fbpx

As melhores maneiras de gerar pontos no ALL – Accor Live Limitless

Notícias

Por Raimundo Junior

Nos dias atuais, não é uma tarefa fácil responder à pergunta sobre quais as melhores maneiras de gerar pontos no ALL – Accor Live Limitless a custo razoável. Depois da piora generalizada que tivemos em 2020, nas taxas de transferências dos programas de fidelidade de empresas aéreas para o programa da Accor, só com muito malabarismo para conseguir gerar pontos no ALL – Accor Live Limitless a um custo atrativo.

pular para…

  1. Entendendo o que é o programa ALL – Accor Live Limitless
  2. O que são os pontos ALL
  3. O modo originário de gerar pontos no ALL – Accor Live Limitless
  4. Quanto valem os pontos ALL – Accor Live Limitless?
  5. Meios derivados de gerar de pontos no ALL – Accor Live Limitless
  6. Transferências de milhas e pontos de programas de fidelidade
  7. As compras bonificadas
  8. O custo efetivo de geração de pontos ALL – Accor Live Limitless
  9. As alternativas de transferência a custo razoável
  10. Questões a considerar
  11. Comentário

Entendendo o que é o programa ALL – Accor Live Limitless

Antes de seguir para tentar encontrar as melhores formas de gerar os pontos, vale reprisar o que é o programa.

O ALL – Accor Live Limitless é o programa de fidelidade da rede francesa de hotéis Accor Hotels, criado em dezembro de 2019, como antecipamos aqui, em substituição ao antigo programa Le Club, que trouxe a incorporação de novas marcas ao programa, como Mantis, Tribe, Mövenpick, Mantra, dentre outros, além de uma nova categoria top-tier, a Diamond.

É um programa de fidelidade lifestyle, que além de oferecer recompensas por hospedagem, engloba experiências em reservas de espaços de trabalho, eventos e restaurantes.

Por fim, permite utilizar os pontos gerados como parte dessas recompensas, para pagamento de hospedagens e outros serviços prestados pelos hotéis da rede Accor Hotels, vinculados ao programa.


O que são os pontos ALL

Os pontos ALL, também conhecidos como Pontos Reward, são recompensas por hospedagens, reservas de espaços de trabalho, consumo em restaurantes e outros serviços fornecidos pelos hotéis da Rede Accor Hotels, associados ao programa ALL – Accor Live Limitless.

A métrica de pontuação não é tão simples de ser avaliada. É resultante de um cálculo que mescla a bandeira do hotel, com o status que detém o cliente no momento do check-in.


O modo originário de gerar pontos no ALL – Accor Live Limitless

A forma originária de geração de pontos ALL, é através de hospedagem nos hotéis da Accor associados ao programa ALL – Accor Live Limitless, assim como o consumo em seus restaurantes, além de outros serviços, como reserva de espaços de trabalho, meeting-room, etc.

  • Pontuação padrão

A pontuação padrão concedida em hospedagens, tem métrica variável conforme critérios relativos à bandeira do hotel e o status do cliente, como mostra o quadro abaixo:

Gerar pontos ALL Accor

O cálculo pode ser assim resumido:

  • converte-se o valor da reserva em euros;
  • divide-se esse valor por 10;
  • multiplica-se o resultado pelo índice referente ao status do cliente, conforme o hotel em que a hospedagem é feita, na forma mostrada no quadro acima.

Para exemplificar, imaginemos que um cliente com status Gold, que tenha se hospedado num Hotel Mercure, que é enquadrado na faixa geral (todas as marcas Accor participantes). O valor da reserva, convertido em euros, tenha sido de 200 euros. Divide-se esse valor por 10 (pontos por cada 10 euros de gastos), o que resultará no valor 20, então multiplica-se por 37 (multiplicador para o Gold, nessa categoria de hotel). O resultado será um acúmulo de 740 Pontos Rewards, assim como 500 Pontos Status.

