Resgates de Primeira – Passagem em Classe Executiva da Cidade do Cabo para Londres com pontos LATAM Pass

Programas de fidelidade Resgates de Primeira

Por Raimundo Junior

Como você vem acompanhando nas últimas temporadas da série Resgates de Primeira, estamos mostrando voos que tragam alguma característica especial, quer de preço, cabine ou rota diferenciada, que mereça o nosso registro. No resgate de hoje, vamos aproveitar para mostrar um ótimo sweetspot do LATAM Pass, tirando proveito da nova parceria com a Virgin Atlantic, voando da África do Sul para a Europa. Por isso, o que temos no cardápio hoje é: Resgates de Primeira – Passagem em Classe Executiva da Cidade do Cabo para Londres, com pontos LATAM Pass.

pular para…

  1. O Resgate de Primeira
  2. Quanto custa essa emissão?
  3. Como fazer essa emissão?
  4. Como otimizar essa emissão?
  5. Quais companhias posso voar?
  6. Fatores a considerar
  7. Comentário

O Resgate de Primeira

Rota: Cidade do Cabo – Londres
Programa: LATAM Pass (LATAM Airlines)

Para quem não vem acompanhando a séria, já tivemos fases com resgate exclusivamente em Classe Executiva ligando continentes e outras com voos exclusivos em Primeira Classe. Na fase atual, passamos a mostrar, indistintamente, viagens em Classe Executiva ou Primeira Classe, que apresentem custo x benefício acima da média, ou tenha alguma característica especial. Por isso, hoje aproveitamos para mostrar uma viagem da Cidade do Cabo para Londres, voando na excepcional Classe Executiva (Upper Class) da Virgin Atlantic, tirando proveito da nova parceria do LATAM Pass.

Há opção de voos tanto de Joanesburgo, quanto Cape Town, mas optamos pelo segundo porque permite um tempo maior para curtir a viagem. Esse é um dos melhores resgates do programa LATAM Pass, sobretudo quando a emissão é para voar na prestigiada companhia aérea do magnata Sr. Richard Branson, que cobra valores altíssimo em voos pagantes em Classe Executiva.

Vale lembrar que mostramos aqui no Passageiro de Primeira no início dessa semana  que os voos da Virgin Atlantic já estavam disponíveis para resgate no LATAM Pass. Essa é uma grande notícia, pois além de possuir uma consistente malha aérea, a Virgin oferece um belo serviço nas suas cabines Upper Class (Classe Executiva).

Londres (LHR)

Como o resgate aqui mostrado está no sentido CPT-LHR, o lounge de acesso na partida será o Bidvest, que é conveniado da empresa na Cidade do Cabo. Acaso opte por partir de Joanesburgo, a aérea britânica possui um excelente Club House no Aeroporto de JNB. De todo modo, vale registrar que esse resgate não precisa necessariamente acabar em Londres. *Acaso a Virgin Atlantic passe a operar rota interna na Europa, você ainda poderá adicionar, sem custo, outro trecho, conectando em LHR. Isso lhe permitiria curtir o ótimo Vip Lounge da Virgin Atlantic em LHR.

  • Vip Lounge Club House, no Aeroporto Internacional de Londres-LHR

*Embora a Virgin Atlantic voe de mais duas bases no Reino Unido (Manchester e Edimburgo), não opera voos entre elas, tampouco opera outra rota intra-Europa, no presente momento. Assim, atualmente não é possível incluir mais um trecho intra-Europa, o que permitiria acessar o Club House mostrado acima.

Contudo, quem desembarca em Londres, voando na Classe Executiva (Upper Class), não fica sem serviço. A Virgin Atlantic opera o Revivals Lounge na chegada, após a alfândega, oferecendo ducha e café da manhã aos passageiros da sua cabine premium.

Esse é um modelo que deveria ser seguido por outras companhias aéreas. Esse “refresh“, na chegada, dá um verdadeiro upgrade no dia do viajante.


Quanto custa essa emissão?

Apesar das críticas pelos sucessivos reajustes, a tabela fixa do LATAM Pass mantém excelentes opções, como Brasil x Estados Unidos por 90 mil pontos, voando Delta Airlines. Melhor ainda é esse da África do Sul para Europa, por 90 mil pontos, permitindo voar British Airways e agora Virgin Atlantic.

Destaque para as taxas, que incluem o indesejado YQ. Esse é um problema que pode ser contornado, como Ana mostrou brilhantemente no tutorial que publicamos essa semana, “como emitir passagens da Virgin Atlantic com pontos LATAM Pass“.


Como fazer essa emissão?

  • Encontrando disponibilidade

O LATAM Pass não mostra mais os resgates com parceiros, usando a tabela fixa, online. Os voos mostrados no site são apenas com tarifa comercial, em regra caríssimos.

A opção é pesquisar pelo site da própria Virgin Atlantic. As vagas award têm precificação diferente conforme as datas se enquadrem como “Season” ou “Peak Season”, em que são cobradas 57.500 e 67.500 milhas, respectivamente. Acaso encontre essas tarifas, saberá que há vaga award. Basta contatar o LATAM Pass via whatsApp, como mostramos no tutorial  que comentamos no tópico anterior, e prosseguir para o resgate.

