fbpx

LATAM Pass: vale a pena transferir seus pontos?

Notícias Programas de fidelidade

Por Alexandre Zylberstajn

Vale a pena transferir seus pontos para o programa LATAM Pass? Neste post detalhamos questões importantes que devem ser levadas em consideração em sua decisão! Vamos lá!

vale transferir pontos para latam?


Como está a situação da LATAM?

Aqui é importante separar a sua situação pessoal e a da empresa. Por mais que você esteja financeiramente bem, com condições de transferir milhas e planejar viagens, o setor de turismo, em especial da aviação, passa por uma situação delicada. Ainda é cedo para saber quem conseguirá atravessar essa crise.

No dia 26 de maio a LATAM Airlines e suas afiliadas no Chile, Peru, Colômbia, Equador e nos Estados Unidos entraram com um pedido de reorganização e reestruturação voluntária de sua dívida com base no processo de reorganização financeira do Capítulo 11 dos EUA.

Adicionalmente, a LATAM Brasil informou no dia 09 de julho, que passou a integrar o processo de reorganização e reestruturação voluntária sob a proteção do Capítulo 11 da lei dos Estados Unidos, a fim de reestruturar seus passivos financeiros e administrar de maneira eficiente sua frota local. Neste post explicando o que é o Chapter 11.

O lado positivo é que os governos de alguns países já indicaram que vão oferecer ajuda para o setor. No Brasil, por exemplo, o governo adotou algumas medidas, dentre elas:

  • Extensão do prazo que as companhias possuem para efetuar o reembolso do valor das passagens aos consumidores – 12 meses;
  • Postergação das tarifas aeroportuárias (por meio de um decreto);
  • Postergação das outorgas dos aeroportos concedidos (uma vez que a receita dos aeroportos também caiu muito).

O governo ressaltou que está à disposição com linhas de crédito de bancos públicos, para apoiar com liquidez neste momento de crise. Todas essas medidas ajudam no caixa da empresas e dão mais conforto para enfrentar a crise.


O futuro da LATAM

A crise é algo sem precedentes para o setor da aviação. Aliado a isso temos a imprevisão na retomada das viagens aos mesmos níveis pré-pandemia. Tudo isso atrapalha uma análise certeira, dificultando prever com certeza absoluta o que de fato vai acontecer.

Apesar disso, vale destacar que a LATAM está se reorganizando e ajustando seu tamanho frente a crise. No passado, muitas outras conseguiram (American Airlines, Delta, United), inclusive com a ajuda dos seus programas de fidelidade. Mas ninguém consegue ter certeza absoluta do seu futuro.

É justamente esse o questionamento que deve ser feito: a LATAM vai conseguir sair dessa situação? Qual a SUA opinião?

  • Se você acredita que a empresa vai sim se recuperar e que as consequências serão pequenas, a transferência de pontos com bônus agressivos pode ser uma boa oportunidade.
  • Por outro lado, caso você NÃO acredite na recuperação da empresa ou não esteja disposto a “pagar para ver”, pare por aqui. Essa promoção não é para você.

Eu, Ale, acredito na recuperação da empresa.


O que vou fazer com os pontos LATAM Pass transferidos?

Apenas acreditar na empresa não é o suficiente para decidir de vale transferir seus pontos para o LATAM Pass. Do que adianta transferir seus pontos se você não tem nenhum objetivo de utilizá-los? Por mais atrativa que a promoção possa ser, uma transferência sem propósito pode ser um erro. Como sempre enfatizados aqui no site: Não faça nada por impulso!

Sei que nem sempre temos definido o uso para os pontos, mas você deve tentar, pelo menos, estabelecer um propósito. Aqui vai um exemplo:

  • Emitir uma passagem para a Europa ou para os Estados Unidos fora da alta temporada

Pronto! Você já tem pelo menos “um norte” e vai poder pesquisar por passagens, verificar uma estimativa de pontos necessários e fazer um transferência mais assertiva, sem exageros.

Ainda assim, quanto mais alternativas, melhor! Lembre-se que ter flexibilidade é essencial no mundo dos pontos e milhas.

Considere também que muitas rotas estão sendo impactadas pelo coronavírus. Até uma melhora da situação, que ainda pode demorar muitos meses, as emissões são arriscadas.

