fbpx

Emitindo uma Volta ao Mundo em Classe Executiva em 35 minutos – Leitor de Primeira

Leitor de Primeira Notícias

Por Lorenzo Firmino

Hoje no quadro #LeitorDePrimeira vamos conhecer a incrível história de emissão de um casal que começou a acompanhar o Passageiro de Primeira há não muito tempo. Neste relato leve e enriquecedor o Michel nos conta como fez para gerar 700 mil milhas no TAP Miles&Go para emitir dois bilhetes de Volta ao Mundo em Classe Executiva com as companhias da Star Alliance.


Relato de Primeira

Fala galera!

Gostaria de dividir aqui com vocês nosso relato do processo de emissão de dois bilhetes de volta o mundo (RTW) em classe executiva pelo TAP Miles&Go.

Antes de mais nada, meu nome é Michel e de minha esposa é Marília, estamos casados há 3 anos e somos adictos por viajar e conhecer lugares novos. Conheço 54 países e a Marília está na casa dos 30, para terem uma ideia, adotamos como meta conhecer as 7 maravilhas do mundo moderno antes dos 30 anos e logramos esse objetivo ano passado.

Desde o início das nossas viagens, sempre viajamos em classe econômica, devido ao alto custo das passagens em classe executiva. Isso mudou em setembro do ano passado, quando fomos a Oaxaca no México para o casamento de um amigo. Na ocasião minha esposa estava grávida de 7 meses do nosso pequeno, e por ser uma viagem “longa” para uma gestante, pois após o casamento demos uma esticada até Miami para comprar o enxoval do Bebê, aproveitamos uma promoção da American Airlines e fomos em executiva para essa viagem. E é claro, sentimos de cara a diferença de uma viagem em classe econômica e executiva, desde o check-in, quantidade de bagagens, conforto durante o voo, acesso a lounges nas conexões com muitas comodidades, etc.

Foi nesse período que conheci o canal do Passageiro de Primeira e comecei a ler vários relatos, dentre eles, os de Volta ao Mundo. Começamos então a nos aprofundar mais no assunto de milhas. Como acumular, quais cartões seria os melhores, quais os programas de fidelidades das empresas aéreas eram mais interessantes de acordo com nossos objetivos. Definimos então que nosso alvo seria alcançar 700.000 milhas no TAP Miles&Go, tendo em vista que a empresa cobra 350.000 milhas por bilhete de volta ao mundo em executiva.

E assim traçamos nossas ações:

  • Aderir ao Clube Livelo 1000 (o mais barato);
  • Aderir ao Club TAP Miles&Go Basic (o mais barato);
  • Adquirir cartões American Express The Platinum Card e Elo Nanquim;
  • Canalizar todos os gastos possíveis (inclusive pagamento de contas de energia por exemplo) nesses cartões;
  • Monitorar promoções de transferências.

De aí em diante, implementamos essas ações e fomos acumulando pontos na Livelo. Em novembro de 2019 iniciamos a construção da nossa casa, foi aí que conseguimos aumentar e muito o nosso saldo de pontos. Tudo o que era possível, que não nos onerava a mais, pagávamos no cartão de crédito, tudo mesmo, desde cimento, tijolos, telhas, móveis, torneiras etc. Além dos demais gastos como mercado, padaria, combustível, farmácia etc. Vale lembrar que fomos aproveitando promoções esporádicas de turbinar nosso saldo na Livelo.

Finalizamos a construção da nossa casa em julho desse ano, com um saldo na Livelo de 230.000 pontos. Porém as contas ainda não estavam pagas rsrsrs, no início de setembro já acumulávamos 240.000 pontos. Foi quando recebi o alerta do aplicativo do Passageiro de Primeira no dia 01/09/2020 com a notícia “TAP Miles&Go oferece até 125% de bônus nas transferências da Livelo”.

Pronto! O cenário perfeito para emitirmos nossa volta ao mundo chegou!

Agora vou descrever como de fato conseguimos fazer nossos 240.000 da Livelo pontos se tornar 700.000 pontos na TAP Miles&Go.

Como havia recém completado 1 ano de assinatura do Club Livelo, comprei 80.000 pontos com 50% de desconto, que me custaram R$2800,00. Dessa maneira ficamos com saldo de 320.000 pontos na Livelo, e já transferimos para a TAP Miles&GO com 125% de bonificação, pois somos assinantes do Clube Livelo e do Club TAP, nesse ponto destaco a importância de assinar os clubes dos referidos programas, pois caso não assinássemos nos custaria o dobro para comprar os 80.000 pontos, pois não teríamos os 50% de desconto e a bonificação da transferência seria de apenas 75%.

Esses 320.000 pontos nos rendeu uma bonificação de 400.000 milhas (125%), que foi creditada em nossa conta no dia 16 de setembro. O que nos deixou com um saldo de 720.000 milhas no TAP Miles&GO, mais do que suficiente para emitir nossos dois bilhetes.

Com a primeira e mais importante fase da saga concluída (700.000 milhas no TAP Miles&Go). Fomos para segunda e mais difícil fase, segundo os relatos de outros passageiros que emitiram o bilhete de volta ao mundo: encontrar voos com disponibilidade, para os destinos desejados e na data propícia e em cias da Star Alliance, e por incrível que parece, para nós foi a parte mais fácil e rápida.