Nessa mesma condição de hospedagem, um cliente com status básico (Classic), ganharia 500 pontos, já que o multiplicador aplicado seria 25 pontos por cada 10 euros gastos.

  • Pontuação diferenciada

O que tem ajudado bastante no acúmulo desses pontos ALL, são as campanhas de pontuação diferenciada que o programa ALL – Accor Live Limitless tem feito com frequência, a exemplo da promoção oferecendo 2.000 pontos por hospedagem de duas ou mais diárias, ou a que concedeu 6.000 pontos por três hospedagens, cada uma com no mínimo duas diárias.

  • Outros produtos e serviços

Por fim, outras formas de geração originária de pontos ALL, são a utilização de produtos e serviços, como consumo em restaurantes de hotéis participantes, reservas de Room Office ou Coworking com WOJO, ou realização de reunião de trabalho, eventos e festas.

O consumo em restaurantes de hotéis participantes é recompensado com 1 ponto para cada euro gasto. Em gastos com reuniões, conferências e eventos noturnos, a recompensa é de 1 ponto a cada 2 euros gastos.

Merece destacar que as reservas de espaços de coworking WOJO, que foram realizados entre 30/06 e 31/12/2020, permitiram o acúmulo de até 6.000 pontos ALL.


Quanto valem os pontos ALL – Accor Live Limitless?

A precificação exata em moeda, é um dos maiores diferenciais dos pontos ALL – Accor Live Limitless.

Ao invés de possuir uma tabela separada para a realização de reservas com pontos, o programa simplesmente atribui valor exato, em euros, a esses pontos.

Assim, cada bloco de 2.000 pontos ALL – Accor Live Limitless, vale 40 euros.

Dessa forma, ao invés do usuário preocupar-se em saber se haverá disponibilidade para reservar o hotel de sua preferência com pontos, simplesmente vai buscar o hotel, como se fosse efetuar o pagamento em dinheiro.

Durante a reserva e/ou no check-out, basta converter seus pontos à razão de 40 euros para cada lote de 2.000 pontos, o que permite que pague, parcial ou totalmente, o custo da hospedagem e demais despesas, com pontos.

Apenas a título de registro, no passado havia a opção de emitir o voucher em meio físico, tanto em euro quanto em dólar. Assim, era possível emitir vouchers de 60 dólares ou 40 euros, correspondentes aos mesmos 2.000 pontos ALL.


Meios derivados de gerar pontos no ALL – Accor Live Limitless

Essa é a questão que realmente nos interessa na presente matéria. As formas alternativas de gerar pontos ALL – Accor Live Limitless em grande volume.

Porque, a depender apenas da pontuação que se ganha em hospedagem, exceto em promoções, seria impossível fazer saldo para pagar estadias excepcionais, como a que teve nosso amigo Dymitri Leão, no Pullman Maldivas.

Para isso, temos as transferências de milhas e pontos de outros programas de fidelidade, além de compras de varejo em lojas parceiras (na França).


Transferências de milhas e pontos de programas de fidelidade

Esse é o grande campo de geração de pontos ALL, sem o qual não falaríamos de hospedagens maravilhosas como as feitas por Dymitri ou Lorenzo, em suas últimas viagens de férias, usando pontos do programa.

Para nós brasileiros, as principais formas derivadas de gerar pontos no programa ALL – Accor Live Limitless, são os envios dos parceiros Livelo, Smiles, LATAM Pass e TudoAzul.

Analisemos cada um deles, na ordem decrescente do que consideramos as melhores opções:

  • Transferência de pontos Livelo para o programa ALL – Accor Live Limitless

A parceria teve início em abril de 2017, com a taxa de conversão de 2,5:1. Isso foi um alento, porque de alguma forma, repôs a perda da parceria com o Itaú Sempre Presente, que havia sido encerrada em março de 2015 (embora fosse melhor, porque a taxa era 2:1). Requer a transferência mínima de 2 mil pontos Livelo por operação.

