Resgates de Primeira – Passagem em Classe Executiva da United de São Paulo para Papeete usando ConnectMiles

Programas de fidelidade Resgates de Primeira

Por Raimundo Junior

Como você vem acompanhando na série Resgates de Primeira, estamos mostrando voos que tragam alguma característica especial, quer de preço, cabine ou rota diferenciada, que mereça o nosso registro. No resgate de hoje, aproveitar para mostrar uma oportunidade de tirar proveito das excelentes promoções de transferência  que a Livelo tem feito para o ConnectMiles, para voar do Brasil para a Polinésia Francesa, na excelente Classe Executiva Polaris da United. Por isso, o que temos no cardápio hoje é: Resgates de Primeira – Passagem em Classe Executiva da United de São Paulo para Papeete usando ConnectMiles.

Como a United não opera voos diretos entre o Brasil e San Francisco (de onde voa para o Tahiti), é preciso fazer um voo doméstico, que não raro é montado em aviões pequenos (narrow-body). O detalhe bacana desse resgate é que mesmo o voo doméstico (EWR-SFO), também é operado em wide-body. E não apenas isso: em pesquisas combinadas no ExpertFlyer + AeroLOPA, identificamos que a aeronave prevista para o voo é o Boeing 777-200ER, também equipado com a nova Polaris Business, que é a melhor Classe Executiva da companhia americana.

Nada mal uma viagem onde os três voos previstos ostentam a nova Polaris (o trecho SFO-PPT é operado no Boeing 787-9, também equipado com a nova cabine).

pular para…

  1. O Resgate de Primeira
  2. Quanto custa essa emissão?
  3. Como fazer essa emissão?
  4. Como otimizar essa emissão?
  5. Quais companhias posso voar?
  6. Fatores a considerar
  7. Comentário

O Resgate de Primeira

  • Rota: São Paulo (GRU) – Nova York (EWR) – San Francisco (SFO) – Papeete (PPT)
  • Programa: ConnectMiles

Para quem não vem acompanhando, nas primeiras duas fases da série Resgates de Primeira, mostramos ótimos resgates para voar em Classe Executiva para todos os continentes. Na terceira fase, mostramos Resgates de Primeira para voar em Primeira Classe, item cada da vez mais raro no mundo da aviação, especialmente para viajar utilizando milhas e pontos.

Nessas últimas, temos focado em voos que tragam alguma característica especial, como, por exemplo, a oportunidade de ímpar de voar desde do Brasil até a Polinésia Francesa, 100% na ótima nova Polaris da United, com um valor excepcional em milhas e pontos, sem a incidência de taxas adicionais, que acabam encarecendo esses resgates.

A escolha do nosso resgate da semana foi feita para mostrar mais um dos ótimos resgates oferecidos pelo ConnecMiles, programa de fidelidade da Copa Airlines, que é um dos novos parceiros aéreos do programa Livelo. Lembrando que a Livelo tem feito excelentes promoções de transferência bonificada para o programa, como a última, em comemoração à Semana do Consumidor, em que ofereceu 60% de bônus nas milhas ConnectMiles + 20% de pointsback para todos os assinantes do seu clube. Tenho dito, embora alguns amigos ainda vejam com desconfiança, que esse é um dos melhores programas aéreos que aportaram no Brasil nos últimos tempos. Como no próximo mês teremos o aniversário da Livelo

Quem vem tirando proveito das promoções – que teve a melhor na Black Friday-, terá um custo de resgate imbatível para a rota. E garantindo todos os voos numa excelente cabine de Classe Executiva.

Antes que alguém se apresse em dizer que ir para a Polinésia Francesa, voando pelos Estados Unidos, é um grande “arrodeio”, saiba que enquanto a LATAM não restabelecer a rota SCL-PPT, apenas a rota GRU-SCL-AKL-PPT é um pouco menor que essas rotas, e ainda assim, com sérias dificuldades de ser montado num único resgate com milhas (voos operados pela LATAM Brasil + LATAM Chile + Air Tahiti Nui).

Perceba que a rota mostrada por San Francisco, é pouco mais de 10% superior à menor rota hoje em operação, para voar do Brasil para o Tahiti. Afora que o voo ultralongo da rota pelo Chile, é operado pelo 787-9 da LATAM, não equipado com a melhor cabine de Classe Executiva da companhia.

