fbpx

Resgates de Primeira – Passagem do Japão para o Egito com milhas AAdvantage

Programas de fidelidade Resgates de Primeira

Por Raimundo Junior

Como falamos no início dessa segunda fase da série Resgates de Primeira, vamos te levar de cada um dos destinos anteriores (da primeira fase) para um outro destino, sempre fazendo um excelente resgate. O que temos no cardápio hoje é: Passagem do Japão para o Egito com milhas AAdvantage, da American Airlines.

pular para…

  1. O Resgate de Primeira
  2. Quanto custa essa emissão?
  3. Como fazer essa emissão?
  4. Como otimizar essa emissão?
  5. Quais companhias posso voar?
  6. Fatores a considerar
  7. Comentário

O Resgate de Primeira

Rota: Tóquio x Cairo
Programa: AAdvantage – American Airlines

Para quem não vem acompanhando, na primeira fase da série Resgates de Primeira, mostramos ótimos resgates para voar do Brasil para América do NorteEuropa, África, Ásia e Oceania.

Nessa segunda fase, estamos mostrando um Resgate de Primeira em que te pegamos em um do destinos da primeira fase e te levamos para outro lugar, sempre através de um ótimo resgate, como dissemos acima.

Muitos dos nossos leitores são membros do AAdvantage, da American Airlines, quer porque são portadores de cartões americanos, quer porque possuem o Cartão AAdvantage emitido pelo Santander. Aliás, no momento esse cartão está participando da ótima campanha Bateu, Ganhou!, que oferece até 6 pontos por dólar gasto na fatura.

Por isso, dessa vez vamos aproveitar para mostrar uma das excepcionais emissões do programa, que é a boa alternativa de ligação da Ásia ao Oriente Médio, usando milhas do programa AAdvantage. É um dos melhores sweetspots do programa de fidelidade da American Airlines.

Devo dizer, de começo, por questão de reconhecimento e justiça, que esse resgate de primeira hoje mostrado, foi assunto de um dos muitos debates sobre boas emissões que faço com o leitor e amigo Ricardo, que inclusive realizou exatamente essa emissão, embora para data diversa.

Vamos mostrar o resgate do trecho Tóquio para Cairo, voando na excepcional Classe Executiva Qsuite da Qatar Airways. Esse é um ótimo exemplo de uso eficiente de milhas para voar entre Ásia e Oriente Médio. Lembrando que o destino poderia ser qualquer cidade do Oriente Médio para as quais as parceiras do programa de fidelidade voam.

Antes de tudo, recorde de que te levamos do Brasil para o Japão, na Classe Executiva da Iberia, usando Avios do Iberia Plus, por apenas 102 mil Avios.

E o melhor de tudo é que essa Emissão de Primeira vai permitir que você voe entre o Japão e Egito, com pelo menos um longo trecho na melhor Classe Executiva do mercado, a Qsuite da Qatar Airways, que desde o lançamento, no segundo semestre de 2017, conquista esse título de melhor Classe Executiva do mundo, ano após ano. O segundo trecho, que é um voo curto entre Doha e Cairo, pode ou não ser operado com aeronave equipada com Qsuite, já que dos três voos diários, um é operado pelo Boeing 787-Dreamliner, que embora tenha uma ótima Classe Executiva, não é Qsuite.

  • Acesso ao Al Safwa First Class Lounge em Doha

Um dos grandes diferenciais dessa emissão é que, embora estejamos tratando de uma viagem com dois voos em Classe Executiva, na conexão em Doha será possível acessar o luxuoso e exclusivo Lounge da Primeira Classe da Qatar Airways.

Isso decorre do fato de que os voos internos em Classe Executiva, envolvendo Catar e os demais países do Golfo Pérsico ou do Oriente Médio, são comercializados como Primeira Classe.

Assim, embora o resgate seja realizado na tabela da American Airlines para Classe Executiva, e de fato ambos os voos sejam realizados nessa cabine, o trecho final entre Doha e Cairo é considerado Primeira Classe.

Com isso, é franqueado o acesso ao exclusivo Al Safwa First Class Lounge, cuja avaliação detalhada, feita pelo Fábio, você pode conferir clicando aqui.

Apenas para se quantificar o tamanho do “bônus” que isso representa, os passageiros voando na Classe Executiva da Qatar Airways, que acessam gratuitamente o excelente Lounge Al Mourjan, têm a possibilidade de acessar o Al Safwa First Classe Lounge, desde que paguem a taxa de cerca de 100 dólares.


Quanto custa essa emissão?

Como sabemos, a American Airlines tarifa os voos operados por parceiros, entre Ásia Zona 1 (Japão e Coreia), para o Oriente Médio, por 40 mil milhas em Classe Executiva, não importando se é voo direto ou com conexões.