Seguindo os tutoriais do Passageiro de Primeira, de como buscar as disponibilidades no site da United e da ANA. Conseguimos os destinos que queríamos e em apenas 2 dias montamos nosso roteiro, seguindo as regras básicas para emissão dos bilhetes. (Máximo 10 voos, travessia do Oceano Atlântico e Oceano Pacífico, seguir um único sentido do globo, leste-oeste ou oeste-leste, mas nunca inverter o sentido durante a viagem). Conforme tabela abaixo:

Com os voos de destinos definidos e com disponibilidade verificada, entrei em contato com o 0800 da TAP no dia 21/09/2020, liguei na hora do meu almoço, por volta das 12:00, fui atendido rapidamente, a emissão da reserva demorou poucos 35 minutos, pois todos os voos pretendidos realmente tinham disponibilidade, confesso que ficamos com medo de ter o trecho 6 reprovado, tendo em vista que Bangkok – Bali, teria um leve retorno o que poderia ser entendido como inversão do sentido da viagem, mas não fomos questionado sobre isso, e antes das 13:00 já tinha o localizador da viagem, a atendente da TAP foi muito educada e solícita e me informou que seria necessário alguns dias para cálculo das taxas, e pediu que eu verificasse a reserva, pois poderia ocorrer de algum voo “sumir”.

Fiquei um pouco inseguro e fui acompanhando a reserva, na quarta dia 23/09 entre na reserva e o trecho Bali-Istambul havia sido cancelado, bateu aquele leve desespero, mantive a calma, verifiquei no site da United e constatei que o voo ainda tinha disponibilidade, entrei em contato com a TAP e consegui colocar o voo novamente no itinerário e solicitei a atendente para pedir urgência no cálculo das taxas, pois estava com medo de mais voos desaparecerem e não conseguir colocar de novo, ela disse que faria o possível.

Exatos 30 minutos após finalizar a ligação, recebi um e-mail da TAP Miles&Go pedindo para eu entrar em contato com eles, me bateu aquela ansiedade e insegurança, achando que algo poderia ter saído errado ou que algum trecho havia sido cancelado etc. Entrei em contato imediatamente e por azar dessa vez demorei quase 50 minutos para ser atendido.

Relatei o e-mail para o atendente e ele me disse, “Senhor, os cálculos das taxas de sua reserva foram finalizados, precisamos proceder com o pagamento”. Fiquei feliz demais, pois havia dado certo, mas quando ele disse a taxa quase cai das pernas, salgados EUR960, mas logo em seguida fiquei aliviado pois esse seria o valor total para os dois passageiros, ou seja, EUR480 por passageiro. Para não correr o risco, paguei o mais rápido possível, e em 5 minutos recebi o e-mail com a confirmação da reserva e aí foi só alegria!

Foi tudo muito rápido e sem muitos obstáculos e percalços, em menos de 1 semana montamos nosso roteiro e conseguimos emitir de fato nossa viagem.

Fazendo as contas, gastamos R$2.800,00 para compra dos 80.000 pontos da Livelo e mais R$6.800,00 aproximado de taxas (com IOF incluso), ou seja, gastamos R$9.600,00 para emitir 2 bilhetes de volta ao mundo com os 10 trechos em classe executiva, totalizando R$4.800,00 por pessoa (que é o equivalente a uma viagem de ida e volta para Tóquio em classe econômica). Isso demostra o quanto é vantajoso emitir um bilhete como esse.

Vamos viajar entre junho e julho do próximo ano, confesso que estamos um pouco preocupados por conta da pandemia, mas estamos confiante que até lá o pior já vai ter passado e que a vacina já vai ter chegado.

Ah, a quesito de curiosidade, estamos analisando a possibilidade de levar nosso pequeno conosco, que está com 1 ano e 6 meses de idade!


Comentário

Emissões de Volta ao Mundo não são usualmente fáceis. Elas exigem um amplo conhecimento sobre as regras do programa de fidelidade e ainda requerem que o usuário saiba como encontrar a disponibilidade de assentos antes de ligar para a central de atendimento. Mas o Michel, fez [tudo] isso com maestria.

Em pouco tempo acompanhando o Passageiro de Primeira ele processou com facilidade a mecânica do mundo das milhas e pontos. De imediato, assinou os dois clubes necessários que o levariam a esta emissão (Clube Livelo e Club TAP Miles&Go), adquiriu cartões de crédito reconhecidos no mercado e concentrou todos os seus gastos nessas faturas. No percurso, ele construiu uma casa(!) e pagou “cimento, tijolos, telhas, móveis, torneiras, etc” com o TPC e Elo Nanquim.

E, ao chegar na “hora H” (ou hora E de emissão – como preferir), deu um show! Estudou nossos tutoriais de como encontrar disponibilidade de companhias da Star Alliance utilizando o site da United e da ANA, traçou o itinerário e emitiu tudo pelo telefone em 35 minutos. Até mesmo quando um dos trechos foi posteriormente cancelado (Bali > Istambul), ele manteve a calma, refez a busca e solicitou a reinclusão do segmento.

A cereja do bolo, é claro, o custo de R$4.800 para essa aventura pelo mundo em Classe Executiva – o equivalente a uma roundtrip para o Japão em econômica, como ele mesmo menciona.

Michel, parabéns! Nota 10! 👏🏼 Tenho certeza que você surpreendeu até a atendente do call center – rs! Espero que sua viagem seja tão bacana como foi o caminho até a emissão.


☞ confira os últimos relatos publicados:

Se você quer ter sua história aqui, siga as instruções deste post.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.