Em função disso, por exemplo, não acho prudente um usuário inexperiente transferir pontos pensando em emitir algo no longo prazo. Se já está difícil prever o cenário para daqui 1 mês, o que dirá para daqui 6 meses ou 1 ano.


Qual a disponibilidade para o resgate que desejo?

Disponibilidade! Sempre citamos ela aqui no Passageiro de Primeira. Quando falamos de passagens aéreas, lembre-se: a disponibilidade por pontos é diferente da oferta de passagens pagantes!

Antes de efetuar a transferência de pontos, verifique se o resgate desejado oferece boa disponibilidade (caso já tenha uma emissão específica como objetivo).

Além disso, é extremamente importante entender o que é a precificação dinâmica ou flexível nos programas de fidelidade. A LATAM usa o modelo de precificação dinâmica nos resgate de voos próprios, nós fizemos uma postagem explicando em detalhe o funcionamento.

Infelizmente o LATAM Pass não oferece a possibilidade de “segurar” a reserva de bilhetes. Com isso, do momento da transferência dos pontos até a emissão do bilhete, a disponibilidade pode sumir.


Quantas pontos devo transferir para o LATAM Pass?

Após definir seu objetivo de uso dos pontos, fica mais fácil estimar quantos pontos você de fato necessita. Nossa recomendação é que você faça as contas considerando justamente o benefício da promoção para tentar minimizar os “restos” de pontos na sua conta (mas, se acabar sobrando, leia nosso post do que fazer com até 1.000 milhas).

Geralmente os melhores resgates não duram muito. Por isso, tente sempre que possível adotar a estratégia “Earn and Burn”: acumule e gaste. Isso evita que você termine com pontos insuficientes para o uso desejado ou que fique com muitas sobras em sua conta.

Outro ponto que merece atenção é o seu saldo de pontos. Não é interessante manter uma quantidade grande de pontos parados em sua conta. Lembre-se: pontos não rendem, pelo contrario – costumam ser desvalorizas com o tempo, e isso pode ser um grande risco!


Qual a facilidade para usar esses pontos?

A praticidade na hora do resgate é muito importante: alguns só estão disponíveis para emissões por meio de uma central de atendimento e podem exigir tempo e paciência para serem feitos.

O LATAM Pass permite emissão de todos os voos da LATAM de forma online. Dos atuais parceiros, apenas Iberia, Delta e Lufthansa podem ser emitidos pela internet. Essa semana tivemos a novidade da Qantas e Qatar. Todo restante vai exigir que você ligue para central de atendimento ou vá até uma loja da LATAM Travel. Ainda assim, pode ser que não de certo. O sistema da LATAM não está funcionando corretamente. Resgates na British, por exemplo, não são uma possibilidade a ser considerada.

Além das passagens, vale considerar também outros usos dos seus pontos. É sempre importante ter um plano B, uma alternativa caso algo não siga conforme o planejado. Por mais que não seja nossa recomendação principal, ter opções para adquirir produtos, serviços ou até emitir outro tipo de passagem é de grande valor!

Na LATAM são várias opções, desde troca por um eletrodoméstico, até troca por crédito de combustível, ingresso de cinema e milhares de outros produtos, entretanto, sem qualquer tipo de aviso, vários parcerias foram encerradas e a funcionalidade do sistema não está 100%.

Mas novamente, essa não é nossa recomendação de uso principal! O valor dado para seu ponto será muito menor do que quanto trocado por uma passagem. Para entender essa questão, sugiro a leitura do post em que explicamos quanto vale um ponto/milha! Esse é um artigo hit de sucesso aqui no site!


Qual o prazo de expiração desses pontos?

O LATAM Pass oferece uma boa validade nos seus pontos. Uma vez creditados, eles serão válidos por no mínimo 2 anos, acima do que alguns concorrentes oferecem. Na promoção atual entre Livelo e LATAM Pass, a validade passou a ser de 3 anos (jul/20).

No cenário atual, com as restrições de viagens em função da pandemia, a validade dos pontos tem se tornado algo importante para os usuários. Por exemplo, se você está transferindo sem um uso imediato dos seus pontos, você possivelmente precisará de tempo para efetuar seu resgate.


O programa de fidelidade é estável?

Você já analisou a estabilidade do programa de fidelidade? Alterações nas condições costumam ocorrer e isso impacta diretamente no uso dos seus pontos e milhas.