Gerar pontos ALL Accor

Antes das mudanças abruptas que os programas de fidelidade de companhias aéreas implementaram em 2020, não era a melhor forma de gerar pontos ALL, porque, embora tivesse taxa levemente inferior, a triangulação, aproveitando as promoções de transferência bonificada para os outros programas, potencializava a operação.

Assim, quem pretendesse mandar 100 mil pontos Livelo para o ALL, que geraria 40 mil pontos no programa da Accor, na conversão 2,5:1, poderia aguardar uma boa promoção bonificada pro LATAM Pass, por exemplo, e fazer uma triangulação.

Numa promoção de 80% de bônus, o que sempre houve com alguma regularidade, os 100 mil pontos Livelo se transformavam em 180 mil pontos LATAM Pass. Depois que os pontos e bônus era creditados, bastava enviar ao ALL, que na época tinha taxa de 3:1 (LATAM Pass para ALL), para que os 180 mil pontos (LATAM Pass) se transformassem em 60 mil pontos ALL, 50% a mais que a transferência direta da Livelo.

No entanto, a drástica piora das taxas de transferência dos programas das três aéreas nacionais, simplesmente fulminou essa opção, transformando a transferência Livelo para ALL – Accor Live Limitless, não apenas na melhor forma de geração derivada de pontos no programa da Accor, como a única minimamente viável.

Aliás, vale elogiar a estabilidade da Livelo, que mantém a taxa de conversão inalterada desde o início da parceria, o que demonstra respeito ao consumidor.

Só falta voltar a fazer uma boa promoção para essa transferência, como a que fez em abril de 2019, quando ofereceu pointsback de 20% nas transferências para o então Le Club.

  • Transferência de milhas Smiles para o programa ALL – Accor Live Limitless

Essa parceria teve início em março de 2015, quando o programa ainda se chamava Le Club, com uma taxa de conversão que começou em 3:1, anunciada como promoção de lançamento, como mostramos aqui no PP.

Pouco depois, em abril de 2015, essa taxa foi ajustada para 4:1 (3,8:1, para clientes Clube Smiles), o que em verdade, não era surpresa, nem reajuste, porque no início da parceria já foi apontado que a taxa de 3:1 era promocional.

Aliás, após o ajuste (ou reajuste, caso prefiram), houve diversas promoções em que era possível transferir com a taxa original de 3:1, a exemplo dessa, que noticiamos em janeiro de 2016.

Contudo, a festa acabou em abril de 2020, quando o Smiles reajustou a taxa de transferência para péssimos 6:1, ou 5:1 (Clube Smiles ou Diamante, no último  caso).

Gerar pontos ALL Accor

Com essa taxa regular de conversão, a vantagem de transferir milhas Smiles para a Accor ficou muito reduzida, ou até mesmo nula, como mostraremos em tópico adiante.

Apesar disso, é o segundo melhor meio de gerar pontos ALL, no momento, o que mostra que a situação não anda nada favorável.

  • Transferência de pontos LATAM Pass para o programa ALL – Accor Live Limitless

A parceria iniciou quando a companhia aérea ainda era TAM e os programas de fidelidade se chamavam TAM Fidelidade e Le Club, no início dos anos 2000.

Essa, por muito tempo, foi a melhor maneira de gerar pontos ALL (Le Club), pois a taxa de transferência era 2:1. Em verdade, em algumas promoções, essa taxa foi reduzida para 1:1.

Aliás, nessa época a parceria Le Club – Iberia Plus, permitia gerar 5 pontos no programa da Iberia, ao enviar 2 pontos Le Club. Assim, empilhando as duas promoções, muitos brasileiros que já eram antenados no mercado de milhas, transformaram 1 ponto TAM Fidelidade, em 2 avios no Iberia Plus, triangulando pelo Le Club, o que é algo surreal, sabendo o valor dos avios.

A partir de 31/05/2015, a taxa de conversão passou para 3:1.