A propósito, para uma visão geral abrangente sobre o programa AAdvantage, recomendamos a leitura da excelente matéria publicada aqui no PP pelo Lorenzo, sob o título: O Guia Completo do American Airlines AAdvantage.

Esse, sem dúvida, é o menor número absoluto em milhas que te permite fazer dois voos na premiada Qsuite da Qatar Airways, incluindo um voo longo entre Tóquio e Doha. Evidente que você deve ter em mente que as milhas AAdvantage são um dos ativos em milhas mais valiosos do mercado, então leve isso em consideração.


Como fazer essa emissão?

  • Encontrando disponibilidade

Como sabemos, o AAdvantage é um dos programa de fidelidade em que a grande maioria do acervo é acessível nas pesquisas online, tanto para voos próprios quanto para parceiros.

A presente emissão, inclusive, tem tratamento 100% online, desde a pesquisa até a emissão. Há casos, contudo, em que você precisará contatar a central.

É o caso, por exemplo, de voos de/para o Brasil, em que você pode incluir o trecho interno na GOL Linhas Aéreas, sem qualquer custo adicional, mas pra fazer isso será necessário realizar o resgate pelo call center.

Mas não se intimide. É quase uma unanimidade que o call center do American Airlines AAdvantage, presta um serviço de excelência.

  • Realizando a emissão

Realizada a pesquisa e encontrado o resultado, basta selecionar os voos preferidos e seguir para finalização, tudo online.

Como você vê, na nossa escolha acima, ambos os voos são operados por aeronaves equipadas com Qsuite, já que o primeiro serviço é no A350-1000, todos já equipados com essa Classe Executiva desde o recebimento pela Qatar Airways, enquanto o segundo, no Boeing 777W. Conseguimos conferir pelo ExpertFlyer, que também dispõe dessa cabine.


Como otimizar essa emissão?

O gargalo dessa emissão, que é excelente, pode estar nas dificuldades de gerar e alto valor das milhas AAdvantage. Recorde que mencionamos que as milhas AAdvantage são um ativo valioso.

A despeito disso, vamos tentar mostrar alternativas razoáveis de gerar essas milhas.

  • Compra de milhas com desconto

Em comemoração dos 40 anos do programa AAdvantage, está sendo concedido um desconto efetivo de 40% na compra de milhas AAdvantage até o próximo dia 30 de abril.

O problema, como se vê, é que as milhas AAdvantage são extremamente valiosas. Mesmo com a aplicação dos 40% de desconto, um dos melhores já vistos, o milheiro ainda custa acima de 19 dólaras, ou mais de 110 reais.

Apesar desse alto custo de aquisição, as 40 mil milhas necessárias para essa emissão, custaria cerca de R$4.400, o que é um valor incomparavelmente melhor do que a passagem pagante.

Como se vê, mesmo com o valor alto do milheiro AAdvantage, o custo do bilhete prêmio ficaria inferior a 28% do valor pagante (já incluído o valor das milhas + taxas aeroportuárias).

  • Gerando milhas no cartão de crédito

Essa, sem dúvida, a maneira mais barata e racional de gerar milhas AAdvantage.

Para quem tem acesso aos cartões americanos, não raro há pomposos bônus de assinatura oferecidos pelo Citi, que emite o co-branded nos Estados Unidos, além do Barclays.

No mercado brasileiro, a única maneira de gerar pontos através do cartão de crédito, é usando o co-branded Santander AAdvantage, lançado pelo banco espanhol no Brasil em 2017.

Aliás, como o banco tem oferecido uma boa taxa de conversão para esse cartão, em suas últimas campanhas Bateu, Ganhou!, onde é possível acumular até 6 milhas AAdvantage por dólar gasto, na versão AAdvantage Black, essa é, de longe, a forma mais eficiente de gerar essas milhas valiosas.

Com isso, tem sido vantajoso até mesmo pagar as salgadas tarifas dos aplicativos de pagamento, para pagar contas que em regra seriam debitadas em conta, para gerar gastos com esse cartão.

Imagine que você tenha um boleto de 10 mil reais pra quitar. O lógico seria quitar o mesmo à vista, debitando do seu saldo bancário. Contudo, com a promoção, em que você poderá gerar cerca de 10 mil milhas pagando com cartão, faz sentido pagar R$299 (2,99%, na maioria dos aplicativos), para quitar referido boleto.

Fazendo isso, ao menos durante a fase promocional, é possível derrubar o valor do milheiro para cerca de 29 reais, o que é excelente, considerando o alto valor agregado das milhas AAdvantage.

Acaso você consiga gerar todas as 40 mil milhas dessa emissão, através de pagamentos como o acima mostrado, o valor do bilhete do resgate de primeira (40 mil milhas AAdvantage), cairia para inacreditáveis R$1.196 + taxas. E ainda há como sair mais em conta, mas falaremos sobre isso em outra oportunidade…


Quais companhias posso voar?