  • Acesso ao Polaris Lounge nos Aeroportos de Newark e San Francisco

Embora os tempos de conexão não sejam longos – há outras opções com conexões maiores -, a depender do tempo de imigração, é possível curtir os excelentes Polaris Lounge em Newark e San Francisco. Vale lembrar que esses são dois, dos apenas seis Polaris Lounges instalados nos principais aeroportos americanos, onde você vai encontrar estrutura e serviços diferenciados, inclusive um bom menu a la carte.

Destaque para a “Quiet-suite”, onde se pode tirar aquela soneca, durante conexões maiores nesses aeroportos.


Quanto custa essa emissão?

Embora o ConnectMiles trabalhe com tabela por regiões, fique atento que os preços variam bastante conforme haja vaga saver-award ou envolvam voos com a própria Copa United Airlines. Havendo vaga saver-award com outros parceiros, mesmo mesclando com saver-award da CM, na rota Sul da América do Sul – Polinésia Francesa, o valor cobrado é de incríveis 85.000 milhas para voar em Classe Executiva, o que fica ainda melhor quando se leva em conta que o ConnectMiles não repassa a indesejada Taxa de Combustível cobrada por algumas companhias (inclusive na Emirates).

Apenas para fins comparativos, esse resgate pelo TAP Miles&Go seria tarifado em apenas 130.000 milhas, mas você tende a ter dificuldades em encontrar um atendente que aceite montar, sob a alegação de backtracking.


Como fazer essa emissão?

  • Encontrando disponibilidade

O ConnectMiles é daqueles bons programas em que o acervo próprio e de parceiros está disponível nas pesquisas online, o que facilita bastante a vida do viajante.

  • Realizando a emissão

Realizada a pesquisa e encontrado o resultado, basta selecionar o voo, preencher os dados do passageiro e conferir os detalhes do resgate. Feito isso, o último passo é apenas preencher os dados de pagamento e finalizar o resgate.

Destaque para o valor excepcional das taxas, de apenas $33,90 (pouco acima de 170 reais), no total.


Como otimizar essa emissão?

Essa é mais uma ótima emissão, mas, para tirar o proveito devido, é necessário aproveitar o empilhamento de algumas oportunidades, o que nossos paranauês daqui do PP te ajudam a realizar. Comprar pontos Livelo pelo “preço de etiqueta” e enviar para o ConnectMiles na taxa de conversão de 3:1 não é uma opção.

  • Gerando milhas por um custo reduzido

Antes de tudo, é importante aproveitar uma das muitas promoções de venda de pontos Livelo com pelo menos 50% de desconto. Ainda assim, os custos não seriam bons quando se considera a taxa regular de envio para o ConnectMiles, de 3:1.

É preciso, também, tirar proveito de alguma promoção de transferência. No curso espaço de tempo de vigência da parceria, já tivemos quatro campanhas promocionais para transferir pontos Livelo para o ConnectMiles, o que é alentador. Na última promoção – que só perdeu para a que houve na Black Friday, como mostramos aqui no PP -, foi possível transferir pontos Livelo para o ConnectMiles, ganhando 60% de bônus + 20% de pointsback na Livelo (o pointsback era exclusivo para assinante do Clube Livelo).

Assim, acaso você tenha tirado proveito desse empilhamento de vantagens mostradas acima, gerando milhas ConnecMiles a R$ 70,00 (pode ser até menor, acaso aproveita a compra de Livelo com maiores descontos), as 85.000 milhas necessárias para o resgate terão um custo total de R$ 5.950,00, o que é surreal para voar em Classe Executiva do Brasil até a Polinésia Francesa.

  • Diferença para a tarifa comercial

Quando comparamos o custo desse bilhete award, com o valor da passagem pagante, podemos constatar quão vantajoso é esse Resgate de Primeira.

É preciso reconhecer que os valores da pesquisa resultam em algo absolutamente non-sense, mas essa não é uma rota comum em que costume ocorrer promoção. Assim, exceto se você estiver disposto a fazer arranjos para emissões separadas, esteja preparado para voos pagantes realmente caros. O valor encontrado nos exatos voos aqui mostrados, dão uma noção de qual caros podem ser os voos da rota:

Absurdamente o valor cobrado, de cerca de 52 mil reais (incluindo uma YQ que a própria United não costuma cobrar nos resgates com parceiros).