Vale registrar que a mudança foi feita inicialmente em abril, sem prévio aviso, mas a Multiplus voltou atrás, como mostramos aqui.

De todo modo, a contar de 31/05, a taxa passou a ser 3:1, o que gerou muitas reclamações. Éramos felizes e não sabíamos! Rs

Em março de 2020, houve uma mudança abrupta nesse índice de transferência, passando de 3:1, para 5,68:1, ou seja, quase duplicou.

Gerar pontos ALL Accor

Com essa mudança, o LATAM Pass assumiu a liderança do programa com a pior taxa de transferência para o ALL de todo o mercado. Mas tinha concorrente no olho no prêmio!

  • Transferência de pontos TudoAzul para o programa ALL – Accor Live Limitless

O programa de fidelidade da Azul foi o último a firmar parceria com o ALL – Accor Live Limitless (à época, ainda Le Club), o que ocorreu em 05/2019, como mostramos nessa matéria.

A taxa de transferência padrão foi estipulada em 3:1, mas, em comemoração ao início da parceria, foi oferecida até 31/05, a melhor taxa do mercado, com conversão de 2,5:1 para os clientes TudoAzul, e 2,25:1, para os clientes Diamante, Clube TudoAzul, ou TudoAzul Itaucard, o que era excelente, já que a parceria se iniciou num período em que a taxa de câmbio já era bastante elevada.

O sucesso foi tão grande, que logo nos primeiros dias o TudoAzul precisou limitar as transferências a 5 lotes quinzenais.

Oito meses após, em janeiro de 2020, o TudoAzul fez um reajuste considerável na taxa, passando para 5:1, para os clientes TudoAzul, e 4:1, para os clientes Diamante, Clube TudoAzul, ou TudoAzul Itaucard.

Foi um reajuste considerável, e choveram reclamações, inclusive do Passageiro de Primeira, como mostra nossa publicação de 14/01/2020.

Olhando pelo retrovisor, até podemos reconhecer que a mudança, embora indigesta, ainda mantinha alguma razoabilidade, porque permitia gerar pontos ALL a um custo aceitável.

Entretanto, em 30/09/2020, fomos todos surpreendidos com a bombástica alteração da taxa de transferência em 100%, como noticiamos aqui.

Gerar pontos ALL Accor

Com a mudança, o índice de conversão passou para 10:1, para os clientes TudoAzul, e 8:1, para os clientes Diamante, Clube TudoAzul, ou TudoAzul Itaucard. Considerando a taxa inicial de transferência do lançamento, 2,5:1, a nova taxa geral de 10:1, significa um intragável reajuste de 300%, isso num período de 16 meses.

Com isso, o TudoAzul tomou pra si o troféu nada elogiável de pior taxa de transferência pro ALL – Accor Live Limitless do mercado.

Com essa taxa, simplesmente não faz sentido a transferência, o que é lamentável, porque até então, era um dos pontos que tornavam o TudoAzul muito atrativo.


As compras bonificadas

Apenas a título de curiosidade, vale registrar que também é possível ganhar pontos ALL – Accor Live Limitless, nas compras em lojas parceiras.

O inconveniente é que é restrito ao mercado francês, o que reduz bastante essa opção.

Como se vê acima, há uma enorme lista de parceiros em que o custo das comprar pode gerar pontos para o programa da rede hoteleira.

Em regra, o benefício é de 1 ponto para cada euro gasto, embora haja ofertas especiais com pontuação superior, que pode passar de 4 pontos por euro.


O custo efetivo de geração de pontos ALL – Accor Live Limitless

A quantificação do custo de geração de milhas ou pontos, em qualquer programa de fidelidade, é uma questão das mais polêmicas, não encontrando uniformidade nem no âmbito interno da nossa equipe.

Assim, deve-se registrar que a avaliação abaixo parte da opinião pessoal deste editor.

Na visão aqui adotada, falaremos do custo de geração derivada dos pontos ALL, decorrente da transferência dos programas de fidelidade acima comentados.

