha lista deve ser diferente da sua, afinal cada um tem sua própria preferência! Além disso, a situação em que se viaja também pode fazer a prioridade dos quesitos mudarem. Durante uma viagem com meu filho pequeno, sentar ao lado dele se torna um fator MUITO mais importante. Para quem viaja em lua de mel, assentos “honeymoon” podem ser legais para a experiência. Já para quem viaja a trabalho num voo diurno, wifi pode ser o quesito número 1!

OBS: Atrelado a tudo isso vem a questão do preço, que desconsiderei nesta análise 😉

E para você: quais são os fatores mais importantes para uma boa viagem em classe Executiva? Ser bem atendido? Um bom assento? Refeições saborosas? Acham que exagerei na prioridade de algum item?

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliações de voos, salas vips, hotéis, cartões de crédito e promoções.