fbpx

Minha experiência na Classe Executiva da British Airways e nas salas VIP rumo às Maldivas

Classe Executiva Guias Notícias

Por Dymitri Leão

Olá querido leitor! Neste post, dou continuidade aos meus relatos sobre experiências que vivi na viagem de férias mais recente que eu fiz. Desta vez, irei contar um pouco sobre uma estratégia para comer grátis no Aeroporto Internacional de São Paulo – Guarulhos, bem como mostrarei detalhes dos 2 voos que eu fiz em classe executiva na British Airways. Também falarei um pouco sobre a sala vip da British Airways no Aeroporto Internacional de Londres – Heathrow.

british airways maldivas

Muitos acompanharam a minha viagem através do Instagram, tanto no perfil do Passageiro de Primeira (@passageirodeprimeira) quanto no meu perfil particular (@dymitrileao). Os stories do meu perfil estão todos salvos nos destaques, então algumas coisas que você ler abaixo poderá conferir em vídeo também, caso queira. 😉


Emissão das passagens aéreas

Eu emiti as minhas passagens aéreas para as Maldivas utilizando avios, que é como a British Airways e a Iberia denominam as milhas dos seus programas de fidelidade Executive Club e Iberia Plus, respectivamente. Há 2 posts aqui no Passageiro de Primeira comentando sobre essas minhas emissões na classe executiva da British Airways, então basta acessar os links a seguir para conferir todos os detalhes:

Conforme descrito nos posts acima, a viagem para as Maldivas foi feita em 2 voos:

  • 1º voo entre São Paulo e Londres, no dia 24/12/2020;
  • 2º voo entre Londres e Malé, capital das Maldivas, no dia 25/12/2020.


Aeroporto Internacional de São Paulo – Guarulhos

Ao chegar ao Aeroporto Internacional de São Paulo – Guarulhos, fiz meu check-in no Terminal 3 e perguntei se havia possibilidade de conseguir upgrade para a 1ª classe, mas não me ofereceram nenhuma opção. Dessa forma, confirmei os assentos em classe executiva e passei pelo controle da Polícia Federal.

O Terminal 3 do aeroporto estava muito vazio, mesmo sendo véspera de natal, conforme você pode conferir na foto abaixo.

maldivas british airways

Uma coisa que me chamou muita atenção foi essa mensagem no balcão de check-in da British Airways:

Vocês já tinham visto isso alguma vez? Eu nunca vi! Questionei o funcionário da British Airways a respeito, e se bem me lembro ele disse que era comum clientes da companhia levarem panelas de pressão nas malas de mão, e dai terem problemas no raio-x. Achei no mínimo curioso rsrsrs Será que uma panela de pressão é muito cara em Londres? 🙂

Bem, como eu não levava nenhuma panela de pressão na mala, passei sem problemas pelo raio-x. Já na área segura, acessei a sala vip da American Express utilizando o meu cartão de crédito American Express The Platinum Card, também conhecido como TPC. Para conferir como é a sala vip da American Express no Aeroporto Internacional de São Paulo – Guarulhos, você pode por exemplo acessar esse nosso postInaugurada a nova Sala VIP da American Express no Aeroporto de Guarulhos (GRU).

Em seguida, fui para o Bleriot Bar & Lounge, que para mim é a melhor opção para comer de graça no Terminal 3 do Aeroporto Internacional de São Paulo – Guarulhos. “Mas como assim comer de graça?!”, você pode estar se perguntando…. Explico: Há alguns restaurantes pelo mundo afora que são conveniados aos programas Priority Pass e Lounge Key, e o Bleriot Bar & Lounge felizmente é um deles!

Dessa forma, se você possui visitas gratuitas às salas vip conveniadas a esses programas, você pode utilizar essas visitas gratuitas para trocá-las por crédito em refeições nesses restaurantes. O procedimento é similar ao utilizado para acessar as salas vip conveniadas, e inclusive o crédito concedido é o mesmo valor de um acesso avulso às salas vip desses programas: US$32. Veja mais detalhes nesse postComer de “graça” em aeroportos – Como funciona o benefício oferecido pela Priority Pass, Lounge Key e Mastercard Airport Experiences.

Utilizei então o meu cartão de crédito Sicredi Mastercard Black para comer com minha esposa e filho no Bleriot Bar & Lounge de graça! Isso porque esse cartão dá visitas ilimitadas às salas vip do programa Lounge Key para o titular e convidados. Logo, utilizei esse benefício para pedir diversos pratos para nós sem ter que me preocupar com a conta, afinal não fui cobrado em nada! Excelente esse benefício, não é mesmo?! Eu adoro as comidas do Bleriot Bar & Lounge, e de graça elas ficam ainda mais saborosas, por quê será? 🙂


1º voo – De São Paulo para Londres

Esse voo foi realizado na classe executiva antiga da British Airways. Vou mostrar a seguir alguns detalhes dos assentos e do serviço de bordo.