Para tanto, buscaremos levar em consideração o menor valor pelo qual é possível comprar milhas ou pontos no respectivo programa, em campanhas regulares.

Para os pontos livelo, tomaremos o valor das promoções regulares, de 42 reais o milheiro, porque esse é o valor pelo qual a Livelo regularmente vende promocionalmente, aplicando desconto de 40%.

TudoAzul, LATAM Pass e Smiles, consideraremos o milheiro a 21 reais, porque, não raramente,  são feitas promoções em que é possível comprar milhas/pontos com até 70% de desconto.

A propósito, ainda que você imagine que seus pontos do cartão de crédito são gratuitos, consideramos que a(o) milha/ponto depois de gerada(o), passa a ter valor, e os valores são, no mínimo, os acima expostos.

Para exemplificar, digamos que você tenha ganhado 100 mil pontos no TudoAzul, ao utilizar seu cartão de crédito em compras. Por considerar que não lhe custou nada, mande tudo para o ALL, a despeito da taxa de conversão pouco atrativa.

Caso precise fazer uma viagem, terá que emitir um bilhete pagante, ou precisará comprar milhas por, no mínimo, os valores acima.

Assim, na visão desse editor, as milhas e pontos sempre têm custo, quer efetivo ou potencial.

Dito isto, passemos à análise do custo de geração em cada caso:

  • Custo dos pontos ALL – Accor Live Limitless com transferência da Livelo

Levando em conta o custo do milheiro Livelo a 42 reais, e que a taxa de conversão é 2,5:1, temos o custo do milheiro ALL a 105 reais.

Como a melhor referência é o lote de 2.000 pontos ALL, que vale 40 euros, temos o custo de 210 reais em pontos Livelo, para gerar esses 2.000 pontos ALL, ou 40 euros.

Considerando o câmbio médio de R$ 6,50 das últimas semanas, teríamos um valor equivalente de 260 reais.

Já que os pontos ALL representam valor em euro, outra forma de quantifica-los é chegar ao valor que esse “Euro-ALL” foi gerado.

Assim, como resultado de uma operação de regra de três simples, temos que se 2.000 pontos ALL, que valem 40 euros, custaram 210 reais em pontos transferidos da Livelo, temos o custo do euro, na operação, de R$ 5,25.

Não é nenhuma barganha, sobretudo quando comparamos às abismais diferenças do custo de emissão de Classe Executiva e Primeira Classe, utilizando milhas. Mas, já é um desconto razoável em relação ao valor do câmbio oficial.

Para simplificar, há uma fórmula reduzida desse cálculo de apuração do valor do “Euro-ALL”.

No caso da Livelo, cuja razão de transferência é 2,5:1, basta multiplicar o valor do milheiro Livelo, pelo fator 1,25 (taxa de conversão, dividida por 2), depois dividir por 10, ou seja: (42 x 1,25 / 10) = (52,50 / 10) = 5,25.

  • Custo dos pontos ALL – Accor Live Limitless com transferência da Smiles

Tendo como parâmetro o valor do milheiro Smiles a 21 reais, usando a taxa de conversão de 5:1 pra cliente Clube Smiles ou Diamante, ou 6:1 para os demais clientes, temos o custo do milheiro ALL de 105 reais (clube ou diamante), e 126 reais (cliente Smiles).

Para gerar os 2.000 pontos, equivalentes a 40 euros, temos o custo de 210 reais (clube ou diamante), e 252 reais (cliente Smiles).

Considerando que esses 40 euros valeriam cerca de 260 reais, no câmbio de R$6,50, há razoável margem de vantagem para o cliente Clube ou Diamante. Já para os  demais clientes Smiles, não há praticamente nenhuma vantagem.

O valor do “Euro-ALL”, nessa situação, seria de 5,25 (Clube e Diamante) e R$6,30, para os demais clientes. Para o cliente sem status máximo ou clube, portanto, teríamos uma vantagem pífia.

