Resgates de Primeira – Passagem de Tóquio para Los Angeles na Primeira Classe da JAL com milhas AAdvantage

Programas de fidelidade Resgates de Primeira

Por Raimundo Junior

Para marcar a abertura da temporada 2023 da série Resgates de Primeira, trago a sugestão de um excelente voo que realizei na semana passada, durante a minha viagem de volta ao mundo com a família, que está dentre as boas oportunidades de resgates para voar em Primeira Classe usando milhas e pontos. O que temos no cardápio hoje é: Resgates de Primeira – Passagem de Tóquio para Los Angeles na Primeira Classe da JAL, usando milhas AAdvantage.

Passagem Primeira Japão

pular para…

  1. O Resgate de Primeira
  2. Quanto custa essa emissão?
  3. Como fazer essa emissão?
  4. Como otimizar essa emissão?
  5. Quais companhias posso voar?
  6. Fatores a considerar
  7. Comentário

O Resgate de Primeira

Rota: Tóquio x Los Angeles
Programa: AAdvantage – American Airlines

Para quem não vem acompanhando, na série Resgates de Primeira, sempre mostramos boas oportunidades de emissão de passagens em cabine premium utilizando milhas e pontos. Na matéria de hoje, vamos falar um pouco sobre a excepcional experiência de voar na Primeira Classe da JAL entre o Japão e os Estados Unidos, que faz jus ao conceito, não apenas pelo bom hard-product, mas pelo excepcional serviço prestado pela companhia aérea.

Para isso, mostraremos mais um resgate usando as milhas do programa AAdvantage. Lembrando também que, para aqueles que não utilizam o programa americano e/ou preferem utilizar pontos de programas nacionais, cujas possibilidades de geração são maiores, o resgate também é viável pelo LATAM Pass.

Embora muitos considerem que o melhor sweetspots para esse resgate sejam os trechos mais longos, como Tóquio-Nova York/Chicago/Londres, é preciso não perder de vista a adequação, o que, não raro, faz o menos ser mais. Como nossa intenção era ficar na Califórnia antes de retornar ao Brasil, voar para Nova York e/ou Chicago para depois retornar – com opções demoradas/inconvenientes de conexão – seria perder boa parte da “curtição” do voo, além do desgaste dos voos subsequentes. Por isso, mesmo tendo voo agendado HND-ORD, continuei em constante monitoramento até conseguir voar direto para a Califórnia, o que, no caso prático, foi muito mais vantajoso.

Quanto à precificação, é de se recordar que o programa AAdvantage usa uma excelente tabela fixa para resgates com parceiros, oferecendo ótimas oportunidades de voar na Primeira Classe de uma companhia asiática de primeira grandeza, por um valor bastante justo em milhas AAdvantage. Ademais, o voo que mostraremos, que parte do Aeroporto Internacional de Haneda, ainda permiti acessar o ótimo JAL First Class Lounge, onde se pode relaxar, divertir-se e provar iguarias de alto padrão, tanto da cozinha asiática, quanto internacional. Tudo, é claro, acompanhado de vinhos e bebidas de nível superior.

Passagem Primeira Japão

Acesso ao JAL First Class Lounge em Haneda

O JAL First Class Lounge é a sala VIP  multiambientes da JAL, destinada aos passageiros voando na Primeira Classe da companhia asiática – ou seus passageiros frequentes top tier status. Está situada no 4º e 5º andar do Terminal 3, do Aeroporto de Internacional Tóquio-Haneda.

Além de opções de buffet e menu à la carte, com pratos da cozinha japonesa ou internacional, possui ambientes para descanso, jogos, além de bar de alto padrão, servindo whisky e drinks finos, assim como vinhos e champanhes distintos.


Quanto custa essa emissão?

Como falamos, o programa AAdvantage tarifa os voos operados por parceiros com base em tabela fixa, o que traz a grande vantagem da previsibilidade. Para a rota proposta, partindo de Tóquio para Paris, incide a tabela de voos entre Ásia 1 (Japão e Coreia) para Europa, é estabelecida a cobrança de 90 mil milhas AAdvantage para voar em Primeira Classe. Acaso a sua escolha seja por utilizar o programa LATAM Pass, o custo absoluto será um pouco mais que o dobro, sendo necessários 168 mil pontos.

O AAvantage tem, portanto, um dos menores números absolutos em milhas para voar do Japão para os Estados Unidos em Primeira Classe. Melhor ainda, para voar na excepcional companhia asiática, que apesar de não ter uma cabine First tão exclusiva quanto Air France, Emirates, Singapore ou Swiss , tem serviço que muitos consideram superior à maioria dessas (só equiparável à Singapore e ANA). Ressalto que, após o voo da semana passada, também entrei no grupo que compartilha essa visão.

