fbpx

Bate-papo de Primeira com Hernán Van Norden, fundador do Última Llamada 

Notícias

Por Fábio Vilela

Pessoal, hoje seguimos com o quadro Bate-papo de Primeira com mais um convidado! O fundador do blog Última Llamada, meu amigo e empresário Hernán Van Norden.

Filho de comissária de bordo, a paixão de Hernán por viajar começou logo cedo. Hoje ele é viajante full-time, além de empreendedor e amante de café. Escreve no seu blog sobre companhias aéreas, programas de fidelidade, milhas e pontos, hotéis, destinos e gastronomia. Assim como nós aqui do PP, ele gosta de compartilhar o que sabe com seus leitores e uma de suas maiores alegrias é vê-los viajando pelo mundo com mais conforto em Classe Executiva ou Primeira Classe. Conheça um pouco mais sobre o Hernán, seu trabalho e viagens a seguir.


Raio-x do Entrevistado

1. Nome: Hernán Van Norden
2. Idade: Segundo ele, no equador da vida.
3. Cidade e país de nascimento: Buenos Aires, Argentina.
4. Local de residência atual: Barcelona, Espanha.
5. Endereço do blog e Instagram: Blog www.ultimallamada.com e Instagram @ultima.llamada
6. Como é a sua rotina? O seu blog é o seu único trabalho? Não, de fato nem considero o blog o “meu trabalho”, é mais um passatempo que acabou se tornando muito importante para mim e ocupando uma boa parte da minha vida. Na realidade sou empresário proprietário de alguns restaurantes e um hostel em Barcelona, e a minha rotina consiste em acompanhar e melhorar o desempenho desses negócios.
7. O que fez você começar o seu blog? Com certeza a principal motivação foi a paixão por viajar que me acompanha desde criança. Minha mãe trabalhou por mais de 20 anos como tripulante de cabine, e tive a sorte de viajar o mundo com ela desde muito cedo.
8. Quando você começou? Desde que eu vim morar na Europa, na minha adolescência viajei muito por trabalho, e
também pelo fato de ter a minha família espalhada pelo mundo, fundamentalmente na Argentina e no Brasil. Eu acompanhava alguns blogs de viagens e comecei sentir o desejo de compartilhar essas minhas experiências. Faz três anos que tomei coragem e decidi fazê-lo. Com poucos meses de vida do site, fui convidado para fazer parte do Boarding Area e acredito que aquele foi o empurrãozinho que me faltava para me convencer de que o que fazia podia agradar e ajudar outras pessoas.
9. Qual é o principal assunto/tópico que você escreve? Fundamentalmente sobre programas de milhagem, ofertas de voos e as minhas experiências em diferentes companhias aéreas, hotéis e lounges ao redor do mundo.
10. O que você gosta mais no seu trabalho? Do blog o que mais curto e o fato de justamente não ser um trabalho, nem depender economicamente dele, o que me permite escrever só quando sinto verdadeira vontade e motivação. Sou um sortudo por poder pagar pelas minhas viagens, o que me dá uma independência total na hora de escrever sobre as minhas experiências. Eu pessoalmente valorizo muito isso como leitor, e acredito que os leitores do meu blog valorizam também.
11.Tem alguma coisa que você não gosta no seu trabalho? Olha eu acho que não tem! Eu não gosto dos horários fixos, não consigo lidar com eles. Portanto, um trabalho sem horário é quase perfeito para mim.
12. Qual foi o fato mais memorável que já aconteceu na sua carreira até hoje? Não sei se memorável, mas vinculado com o blog, gosto do fato de ajudar as pessoas a atingir objetivos a se tocarem de que muitas vezes podem viajar em cabine executiva pelo mesmo preço que custaria na econômica. Receber carinho em cada comentário, ou cada vez que me encontram em algum avião, aeroporto, etc… acho que esse agradecimento genuíno não tem preço!