Além da Qatar, que usamos no exemplo, pelo fato de permitir dois voos de Qsuite + usar o luxuoso Al Safwa, exclusivo First Class Lounge da Qatar Airways em Doha, é possível realizar o resgate para voar com outras parceiras da American Airlines, como Etihad, Cathay Pacific, JAL e Royal Jordanian.

Todas as companhias que listamos são de altíssimo padrão, mas nenhuma delas possui Classe Executiva que supere o fascínio da Qsuite, da Qatar Airways.

Quando do lançamento do produto, em 2017, a Qatar Airways deu o conceito de “First in Business”. E quem já teve oportunidade de apreciar o produto, sabe que a Qatar conseguiu atingir o seu objetivo de fazer com que o passageiro de executiva tenha o mesmo conforto, requinte e privacidade da Primeira Classe, inclusive com serviço de alto padrão. A cabine tem layout é 1-2-1, com portas deslizantes que permitem uma privacidade ímpar.


Fatores a considerar

  • Facilidade de emissão: como mencionamos no início, o programa AAdvantage tem uma das mais amigáveis plataforma de emissão de passagens com milhas, tanto para as emissões on-line, que são a maioria, quanto para os casos em que se precisa de atendimento do call center, que presta um serviço de excelência;
  • Estabilidade da tabela: outro ponto que merece registro é a estabilidade da tabela do AAdvantage para resgate com parceiros. Embora as emissões próprias sofram flutuação, em decorrência de fatores diversos, em especial promoções e/ou, na outra ponta, alta ocupação, a tabela para parceiros é fixa e tem-se mantido inalterada há um bom tempo, o que é mais um fator elogiável do programa. Esperamos que possamos continuar tecendo os mesmos elogios por muito tempo;
  • Apenas o Egito está aceitado brasileiros: Embora o resgate simule uma viagem entre Tóquio e Cairo, recorde que o Japão está fechado para o turismo desde o início da pandemia, sem perspectiva de reabertura recente. Já anunciou, inclusive, que não receberá turistas para as Olimpíadas de verão, no próximo mês de julho. Não espere, portanto, conseguir entrar no país tão cedo;
  • Al Safwa First Class Lounge segue fechado: Uma das vantagens diferenciadas citadas nesse resgate de primeira, é o uso da sala VIP da Primeira Classe da Qatar Airways em Doha, embora se trate de um resgate em Classe Executiva. Lembre, entretanto, que o Al Safwa First Classe Lounge continua fechado. Entretanto, não temos dúvida de que quando a viagem descrita estiver possível, após a reabertura do Japão, o lounge também já terá voltado a funcionar regularmente;
  • Custos simulados baseados em compra promocional de milhas e uso de cartão de crédito com bônus: como ficou registrado na matéria, quando simulamos os custos dessa emissão, precificando as formas de geração das milhas, levamos em consideração os valores da compra de milhas com 40% de desconto, na promoção de aniversário do AAdvantage, bem como o acúmulo especial do cartão de crédito AAdvantage Black, que está oferecendo 6 pontos por dólar na atual campanha Bateu, Ganhou.

Comentário

Esse é mais um bom exemplo das dezenas de boas oportunidades de emissões que temos a explorar no nosso microcosmos de milhas e pontos, como falamos no post inicial dessa série semanal.

Esteja certo que teremos incontáveis encontros nas próximas sextas-feiras, pois há muitas emissões interessantes a mostrar.

Como dito no início da série, optamos por abordar apenas uma boa emissão por semana, mas oferecendo todas as informações que você precisa saber para tirar proveito da oportunidade, inclusive todos os pros e contras que se aplicam a essa emissão.

Com esse resgate de Tóquio para o Cairo, chegamos à penúltima matéria da segunda fase da série, em que estamos mostrando voos a partir dos destinos da primeira fase.

E você, já conseguiu aproveitar essa excelente emissão do AAdvantage?


Confira os Resgates de Primeira publicados!

Primeira fase

Segunda fase

Hotéis com Desconto + Selos
Hotéis com Desconto + Selos
5% de desconto + selos no Rewards em estadias até 30 de abril de 2022!
Seguro Viagem com Desconto
Seguro Viagem com Desconto
Desconto especial no seu Seguro Viagem!
Hotéis com Desconto
Hotéis com Desconto
8% de desconto em estadias até 31 de março de 2022!
Compras com Desconto
Compras com Desconto
5% de desconto em itens vendidos e entregues pelo Magalu!
Clube de Milhas
Clube de Milhas
Receba 1.000 milhas por mês + 7.000 milhas bônus na hora!
Gerencie suas Milhas
Gerencie suas Milhas
6 meses grátis do AwardWallet Plus para novos usuários!
Ver todos os cupons

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

10 anos! O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.