fbpx

Companhias aéreas americanas esperam retomar voos para a China no mês que vem

Notícias

Por Lorenzo Firmino

Mais de quatro meses após a interrupção de voos entre EUA e China, companhias aéreas americanas preparam a retomada das rotas entre os países. Segundo o TPG, Delta e United pretendem voltar a voar para a China no mês que vem.

No dia 1º de junho a Delta pretende retomar seus voos diários para Xangai (PVG) a partir dos hubs de Detroit (DTW) e Seattle-Tacoma (SEA). A companhia voará com o Airbus A350-900 na rota de Detroit (que se tornará a maior aeronave da sua frota após a decisão de aposentar o triplo sete) e com o Airbus A330-900 na rota de Seattle.

No dia 4 de junho a United pretende retomar seus voos diários para Xangai (PVG) a partir dos hubs de Newark (EWR) e San Francisco (SFO) e seus voos diários para Pequim (PEK) a partir de San Francisco (SFO). A companhia voará com o Boeing 777-300ER na rota de Newark e com o Boeing 787-9 nas rotas de San Francisco.

Já a American Airlines pretende retomar seus voos para a China continental somente em outubro. Quando espera-se que o contágio da COVID-19 esteja controlado.

A retomada de voos da Delta e United no mês que vem é um bom sinal – entretanto, ainda depende da aprovação do governo chinês. As fronteiras da China continuam totalmente fechadas para estrangeiros e não há previsão de reabertura. Se o país aprovar a retomada de voos para os EUA (hoje epicentro da pandemia do coronavírus no mundo) são esperadas grandes restrições. Inicialmente apenas um seleto grupo de pessoas estariam liberadas para cruzarem as fronteiras do país.

Há uma enorme quantidade de chineses nos EUA querendo voltar a China (e americanos querendo voltar aos EUA) – o que justifica o interesse das aéreas na retomada das rotas. Ainda assim, o governo da China impõe uma quarentena obrigatória de 14 dias para todos que se ingressam no país. Se essa regra permanecer por muito tempo, não fará sentido viajar para a China mesmo com o turismo liberado – afinal, ninguém pensa em entrar de férias pagando pelo seu próprio isolamento de duas semanas em um hotel de Pequim antes de seguir visita a Muralha.

Você tem planos de viajar para a China ainda este ano? (Bom, eu tenho).

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.