13. Você pode nos contar sobre a sua melhor lembrança de viagem? Vinculado com o blog acho que ter a chance de conhecer lounges de nível do Terminal de Primeira Classe de Lufthansa, ou da Cathay em Hong Kong, ou da Thai Airways em Bangkok são lembranças maravilhosas, e sempre que volto em qualquer um deles sinto o mesmo que na primeira vez. Também voar em cabines vazias sendo o único passageiro é uma coisa que curto muito, é fantástico. Me aconteceu varias vezes, agora vem na cabeça a Primeira Classe da Asiana (FRA-ICN), a Primeira de Lufthansa (EZE-FRA), a Primeira da SWISS (ZRH- YUL) e até na própria Primeira Classe da TAM quando ainda tinha! (CDG-GRU) Já fora do blog, passar a tarde inteira na Playboy Mansion conversando da vida com o Hugh Hefner deve ser provavelmente uma das lembranças de viagem mais inesquecíveis.
14. Qual tipo de viajante você é (econômico, luxuoso, etc)? Eu viajo geralmente em cabines Premium, e se você me perguntar vou te dizer que prefiro investir meu dinheiro nelas do que, de repente, em um mega hotel de luxo. Não que eu não goste, e que não faça, mais se tiver de escolher, priorizo o conforto durante os meus voos.
15. Qual é o seu país favorito no mundo? Por motivos vinculados a minha história emotiva: Argentina, Brasil, Itália e a Espanha… São os 4 países essenciais da minha vida, morei em todos eles e amo profundamente as suas culturas. Fora isso, Japão e Nova Zelândia são os dois lugares que mais me impactaram como viajante, e onde sempre gosto de voltar.
16. Quais são os 3 melhores aeroportos do mundo na sua opinião? Vou dizer: Munich, Singapore Changi e Haneda (Tokyo).
17. Quais são as 3 melhores companhias aéreas do mundo na sua opinião? Singapore Airlines, Cathay Pacific e Lufthansa. Acho a Japan Airlines maravilhosa também, se puder adicionar uma quarta.
18. Você pode nos contar sobre algo divertido ou uma situação atípica que aconteceu durante uma viagem? Encontrar o meu querido e admirado Fábio durante um evento da Lufthansa em Frankfurt, onde nós dois tínhamos sido convidados. Até tiramos uma foto muito engraçada fazendo de conta que estávamos voando na Econômica com cara de bravos. Ainda bem que ele voltou essa mesma noite para o Brasil, senão teríamos ido para “night” e com certeza tudo ia piorar! rsrs
19. Como você está lidando com a quarentena? Relativamente bem, mas tenho “dias”. A parte positiva é que estou passando mais tempo com o meu filho pequeno e fortalecendo esse vínculo. Ao mesmo tempo, estou há 4 meses sem viajar e acho que é um tempo record na minha vida, apesar de estar custando um pouco.
20. O que você mais sente falta sobre viajar? Acho que quem tem costume de viajar muito começa se sentir meio perdido quando tem que passar muito tempo em casa. Acordar todo dia no mesmo quarto é uma experiência estranha para mim, e o fato de não poder planejar viagens futuras a meio prazo é uma coisa que também está me pesando. Eu amo planejar viagens!
21. Qual é o seu próximo destino depois da quarentena? Todos os meus compromissos de viagens deste ano foram cancelados (seja a trabalho ou lazer), mas sem dúvidas a minha primeira grande viagem será Brasil e Argentina,
para abraçar muito a minha família e amigos. Mas como acredito que vai demorar ainda, penso que antes irei na Itália.


Questões Específicas

1. A Espanha foi fortemente atingida com a COVID-19. Felizmente, a situação está se normalizando aos poucos e o governo começou a afrouxar as medidas de isolamento. Como você vê a recuperação do país nos próximos meses – principalmente do setor aéreo?
Vai ser muito difícil a recuperação para o setor aéreo espanhol, que depende em grande parte do turismo que chega ao país. Sendo que o turismo será provavelmente o setor mais atingido pela crise, é possível que
haja mudanças profundas no mercado tal como o conhecemos hoje.