A configuração de assentos era 1-3-1, com alguns assentos virados para a parte de trás da aeronave.

british airways

Na foto abaixo, você pode ver por outro ângulo a disposição dos assentos.

british airways

Para 2 pessoas viajando juntas, os 2 assentos juntos no meio são os ideais. Deixei minha esposa e nosso filho nesses assentos, e sentei no assento imediatamente ao lado desses. Perceba que há divisórias retráteis para aumentar a privacidade, mas que nós deixamos abaixadas por estarmos juntos.

british airways

Perceba também a presença de uma gaveta para guardar objetos pessoais ao lado de cada assento, juntamente com tomada e entrada para cabos USB.

british airways

O amenity kit  fornecido veio numa necessaire da marca The White Company, contendo escova e pasta de dente, meias, tapa-olhos, caneta, ear plugs e alguns cosméticos.

british airways

Na foto abaixo, você pode conferir com maiores detalhes os cosméticos da The White Company presentes no amenity kit.

british airways

Os assentos viram cama, bastando que se levante o descanso para os pés e que se pressione por alguns segundo o botão de ajuste da inclinação do assento. Na sequência de fotos a seguir, você verá como o assento vira cama.

Descanso para os pés

british airways

Assento que vira cama

Cobertor e travesseiro fornecidos na classe executiva da British Airways

Apesar do descanso para os pés não ser muito largo, particularmente eu achei muito melhor do que vários assentos de classes executivas mundo afora cujo descanso para os pés afunila! Como diria o Fábio, por quê será que alguns fabricantes de assentos acham que nosso corpo possui a forma de um cone de sorvete?! Enfim, aprovei o assento acima mostrado.

Pedi para a minha esposa tirar uma foto de mim deitado no assento, para poder colocar neste review. Eu tenho 1,83m e raramente consigo deitar em 180º os assentos, pois ou eles são mais curtos ou a largura dos ombros não me comporta. Nesse assento não foi diferente. Repare que tive que inclinar um pouco o encosto da cabeça para pode acomodar os ombros, e mesmo assim os meus pés estavam encostando na parede do assento da frente. Ainda assim, consegui dormir de forma relativamente confortável.

O sistema de entretenimento é antigo, e a tela não é muito grande, mas nada que comprometesse o voo. Eu particularmente deixo a maior parte do tempo no mapa do voo. Sou viciado em mapas rsrsrs

Você também fica “vidrado” acompanhando o mapa do voo? Sério, eu amo!

Foi fornecido um fone com cancelamento de ruído, mas como eu sempre uso o meu Bose QC 35 II, não experimentei esse da British Airways.

O joystick para controlar o sistema de entretenimento fica localizado ao lado do assento.

Vamos agora falar da melhor parte de todo voo: as comidas e bebidas! 🙂

Primeiramente, trouxeram alguns snacks e 2 garrafinhas de champagne Nicolas Feiullatte. Que fique claro que eu não pedi 2 garrafas, o comissário simplesmente trouxe 2 🙂

Depois, nas refeições principais, pedi uma reposição e ele trouxe mais 2 garrafas. Apesar de ser servido em um copo de plástico, eu gostei do champagne oferecido.

A refeição principal foi servida toda de uma vez, o que não é o ideal, pois enquanto você está comendo a entrada, o prato principal esfria…Além disso, esteticamente não fica agradável.

Apesar da apresentação, o macarrão estava saboroso.

Na foto abaixo, mostro a sobremesa e alguns snacks que deixaram para “tapear” a fome até o café da manhã. Também trouxeram mais 2 garrafas do champagne sem eu pedir, mas obviamente não achei ruim rsrsrs

Esse snacks da Tyrrels são ótimos!

Lindt vai sempre bem, não é mesmo? 😉

Para o café da manhã, trouxeram água, suco de laranja, sanduíche de queijo e presunto, frutas, iogurte, bolo e um mix de nuts.

Muitos me perguntam como é a experiência de viajar com bebê. Não tem muito segredo… Em primeiro lugar, acostumei o meu filho desde bebezinho a voar. Logo, ele já está muito acostumado a voar e adora. Comentei a respeito dos voos dele nesse postAprenda a catalogar os seus voos com o myFlightradar24.

Quando ele quer andar pela aeronave, acompanho ele e vou mostrando tudo.

Sempre levo um tablet de apoio e faço o download antecipado de vários desenhos que ele gosta, dai fica tudo disponível offline e sem contratempos.