Usando a fórmula de simplificação, temos:

– Cliente Clube Smiles ou Diamante: (21 x 2,5 / 10) = (52,50 / 10) = 5,25
– Cliente Smiles: (21 x 3 / 10) = (63 / 10) = 6,30

  • Custo dos pontos ALL – Accor Live Limitless com transferência do LATAM Pass

Consideramos o custo do milheiro LATAM Pass, no mesmo valor que o do Smiles a 21 reais. A diferença está na taxa de conversão, que é 5:68. Isso eleva o custo do milheiro ALL, nessa modalidade, para R$119,28.

Gerar pontos ALL Accor

Valor do ponto LATAM Pass com 70% de desconto, na promoção de 11/2020

Para gerar os 2.000 pontos, que valem 40 euros, o custo será de R$238,56. Esse é um valor ligeiramente menor que os 260 reais que custariam comprar 40 euros no câmbio de R$6,50.

O valor do “Euro-ALL”, nessa situação, seria de 5,96. Uma margem muito reduzida, considerada a limitação de uso do “Euro-ALL”.

Usando a fórmula de simplificação, temos: (21 x 2,84 / 10) = (59,64 / 10) = 5,964

  • Custo dos pontos ALL – Accor Live Limitless com transferência do TudoAzul

Igual ao LATAM Pass e Smiles, consideramos o milheiro do TudoAzul a 21 reais. Só que nesse caso, as taxas de conversão são de 8:1 (Clube, Diamante e TudoAzul Itaucard) e 10:1 (demais clientes). Isso eleva o custo do milheiro ALL, nessa modalidade, para R$168 (Clube, Diamante e TudoAzul Itaucard), ou R$210 (demais clientes).

Para gerar os 2.000 pontos, que valem 40 euros, o custo será de R$336,00 (Clube, Diamante e TudoAzul Itaucard), ou R$420,00 (demais clientes). Esse é um valor muito maior que os 260 reais que custariam comprar 40 euros no câmbio considerado, de R$6,50.

O valor do “Euro-ALL”, nessa situação, seria de R$8,40 (Clube, Diamante e TudoAzul Itaucard), ou inacreditáveis R$10,50, para os demais clientes. Dispensa comentários.

Usando a fórmula de simplificação, temos:

– Clube, Diamante e TudoAzul Itaucard: (21 x 4 / 10) = (84 / 10) = 8,40
– Demais clientes: (21 x 5 / 10) = (105 / 10) = 10,50.

Os cálculos acima demonstram com clareza que somente faz sentido converter pontos TudoAzul em pontos ALL, em raríssimas situações. É o caso de prescrição iminente, quando não haja qualquer emissão de bilhete em vista.

Aquela que foi a melhor transferência do mercado, lamentavelmente, transformou-se numa maneira honrosa de dar uso a pontos em vias de expirar.


As alternativas de transferência a custo razoável

Como mostra o quadro acima, a situação está bastante desfavorável ao consumidor, para a geração derivada de pontos ALL no mercado nacional.

Em verdade, estamos no pior momento para gerar esses pontos, desde que o antigo Le Club começou as parcerias de transferência no mercado brasileiro.

O que salva são as promoções eventuais, que melhoram os custos altos que mostramos acima.

A Livelo, por exemplo, fez uma boa promoção em abril de 2019, oferecendo pointsback de 20%. Nessa promoção, considerando o milheiro Livelo a 42 reais, o euro sairia a R$ 4,20, dado o retorno dos 20% dos pontos para a Livelo.

A Smiles também fez uma boa promoção na última BlackFriday, com 25% em bônus sobre os pontos gerados no ALL. Na promoção, o “Euro-ALL” ficou por R$ 4,20, levando em consideração o custo do milheiro Smiles a 21 reais.

Por fim, podemos citar o bom bumerangue feito entre Livelo e LATAM Pass, em novembro de 2020. Nessa época, estava em vigor uma das promoções excepcionais de venda de pontos Livelo com 50% de desconto.