Acaso opte por escolher outra cidade europeia como destino final, recorde que o LATAM Pass não permite resgate em cabines mistas, então escolha uma data que ambos os voos estejam disponíveis na mesma cabine.

  • Realizando a emissão

Realizada a pesquisa e encontrado o resultado, basta contatar o LATAM Pass para realizar o resgate. Como mencionamos, fortemente sugerimos utilizar o whatsApp, como se vê dos prints detalhados que Ana Jéssica mostrou no tutorial:

Imagem da conversa de Ana com a LATAM. Precificação diferente porque a rota tratada era EUA-Europa.


Como otimizar essa emissão?

Embora essa seja uma emissão em que se usa uma quantidade bastante razoável de milhas/pontos para voar entre África do Sul e Europa, encontrar mecanismos de gerar esses pontos a baixo custo é fundamental para tornar o resgate ainda mais atrativo, sobretudo no cenário atual, em que o programa da LATAM tem jogado duro no quesito “bônus em transferência de parceiros bancários”.

  • Compra de pontos LATAM Pass com desconto

O que de fato torna essa emissão interessante, é a compra e/ou geração dos pontos LATAM Pass com descontos consideráveis em relação ao valor padrão de R$70 o milheiro.

Embora com menor frequência que no passado, ainda temos visto algumas promoções na compra de pontos, que podem chegar até 65% de desconto. Nesse cenário, o CPM reduz para R$24,50.

Com este valor, o custo do bilhete fica muito bom, já que, para comprar esses 90 mil pontos LATAM Pass, vai desembolsar R$2.205, o que é mais barato que uma passagem em classe econômica para o trecho, sem dúvida.

  • Diferença para a tarifa comercial

Quando comparamos o custo desse bilhete award, com o valor da passagem pagante, podemos constatar quão vantajoso é esse Resgate de Primeira:

Como se vê, a passagem pagante custa cerca de 5,5 mil reais (somando-se tarifa + YQ, que não se consegue excluir, extrajudicialmente, no bilhete comercial). O custo em pontos, portanto, representa mais de 50% de economia!


Quais companhias posso voar?

Além da Virgin Atlantic, outro parceiro que opera a rota sem passar numa terceira região, é a British Airways. Apesar disso, optaria pela Virgin, havendo disponibilidade para a data de interesse.


Fatores a considerar

  • Emissão exclusivamente via Call-Center/whatsApp: Embora esse seja um dos melhores sweetspots do LATAM Pass, esteja ciente de que o programa não permite emitir parceiros, utilizando a tabela fixa, pelo próprio site, como ocorria no passado. Atualmente, o site sequer mostra tais disponibilidades. Espere realizar a emissão via call center e/ou whatsApp;
  • Soma de trechos em resgates que envolvam terceira região: A entrada da Virgin Atlantic no portfólio de parceiros LATAM Pass foi uma notícia muito positiva, uma vez que a companhia voa direto para muitos destinos que a maioria dos outros parceiros precisaria passar por terceira região, encarecendo o resgate. Na rota mostrada, por exemplo, a Qatar Airways opera regularmente, mas conecta em Doha, o que aumenta o resgate em mais 66 mil pontos, já que é feita a soma das regiões de trânsito;
  • Boa disponibilidade entre Londres e Joanesburgo: Embora tenhamos achado vagas eventuais na rota de/para Cape Town, a rota para Joanesburgo está mostrando ampla disponibilidade. Acaso a rota Europa-África do Sul esteja nos seus planos de viagem, considere essa boa opção do LATAM Pass;

Comentário

Esse é mais um bom exemplo das dezenas de boas oportunidades de emissões que temos a explorar no nosso microcosmos de milhas e pontos, como falamos no post inicial dessa série semanal.

Nessa matéria, trouxemos uma boa oportunidade de uso das milhas do programa LATAM Pass para voar na excelente Classe Executiva da britânica Virgin Atlantic, uma companhia premium com a qual, na prática, não tínhamos muitas opções razoáveis de voar, usando milhas e pontos dos nossos programas nacionais. Esse, sem dúvida, é um dos melhores resgates do LATAM Pass.

E você, pretende assegurar esse ou outro bom uso dos seus pontos LATAM Pass?

*Atualizado em 29/07/2023.


confira alguns resgates publicados:

Clube Smiles
Clube SmilesReceba até 70 mil milhas na hora + benefícios exclusivos para viajar!
Alertas de Executiva e Primeira Classe
Alertas de Executiva e Primeira ClasseFaça parte do nosso novo grupo no WhatsApp!
Clube Livelo
Clube LiveloAssine o Clube Classic e ganhe 2.000 pontos em 10 parcelas de 200 pontos
Clube LATAM Pass
Clube LATAM PassReceba 1.000 pontos por mês + até 10% de bônus em parceiros
Seguro Viagem
Seguro ViagemAté 69% de desconto na contratação do seu seguro viagem!
Ver todos os cupons

Baixe o app do Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de programas de fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, voos e salas VIP, hotéis e lazer, cartão de crédito e promoções.