É de extrema importância saber se o LATAM Pass costuma fazer alterações em suas regras com aviso prévio satisfatório para que você tenha tempo de agir sem ser prejudicado. Ações do passado podem não ser as mesmas, mas são um bom indicativo.

No passado recente o LATAM Pass pecou neste aspecto, por exemplo. Foram diversas alterações, na grande maioria negativas para os clientes. A confiança demora muito tempo para ser construída e segundos para ser destruída.

Por outro lado, o programa fez algumas alterações positivas frente a COVID. A empresa revalidou pontos expirados, estendeu a validade de pontos a expirar e manteve a categoria até 2022.


Estou transferindo meus pontos para o programa que realmente preciso?

As promoções são tentadoras e o impulso pode te levar a tomar decisões equivocadas. Sempre enfatizamos aqui no site que não existe o melhor programa de fidelidade e sim o melhor programa para o resgate que você planeja.

Em função disso, compare os programas de fidelidade e veja aquele que oferece a melhor condição para o uso que você deseja – sobretudo no momento da transferência dos pontos! Dependendo do destino desejado, a LATAM pode ou não ser a melhor alternativa para você.

A LATAM tem oferecido alguns bons resgates em econômica em voos internacionais e domésticos. As ofertas para classe executiva não são tão generosas, mas ainda assim, tentamos sempre dar boas dicas de resgate.

Lembre-se de que milhas e pontos são como moedas e cada uma tem seu valor dependendo do uso que você dê a ela. Como já registrei, nossa matéria “Quanto vale um ponto/milha” pode ajudar o entendimento.


Compare o custo da passagem pagante com o custo em milhas

Por último e não menos importante, você deve sempre comparar o valor que possivelmente gastará em pontos na sua passagem, produto ou serviço com o valor que pagaria em espécie.

Como já falamos no início, as promoções agressivas já começaram para resgate com pontos e para passagens pagantes também! Passagens que sempre foram mais vantajosas com pontos podem não ser as melhores neste momento.

Nova taxa de resgate por pontos:

É importante ficar ligado também para a nova taxa de emissão em resgate por pontos do LATAM Pass. Ela pode mudar a conta desta comparação, dependendo da antecedência do resgate.


Comentário

Gostaríamos de ter um resposta certeira para essa situação, mas o momento delicado pelo qual a companhia e o setor como um todo vem passando dificulta qualquer palpite mais assertivo.

Com isso, a resposta passa a ser individual, sendo influenciada diretamente pela análise e nível de confiança de cada usuário em relação a empresa. A minha é de que a empresa vai se recuperar, a sua pode não ser.

Depois de analisar todos os pontos acima, se você se sente seguro, as promoções agressivas são uma BOA oportunidade de acúmulo de pontos. Mas se você não se sente confiante e não quer “pagar para ver”, melhor assistir de fora.

As ofertas agressivas são um reflexo natural do momento em que estamos vivendo. Apesar disso sua segurança e tranquilidade deve vir acima de qualquer impulso. Transfira seus pontos apenas se estiver seguro em relação a isso.

Apesar da nossa tentativa de ajudar, são muitas as variáveis envolvidas no momento da decisão e nem sempre será possível acertar todas! Mas sem dúvida sua decisão será muito mais assertiva se você tiver uma resposta clara para cada um dos questionamentos que fizemos acima.

Não podemos ignorar os problemas de TI envolvendo emissões. As reclamações em relação ao programa aumentaram durante a pandemia e o processo de emissão pode ser desgastante!

Eu, Ale, pessoalmente estou com um saldo considerável de pontos na LATAM e não pretendo transferir mais pontos no momento. Mas caso tivesse com saldo baixo, avaliaria enviar e fazer  uma emissão em seguida, ciente dos riscos envolvidos.

NÃO faria uma transferência com intuito de criar uma poupança de pontos, o momento segue de incertezas e arriscado para movimentos no longo prazo!

Cada um deve considerar a sua situação. O meu perfil e necessidade devem ser diferentes do seu.

Qualquer dúvida estaremos aqui para ajudá-lo!

Um abraço em nome da nossa equipe,
Ale

OBS: A promoção da Livelo com até 80% de bônus na transferência vai até amanha. Mais detalhes neste post.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.