A propósito, para uma visão geral abrangente sobre o programa AAdvantage, recomendamos a leitura da excelente matéria publicada aqui no PP sob o título: O Guia Completo do American Airlines AAdvantage.


Como fazer essa emissão?

Veja abaixo como fazer essa emissão:

Encontrando disponibilidade

Como sabemos, o AAdvantage é um dos programa de fidelidade em que a grande maioria do acervo é acessível nas pesquisas online, tanto para voos próprios quanto para parceiros. A presente emissão, inclusive, tem tratamento 100% online, desde a pesquisa até a emissão. Há casos, contudo, em que você precisará contatar a central.

É o caso, por exemplo, de voos de/para o Brasil, em que você pode incluir o trecho interno na GOL Linhas Aéreas, sem qualquer custo adicional, mas pra fazer isso será necessário realizar o resgate pelo call center. No entanto, não se intimide, pois é quase uma unanimidade que o call center do American Airlines AAdvantage presta um serviço de excelência.

Realizando a emissão

Realizada a pesquisa e encontrado o resultado, basta selecionar os voos preferidos e seguir para finalização, tudo online.

Como você vê, na nossa escolha acima, você terá quase 10h para desfrutar de todos os mimos e serviço de alto padrão reconhecidamente prestados pela JAL, no seu voo entre Tóquio e Los Angeles. Embora não seja um voo ultra-longo, é bastante tempo para apreciar todo o serviço de excelência da companhia nipônica.


Como otimizar essa emissão?

O gargalo dessa emissão, que é excelente, pode estar nas dificuldades de gerar as milhas AAdvantage e o seu alto valor. A despeito disso, vamos tentar mostrar alternativas razoáveis de gerar essas milhas:

Compra de milhas com desconto

Mesmo nas promoções, comprar milhas AAdvantage é sempre uma operação que custa caro. Veja o exemplo da promoção de abril de 2022, na campanha de comemoração dos 40 anos do programa AAdvantage, em que foi concedido um desconto efetivo de 40% na compra de milhas AAdvantage:

O problema, como se vê, é que as milhas AAdvantage são extremamente valiosas. Mesmo com a aplicação dos 40% de desconto, um dos melhores já vistos, o bloco de mil milhas ainda custaria acima de US$ 19, ou aproximadamente de R$ 100 (câmbio médio das últimas semanas).

Apesar desse alto custo de aquisição, as 80 mil milhas necessárias para essa emissão custariam cerca de R$ 8.000, o que é um valor bem melhor do que a passagem pagante, em que são cobrados quase 60 mil reais pelo mesmo voo, afora taxas (inclusive YQ). Evidente que o bilhete pagante RT e/ou alguma promoção de passagens pagantes, pode reduzir esse custo, mas, em qualquer hipótese, a diferença continuará abismal.

Gerando milhas no cartão de crédito

Essa, sem dúvida, a maneira mais barata e racional de gerar milhas AAdvantage. Para quem tem acesso aos cartões americanos, não raro há pomposos bônus de assinatura oferecidos pelo Citi, que emite o co-branded nos Estados Unidos, além do Barclays. No mercado brasileiro, a única maneira de gerar pontos através do cartão de crédito, é usando o co-branded Santander AAdvantage, lançado pelo banco espanhol no Brasil em 2017.

Aliás, como o banco tem oferecido uma boa taxa de conversão para esse cartão, em suas últimas campanhas Bateu, Ganhou!, onde é possível acumular até 4 milhas AAdvantage por dólar gasto, na versão AAdvantage Black, essa é, de longe, a forma mais eficiente de gerar essas milhas valiosas. Com isso, tem sido vantajoso até mesmo pagar as salgadas tarifas dos aplicativos de pagamento, para pagar contas que em regra seriam debitadas em conta, para gerar gastos com esse cartão.

Imagine que você tenha um boleto de R$ 10 mil pra quitar. O lógico seria quitar o mesmo à vista, debitando do seu saldo bancário. Contudo, com a promoção, em que você poderá gerar cerca de 10 mil milhas pagando com cartão, faz sentido pagar R$ 399 (3,99% de taxa em alguns aplicativos) para quitar referido boleto. Fazendo isso, ao menos durante a fase promocional, é possível derrubar o valor do bloco de mil milhas para cerca de R$ 54, o que é excelente, considerando o alto valor agregado das milhas AAdvantage.

Acaso você consiga gerar todas as 80 mil milhas dessa emissão, através de pagamentos como o acima mostrado, o valor do bilhete do resgate de primeira (80 mil milhas AAdvantage), cairia para inacreditáveis R$ 4.320 + taxas. E ainda tem como sair mais barato ao utilizar seu cartão de crédito de forma orgânica.


Quais companhias posso voar?