2. Companhias aéreas europeias (e outras ao redor do mundo) estão tornando obrigatório o uso de máscaras. Você acredita que essa obrigação poderá se tornar uma tendência em um período pós-pandemia? 
Acho que deveria. Se o setor quer se recuperar relativamente rápido, vai precisar ganhar a confiança dos passageiros e fazê-los sentirem seguros. O uso obrigatório de mascara, o distanciamento social e os protocolos de desinfecção das
aeronaves são elementos que podem interferir na decisão do passageiro na hora de comprar a sua passagem. Mas também acredito que será possível só em distâncias curtas. Ja pensou em voar 12 ou 13 horas com uma máscara? Eu acho praticamente inviável que isso aconteça.

3. No fim de 2019 o Grupo IAG anunciou a compra da Air Europa – a companhia, entretanto, continua na SkyTeam. Você acha que a Air Europa poderá entrar na oneworld para se juntar a aliança da Iberia e British?
Ah, essa é a pregunta do milhão! Aqui que esse esquema ficou todo no ar, ninguém sabe nada, mas pessoalmente acho difícil a Air Europa sobreviver se essa crise se tornar muito longa. Acredito que acabará sendo engolida pela Iberia… caso eles consigam sobreviver também!

4. Você está aproveitando (ou pretende aproveitar) as atuais ofertas e promoções para viajar no futuro?
Acho muito cedo para fazer planos numa situação de tanta incerteza. Certamente uma hora as companhias começarão a voar, e vão precisar encher esses voos para ter um mínimo de rentabilidade. Isso, somado ao fato de que haverá uma profunda crise econômica no mundo, com certeza fará com que apareçam muitas ofertas no 2º semestre de 2020 e ao longo de 2021.

5. Sabemos que você tem fortes vínculos com o Brasil. Você acompanha (mesmo que de longe) o mercado de milhas e pontos do nosso país? Como você enxerga este “boom” que o setor teve por aqui nos últimos anos?
Sim, acompanho muito o mercado local brasileiro. A primeira companhia com que tive status elite na minha vida foi a Varig, e juro que ainda não consegui superar a sua morte! Acho que o Brasil é uma mina de ouro para as companhias aéreas e para os seus programas de milhagem quando acompanhados de uma economia forte como foram alguns anos dessa década. 210 milhões de pessoas não é mole! Tenho curiosidade de ver como vai evoluir o mercado frente a esse novo cenário.

6. Como viajante frequente, qual é o status mais valioso na sua opinião? Emerald na oneworld, Elite Plus na SkyTeam ou Gold na Star Alliance?
É uma pregunta delicada já que depende muito do lugar onde você mora, das companhias que operam no seu local e do seu perfil de viagens. Em linhas gerais, eu dou muito valor a o meu status no oneworld e na Star Alliance e pouco ou quase nada a SkyTeam.


Mensagem do entrevistado

Agradeço a vocês por essa entrevista e aproveito, como sempre que nos encontramos ao redor do mundo, para dar os parabéns pelo maravilhoso trabalho que vocês fazem no Passageiro de Primeira!


Redes Sociais

Hernán é bastante ativo em suas redes sociais, especialmente o Instagram e o Twitter. Vale acompanhar suas postagens também por lá!


Comentário

Quantos feitos inusitados do Hernán, não é mesmo? De passar a tarde inteira na Playboy Mansion conversando da vida com o Hugh Hefner ao 1º status elite da vida com a Varig! E fato curioso: ele ainda conseguiu me colocar numa cadeira de econômica junto com ele (mas foi só pra foto, rs). Fiquei muito feliz de poder mostrar um pouco mais do trabalho deles pra vocês – um verdadeiro viajante de primeira!


☞ confira entrevistas já publicadas

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.