Naquele bumerangue, era concedido até 45% de bônus sobre os pontos Livelo transferidos para o LATAM Pass. Depois do crédito, o bumerangue trazia de volta até 45% dos pontos transferidos.

Assim, mandando 100.000 pontos Livelo, você teria 145.000 pontos no LATAM Pass. Após o retorno de 45.000 pontos, você só teria usando, efetivamente, 55.000 pontos. Na prática, isso representou um bônus real de 163,33%.

Isso foi possível com o empilhamento do bumerangue com a compra de pontos Livelo a 35 reais o milheiro, permitindo gerar “Euro-ALL” a cerca de R$ 3,72, como mostramos aqui no PP.

Mesmo considerando o milheiro Livelo a 42 reais, que é o valor das promoções mais comuns, teríamos a geração do “Euro-ALL” a R$ 4,46. Ainda é um valor muito bom em relação à cotação oficial para compra da moeda.

Em 2021, ainda estamos no aguardo de alguma boa promoção, que nos permita reforçar nossas posições no programa. Estamos certos que essa é o desejo de muitos!


Questões a considerar

Como dito,  consideremos o programa ALL – Accor Live Limitless, um dos melhores programas de fidelidade de redes hoteleiras. Contudo, tenha em mente que os pontos têm uso limitado aos serviços da rede. Por isso, considere que transformar dinheiro em pontos, só valerá a pena se houver um considerável deságio em relação à cotação da moeda.

Além disso, não é incomum encontrar promoções cujas melhores tarifas não permitem o pagamento em pontos, sobretudo em hotéis do Brasil. Isso reforça o que dissemos sobre o custo da geração dos pontos (euro-ALL), não poder ser próximo do valor efetivo da cotação da moeda.

Ao contrário de dinheiro, que você poderá aplicar e obter rendimentos, os pontos ficam estagnados e estão sujeitos à prescrição. Dinheiro, por outro lado, não vence!

Por outro lado, o programa ALL – Accor Live Limitless, tem um dos maiores e mais diversificados portfólios de hotéis do mercado. Tem, também, segurança e previsibilidade para o uso dos pontos. Então, caso tenha chance de aproveitar alguma promoção para gerar esses pontos com uma boa taxa, não desperdice.


Comentário

O programa ALL – Accor Live Limitless é excelente e a rede hoteleira Accor atende a uma gama diversificada de perfis de clientes. As maneiras derivadas de gerar pontos ALL, por outro lado, estão na pior fase desde que a Accor iniciou os acordos com parceiros brasileiros.

O desafio do programa é redesenhar essas parcerias, ou buscar promoções agressivas, para continuar oferecendo caminhos atrativos para a geração dos pontos ALL. Fazendo isso, o programa estará contribuindo, inquestionavelmente, para o incremento das taxas de ocupação da rede hoteleira Accor.

Promoções são muito bem vindas nesse contexto!

E você, tem tirado proveito das oportunidades de gerar pontos no ALL – Accor Live Limitless? Para conhecer melhor o programa, clique aqui.

Hotéis com Desconto + Selos
Hotéis com Desconto + Selos
5% de desconto + selos no Rewards em estadias até 30 de abril de 2022!
Seguro Viagem com Desconto
Seguro Viagem com Desconto
Desconto especial no seu Seguro Viagem!
Hotéis com Desconto
Hotéis com Desconto
8% de desconto em estadias até 31 de março de 2022!
Compras com Desconto
Compras com Desconto
5% de desconto em itens vendidos e entregues pelo Magalu!
Clube de Milhas
Clube de Milhas
Receba 1.000 milhas por mês + 7.000 milhas bônus na hora!
Gerencie suas Milhas
Gerencie suas Milhas
6 meses grátis do AwardWallet Plus para novos usuários!
Ver todos os cupons

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

10 anos! O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.