Dou preferência a voos que saiam à tarde ou à noite, para que ele já fique com sono naturalmente. Dai, quando você menos espera, ele acaba dormindo rsrs Na foto abaixo, antes mesmo de decolar ele já dormiu, pois o horário de decolagem desse voo era mais ou menos no horário em que ele costuma tirar a soneca da tarde.

Enfim, você pode tentar amenizar algumas reações adversas do bebê/criança a bordo, mas lembre-se de que um bebê/criança não é um robô, é um ser humano com vontade própria e com seus próprios sentimentos. Se tiver algo que o incomode, ele vai chorar. Isso faz parte, mesmo. E é normal. O jeito é tentar acalmá-lo, distraí-lo e tentar descobrir o que o está incomodando: se é fome, sede, alguma dor…

Outro ponto que deve ser observado é o seguinte: o bebê/criança a bordo é um passageiro assim como os demais, possuindo os mesmos direitos. Digo isso porque infelizmente ainda há algumas pessoas que gostam de falar aos 4 cantos que bebês/crianças não deveriam voar na classe executiva ou primeira classe, e que essas classes premium não seriam lugar de bebê/criança. A esses, apenas digo: o lugar do bebê/criança é ao lado do pai e da mãe, e se eu estiver na classe executiva ou primeira classe, o meu filho vai junto 😉

Eu sou muito grato por ter a oportunidade de poder voar com o meu filho desde que ele tinha apenas 2 meses, e tenho certeza de que as memórias que construímos juntos faz uma enorme diferença na vida dele e na minha! 🙂


Sala vip da British Airways no Aeroporto Internacional de Londres – Heathrow

Chegamos ao Aeroporto Internacional de Londres – Heathrow no dia 25/12/2020 e ele estava muito vazio, cheio de lojas fechadas. Um cenário muito diferente do que eu lembrava desde a minha última visita ao aeroporto, em 2010. Praticamente a única opção aberta no aeroporto era a sala vip da British Airways, então foi lá que ficamos praticamente todas as longas horas de conexão.

Logo na entrada, há duas belas estátuas de cavalos.

A sala estava bem vazia pela manhã, e mesmo aumentando a lotação ao longo do dia, não chegou a lotar em nenhum momento. A sala é bem grande e com muito espaço para sentar.

Repare que nas paredes havia QR codes com o cardápio da sala.

Na foto abaixo, mostro em mais detalhes o QR code. Ele identifica a mesa que está fazendo o pedido. Basta pedir a comida e bebida que você quiser, a hora que você quiser, que há garçons para trazer os pedidos na sua mesa. Bem prático!

Além dos pedidos na mesa, ainda havia um bar e água à vontade pelo lounge.

Bar da sala vip da British Airways no Aeroporto Internacional de Londres – Heathrow

Água à vontade na sala vip da British Airways no Aeroporto Internacional de Londres – Heathrow

Abaixo, mostro alguns dos pratos que pedimos enquanto estivemos nessa sala vip, com destaque para o café da manhã inglês, o hambúrguer delicioso e o chilli com nachos, que estava excelente!


2º voo – De Londres para Malé, capital das Maldivas

Ao chegar ao portão de embarque e verificar a matrícula da aeronave que iria realizar o voo (G-STBN), tive a grata surpresa de constatar de que se tratava de uma aeronave extremamente nova (entregue em novembro de 2020), equipada com a nova classe executiva da British Airways! Uhulll, fiquei muito empolgado!

british airways classe executiva

Abaixo, mostro alguns dos detalhes do voo, que foi excelente! O único ponto fraco realmente foi o serviço de bordo, conforme irei comentar mais adiante. O grande diferencial dessa nova classe executiva da British Airways é que, tal qual a Qsuite da Qatar, todos os assentos contam com uma porta individual, tornando a experiência muito mais privativa para os passageiros. Perceba que a configuração dos assentos é 1-2-1.

Na foto abaixo, mostro em maiores detalhes o assento, que achei muito confortável e bem acabado.

british airways classe executiva

Na foto a seguir, você pode ver em maiores detalhes a porta do assento 23K. Perceba que de fato a privacidade é alta quando essa porta estiver fechada.

british airways

Veja como fica o corredor da aeronave quando todas as portas estão fechadas! Isso faz muita diferença, na minha opinião. Gosto bastante de privacidade a bordo.