Como estamos falando em emissão tirando vantagem da tabela fixa do programa AAdvantage para resgate com parceiros, do Japão para os Estados Unidos, a JAL é uma das melhores opções disponíveis. Entretanto, não há impedimento, em tese, de que o resgate seja feito para voar com a Cathay Pacific, com conexão do Hong Kong, que também é uma excelente opção.

Além de uma cabine de alto padrão – não tão privativa quanto as citadas de Emirates, Singapore (no A380), Etihad (hoje quase inexistente) e Swiss – a JAL destaca-se pelo elevado serviço prestado em todas as classes de voo, notadamente, por óbvio, em sua Primeira Classe. Aliás, nós temos uma excelente avaliação dessa cabine aqui no PP – confira a matéria clicando aqui.

A experiência muito acima da média que tive há menos de uma semana ainda povoa minha memória recente. E o reconhecimento da excelência do serviço da JAL-First foi uma percepção não apenas minha, como também da esposa e filhas, unanimemente.

Para os amantes de carnes nobres, como nosso colega Dymitri Leão, a companhia tem o diferencial de servir em sua Primeira Classe o valioso Wagyu Beef. Além disso, também oferece a seus passageiros outras iguarias comuns nos serviços de Primeira Classe de alto padrão, como caviar e foie gras. Posso dizer que o filé de Wagyu “tava de cortar de colher”! rs


Fatores a considerar

  • Facilidade de emissão: como mencionamos no início, o programa AAdvantage tem uma das mais amigáveis plataforma de emissão de passagens com milhas, tanto para as emissões online, que são a maioria, quanto para os casos em que se precisa de atendimento do call center, que presta um serviço de excelência;
  • Tabela fixa: esse é um ponto bastante positivo do AAdvantage, que precifica em valores fixos os voos entre regiões, então não importa se você vai encontrar disponibilidade em um voo direto ou com escalas, seu valor final sempre será aquele previsto na tabela, o que traz previsibilidade e segurança para o cliente;
  • Japão reabriu ao turismo: O Japão reabriu recentemente ao turismo internacional, sem restrições para o viajante detentor de 3 doses das vacinas aceitas no país. Vale lembrar, contudo, que os detentores de passaporte brasileiro, precisam de visto para entrar naquele país asiático. Mas não se espante, emiti meu visto através do Consulado do Japão em Recife e o atendimento foi rápido, cortês e eficiente;
  • JAL First Class Lounge aberto, mas ainda com algumas restrições: Embora o Lounge de Primeira Classe citado na matéria esteja aberto e funcional, ainda há algumas salas fechadas e/ou com funcionamento parcial;
  • Custos simulados baseados em compra promocional de milhas e uso de cartão de crédito com bônus: como ficou registrado na matéria, quando simulamos os custos dessa emissão, precificando as formas de geração das milhas, levamos em consideração os valores da compra de milhas com 40% de desconto, na promoção de aniversário do AAdvantage, bem como o acúmulo especial do cartão de crédito AAdvantage Black, que está oferecendo 4 pontos por dólar na atual campanha Bateu, Ganhou, que se encerra no próximo dia 31/01.

Comentário

Esse é mais um bom exemplo das dezenas de boas oportunidades de emissões que temos a explorar no nosso microcosmos de milhas e pontos, como falamos no post inicial dessa série semanal. Esteja certo que teremos incontáveis encontros nas próximas sextas-feiras, pois há muitas emissões interessantes a mostrar.

Como dito no início da série, optamos por abordar apenas uma boa emissão por semana, mas oferecendo todas as informações que você precisa saber para tirar proveito da oportunidade, inclusive todos os prós e contras que se aplicam a essa emissão.

Consideramos esse resgate dentre os melhores do programa AAdvantage – opinião do editor – embora o programa seja cheio de grandes oportunidades, inclusive para emissões em Primeira Classe. Então considere a oportunidade, acaso seja usuário do programa e o roteiro esteja nos seus planos.

E você, já conseguiu aproveitar essa excelente emissão do AAdvantage?


☞ confira os últimos resgates publicados:

Clube Smiles
Clube SmilesReceba até 330.000 milhas em 12 meses + benefícios exclusivos para viajar!
Clube Livelo
Clube LiveloAssine o Clube Classic e ganhe 500 pontos extras na hora!
Clube LATAM Pass
Clube LATAM PassReceba 1.000 pontos por mês + até 10% de bônus em parceiros
Hotéis
Hotéis5% de desconto + selos no Rewards em estadias até 31 de março de 2025!
Seguro Viagem
Seguro ViagemAté 69% de desconto na contratação do seu seguro viagem!
Ver todos os cupons

Baixe o app do Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de programas de fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, voos e salas VIP, hotéis e lazer, cartão de crédito e promoções.