Deixamos registrado, como sempre fazemos nesse quadro, que possivelmente esse valor teria uma sensível redução proporcional, numa compra de viagem de ida e volta (round-trip). É preciso ver, por outro lado, que esse é o valor oficial que encontramos, exatamente para o resgate oferecido no ConnectMiles, de modo que não podemos ter outro padrão comparativo, senão esse.


Quais companhias posso voar?

  • Outras companhias parceiras

O ConnectMiles, sendo parte da Star Alliance – poderia montar voos envolvendo sua empresa-mãe (Copa Airlines), ou a Avianca, ambas em combinação com United.

Apesar da parceria com Gol e Azul, não é possível incluir o trecho doméstico com essas companhias, quando os voos internacionais são em Classe Executiva, dado que o programa não aceita emissões mistas. Por outro lado, havendo oferta de vaga award pela Azul em voos internacionais para os Estados Unidos, seria possível a emissão, combinada com os voos seguintes na United Airlines.


Fatores a considerar

  • United opera apenas um voo diário de/para Papeete: apesar desse ótimo meio de se chegar à Polinésia em Classe Executiva, com bom custo x benefícios, tenha em mente que a oferta é limitada, já que a United opera apenas um voo diária em cada sentido da rota. Apesar disso, temos visto que em datas próximas (com até um mês para a viagem), a oferta de vagas Saver-Award tem sido mais generosa;
  • Possibilidade, em tese, de montagem da viagem no sentido horário (pela Nova Zelândia): além da rota no sentido ante-horário, pelos Estados Unidos, o programa também permitiria montar a rota no sentido horário (Leste-Oeste), que poderia ser feita – havendo vaga award – mesclando parceiros como ANA, Thai Airways, Air China, Air India, Singapore, Lufthansa e Swiss, Turkish, além da Ethipian e Air New Zealand (única companhia Star Alliance que chegaria, nesse sentido de rota, até PPT). E aí é que reside o problema prático. Raramente a empresa neozelandesa tem liberado vaga award em Classe Executiva. Como o ConnectMiles não emite em cabine mista, dificilmente se conseguiria concluir a viagem até o Tahiti, o que demandaria um resgate separado;
  • Excelente incremento no portfólio da Livelo: apesar de ter piorado a taxa de transferência para os parceiros internacionais, a inclusão do ConnectMiles dentre os parceiros aéreos do programa, foi uma ótima novidade. Embora a taxa de transferência também não seja das melhores, as promoções recentes têm garantido um bom uso para os pontos Livelo;
  • Viagem é um dos melhores investimentos que podemos fazer: viajar é uma experiência emocionante e enriquecedora. Quando temos a chance de desfrutar de benefícios especiais, como resgatar passagens com milhas para voar em cabines premium, a aventura se torna ainda mais memorável. Se você está em busca de uma oportunidade para voar com conforto e estilo, essa é mais uma das ótimas dicas que compartilhamos com você semanalmente.

Comentário

Esse é mais um bom exemplo das dezenas de boas oportunidades de emissões que temos a explorar no nosso microcosmos de milhas e pontos, como falamos no post inicial dessa série semanal. Nessa matéria, trouxemos o uso das milhas do ConnectMiles (Copa Airlines) para voar na excelente Classe Executiva Polaris da United Airlines, do Brasil para a Polinésia Francesa.

E você, pretende aproveitar essa emissão do ConnetMiles?


☞ confira alguns resgates publicados:

Clube Smiles
Clube SmilesReceba até 330.000 milhas em 12 meses + benefícios exclusivos para viajar!
Grupos de Alerta do PP
Grupos de Alerta do PPReceba alertas de passagens aéreas no seu WhatsApp!
Clube Livelo
Clube LiveloAssine o Clube Classic e ganhe 2.000 pontos em 10 parcelas de 200 pontos
Clube LATAM Pass
Clube LATAM PassReceba 1.000 pontos por mês + até 10% de bônus em parceiros
Seguro Viagem
Seguro ViagemAté 69% de desconto na contratação do seu seguro viagem!
Ver todos os cupons

Baixe o app do Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de programas de fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, voos e salas VIP, hotéis e lazer, cartão de crédito e promoções.