No seu “casulo” privativo, há muitos compartimentos para guardar objetos pessoais. Aproveito cada lugarzinho desses para guardar meus eletrônicos rsrsrs

british airways classe executiva

Veja que em um dos compartimentos, encontra-se o joystick que controla o sistema de entretenimento, além de tomadas e entrada para cabos USB.

british airways classe executiva

Por falar no sistema de entretenimento, ele possui uma tela grande e em alta definição, com várias opções para tornar o voo mais agradável. Na foto abaixo, você consegue ter uma vista de cima do assento e da tela.

british airways classe executiva

Na foto a seguir, mostro a visão de dentro do “casulo”, com a mesinha retrátil aberta.

british airways classe executiva

Perceba o excelente acabamento do assento! Ele além de bonito é bem confortável, e por isso digo: a British Airways acertou em cheio na escolha! Note que o cinto de segurança não é apenas de cintura, mas sim passa pelo ombro.

british airways classe executiva

Na foto abaixo, mostro com é o controle de  inclinação desse assento. Ele vira uma cama bem confortável.

british airways classe executiva

O assento em modo cama é bem confortável. O descanso para os pés afunila um pouco, mas nada que tenha me incomodado muito. Há alguns assentos no mercado que afunilam muito mais e ai sim incomodam bastante!

british airways classe executiva

Ao lado do assento, há uma luminária e uma porta, que ao ser aberta possui um espelho no lado interior.

british airways classe executiva

Veja em detalhes o espelho interno do compartimento mencionado acima.

british airways classe executiva

O amenity kit era exatamente o mesmo do voo anterior, que já mostrei neste post.

british airways classe executiva Vamos agora falar das comidas e bebidas oferecidas a bordo… O jantar foi servido novamente todo de uma vez, com o detalhe de que só havia a opção de um frango com curry, muito apimentado! Eu quase passei mal, não como comida apimentada! Porém, não havia outra opção e eu me vi obrigado a comer, mas não foi agradável. Ponto muito negativo por não ter outra opção a bordo!

O que salvou um pouco o jantar foi a sobremesa, que estava bem saborosa.

british airways classe executiva

O champagne era o mesmo do outro voo, que eu achei excelente, mesmo que seja servido em copos de plástico.

british airways

No café da manhã, foram servidos suco de laranja, frutas, iogurte e um croissant delicioso! Pelo menos deu para compensar um pouco o desastroso jantar. Estava tão bom que eu perguntei se poderia comer mais de um, e como sobrou eles me trouxeram outro croissant. Muito bom mesmo!

Já na aproximação das Maldivas, fomos contemplados com imagens belíssimas! Recomendo sentar no assento ao lado de alguma janela da aeronave.

Meu filho adorou o voo e correu tudo de forma tranquila. 🙂

british airways classe executiva


Linkódromo

Como este post faz parte de uma série sobre a minha viagem recente para as Maldivas, Dubai e Egito, criei esta seção chamada de “Linkódromo”, para consolidar todos os posts desta série. Abaixo, deixo os links para os posts já publicados.


Comentário

Eu gostei da experiência na sala vip da British Airways no aeroporto de Londres – Heathrow de modo geral. As comidas que experimentamos eram bastante saborosas e bem preparadas. Apenas senti falta de opções mais voltadas para o almoço, pois chegamos no início da manhã e só saímos à noite.

Quanto aos voos, tirando o serviço de bordo, que achei fraco (especialmente no trecho entre Londres e Malé), em geral foi uma boa experiência, especialmente na nova classe executiva da British Airways! Inclusive essa nova classe executiva da British Airways está sendo utilizada agora na rota entre São Paulo e Londres, e na minha opinião é um produto extremamente competitivo para ir à Europa em classe executiva.

Sobre viajar às Maldivas com a British Airways nas condições em que fomos, foi uma questão de oportunidade, pois como comentei aqui, a promoção que aproveitei estava imperdível! Contudo, são 2 voos longos, com uma conexão longa também, e não pudemos sair do aeroporto de Londres. Eu gostaria de ter feito essa viagem com um stop over de alguns dias em Londres, para chegar mais descansado às Maldivas. Perceba que saímos de São Paulo no dia 24 de dezembro à tarde e só chegamos às Maldivas no dia 26 de dezembro pela manhã!

Se você só tiver essa opção, vá! Será cansativo mas agradável, sobretudo pelas aeronaves novas. Se puder escolher outras opções, dai eu acho que conectar no Oriento Médio otimiza as rotas da viagem, por exemplo em Doha ou em Dubai.

Você já viajou na nova classe executiva da British Airways? Para mais informações sobre ela, você pode por exemplo acessar esse nosso post: British Airways apresenta sua nova classe executiva – Club Suite.

Eu fiz muitos stories no meu instagram durante essa viagem, e praticamente todos estão salvos nos destaques. Caso tenha interesse, basta acessar o meu perfil particular no instagram: @dymitrileao.

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.