fbpx

‘Tchau e bença!’ – Aposentadoria do primeiro A380 da Emirates marca o início do fim para os Jumbo Jets

Notícias

Por Gabriel Marinho

Essa semana foi marcada por um fato inédito no mundo da aviação: a Emirates aposentou o primeiro A380 da sua frota. Apesar da notícia parecer uma resposta similar à decisão de outras companhias em aposentar os seus Jumbo Jets devido à queda da demanda no setor de aviação, a aposentadoria dessa aeronave já estava programada antes mesmo da pandemia. Ainda assim, esse é pode ser um marco do fim das aeronaves jumbo.

emirates a380


A380 aposentado

O que chama atenção nesse caso é a idade da aeronave que foi aposentada. Com o seu primeiro voo oficial para a companhia em 27 de outubro de 2008, o A380 de matrícula A6-EDB ficou em operação por exatos 12 anos. O A6-EDB foi a segunda aeronave entregue à Emirates e apenas o 13º A380 já construído pela Airbus.

Segundo o Simple Flying, a aeronave foi pintada de branco em preparação para sua partida iminente em ainda em junho, enquanto o seu último voo comercial foi no dia 23 de fevereiro.


Último voo

O último voo do gigante foi entre Dubai e Tarbes-Lourdes, na França, onde a aeronave será aposentada. O voo de número EK2689 saiu dos Emirados Árabes às 15:55h do dia 27/10 e pousou em território francês às 19:55h.

emirates a380


O fim dos Jumbo Jets

O uso do A380 e do B747, as duas aeronaves jumbos comerciais, já vinha em um um ritmo de queda nos últimos anos. Com a demanda por aeronaves grandes sendo substituída pela demanda por aeronaves menores e mais eficientes, as duas maiores fabricantes de aviões — Airbus e Boeing — viram o seus pedidos pelos modelos jumbo diminuir cada vez mais. No ano passado, a Airbus já havia anunciado que irá encerrar o programa de produção do A380 em 2021.

Mas a pandemia do coronavírus está apressando o fim dos gigantes. Com a expectativa de que as viagens não se recuperem completamente a níveis pré-pandêmicos tão cedo, as companhias aéreas estão se voltando para os jatos jumbos de quatro motores das frotas para diminuir os gastos. Segundo uma estimativa do Credit Suisse feita no mês passado, cerca de 91% dos 747 e 97% dos A380 estavam estacionados. Em alguns momentos, inclusive, era possível ver apenas um A380 nos céus do planeta.

Ainda assim, mesmo após o encerramento das produções, é provável que as aeronaves continuem voando por mais algum tempo.


Você já voou em um A380 da Emirates? Pretende voar no futuro? Compartilha aqui nos comentários.

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.