fbpx

Resgates de Primeira – Passagem em Classe Executiva de Amsterdã para Montreal com milhas Flying Blue

Programas de fidelidade Resgates de Primeira

Por Raimundo Junior

Como você vem acompanhando ao longo desse ano, nesta fase da série Resgates de Primeira, estamos mostrando voos que tragam alguma característica especial, quer de preço, cabine ou rota diferenciada, que mereça o nosso registro. No resgate de hoje, vamos mostrar mais uma vez, uma boa opção para tirar proveito da campanha Promo Rewards, que o programa da Air France France/KLM realiza mensalmente. Por isso, o que temos no cardápio hoje é: Resgates de Primeira – Passagem em Classe Executiva de Amsterdã para Montreal, com milhas Flying Blue.

pular para…

  1. O Resgate de Primeira
  2. Quanto custa essa emissão?
  3. Como fazer essa emissão?
  4. Como otimizar essa emissão?
  5. Quais companhias posso voar?
  6. Fatores a considerar
  7. Comentário

O Resgate de Primeira

Rota: Amsterdã – Montreal
Programa: Flying Blue(Air France/KLM)

Para quem não vem acompanhando, nas primeiras duas fases da série Resgates de Primeira, mostramos ótimos resgates para voar em Classe Executiva para todos os continentes. Na terceira fase, mostramos Resgates de Primeira para voar em Primeira Classe, item cada da vez mais raro no mundo da aviação, especialmente para viajar utilizando milhas e pontos.

Nessa última, voltamos a mostrar viagens que apresentem custo x benefício acima da média, independentemente da cabine – preferencialmente premium -, ou tenha alguma característica especial. Por isso, hoje aproveitamos para mostrar uma viagem de Amsterdã para Montreal, voando na boa Classe Executiva da KLM, tirando proveito da promoção mensal de dezembro do Flying Blue, que incluiu Montreal dentre as rotas longas para emissão com desconto.

Na data pesquisada, a KLM opera apenas um voo direto na rota, com aeronave cuja Classe Executiva tem layout 2-2-2, que não é o ideal, é preciso dizer. Vale ressaltar, entretanto, o reconhecido bom serviço da Classe Executiva da KLM.

Esse é um dos bons resgates do Flying Blue e, no quadro atual, o menor número absoluto de milhas para voar entre Europa e América do Norte em Classe Executiva. Vale lembrar que mostramos aqui no Passageiro de Primeira, no início do ano, um análise completa sobre o Membership Rewards do Amex do Santander. Destacamos, sobretudo, o programa Flying Blue, especialmente a taxa de conversão de 1:1, como um grande diferencial do programa, à época.

Como demonstra nosso resgate de hoje, na promoção vigente esse mês, é possível voar entre a Europa América do Norte, por inacreditáveis 27.500 milhas, em Classe Executiva, o que é excepcional. Além disso, é uma oportunidade ímpar de voar na distinta KLM Business, já que o programa nacional que emite (Smiles), quando mostra disponibilidade para resgate em Classe Executiva, cobra preço altíssimo, o que torna nosso resgate ainda mais interessante.

Lounges em Amsterdã (AMS)

E como nossa viagem parte de Amsterdã, permite acessar os bons lounges da empresa holandesa no seu quartel-general, inclusive o KLM Crown Lounge, em Amsterdã Schiphol.

  • Sala VIP KLM Crown Lounge, em Amsterdã Schiphol

Quanto custa essa emissão?

Embora não haja uma tabela expressa de resgate, inclusive havendo grande variação, a depender do dia e do voo, o Flying Blue tem uma tarifa base de 55 mil milhas para os voos entre Europa e América do Norte.

Esse mês, os voos com destinos a Montreal, além de outras cidades do Canadá, Estados Unidos e México, entraram na promoção em que são concedidos entre 25% e 50% de desconto nesses resgates, o que resulta no valor imbatível, especialmente quando a cidade escolhida é Montreal, que foi agraciada com o maior desconto (50%), fazendo com que o custo fique em excelentes 27.500 milhas por trecho, para o voo na boa Classe Executiva da KLM.


Como fazer essa emissão?

  • Encontrando disponibilidade

O Flying Blue permite resgatar online, não apenas os voos próprios, mas de todos os parceiros, quer SkyTeam, quer bilaterais. Caso necessite de resgates mais elaborados, ou haja algum bug para finalizar a emissão, é possível pesquisar no site e realizar o resgate através do call-center.

  • Realizando a emissão

Realizada a pesquisa e encontrado o resultado, basta selecionar o voo, preencher os dados do passageiro e conferir os detalhes do resgate. Feito isso, o último passo é apenas preencher os dados de pagamento e finalizar o resgate. Simples, intuitivo e rápido.

Destaque para a boa disponibilidade de vagas para o voo, na data da pesquisa, feita nesta madrugada.


Como otimizar essa emissão?

Desde que a MR dos AMEX-Bradesco, foi transferido para a Livelo, ficamos com opção limitada para gerar milhas Flying Blue, já que o outro parceiro nacional, Livelo, tem taxa de 2:1, o que gera custos elevados para os regates.

Por isso a inclusão do programa no novo Membership Rewards dos AMEX-Santander, com a taxa 1:1, é motivo para comemorar.

Pontuação regular

Como já mostramos aqui no PP, os cartões de crédito American Express emitidos pelo Santander estão pontuando 1,2 por dólar na versão Gold e 2,2 pontos por dólar, na versão The Platinum Card. Vamos levar em conta a pontuação do TPC, de 2,2 pontos por dólar.

Considerando o aumento recente nas taxas cobradas pelos aplicativos e carteiras digitais para o pagamento de boleto – para 3,99%, em média – tivemos um sensível aumento do custo de geração de minhas e pontos por esse canal. Apesar disso, para gerar essas 27,5 mil milhas no MR, que poderiam se transformar em 27,5 mil milhas Flying Blue, teríamos um custo aproximado de R$ 2743,00 (considerando a pontuação regular do cartão, de 2,2 pontos por dólar, com câmbio de referência a R$ 5,5,00 – câmbio oficial do fechamento de 18/03 + 6% de spread). Evidente que com uso massivo e paciência, pode-se gerar esse montante sem custo adicional.

Outro caminho é enviar Livelo, cujo CPM tem ficado na média de R$ 35. Mesmo com o deságio (2:1), ainda teríamos um CPM bem menor para as milhas Flying Blue, de R$ 70. Nessa modalidade, o valor total das 27.500 milhas, ficaria em R$ 1925.

  • Diferença para a tarifa comercial

Quando comparamos o custo desse bilhete award, com o valor da passagem pagante, podemos o bom desconto do nosso Resgate de Primeira:

Como se vê, a passagem pagante custa elevados 21,8 mil reais, fora taxas, inclusive de combustível. O custo de geração das milhas é incomparável, ainda que se leve em conta que pode haver redução proporcional de custo do bilhete pagante, caso se opte pela emissão round-trip.


Quais companhias posso voar?

Além da KLM, a promoção está mostrando, em alguns datas, voos com a Air France, conectando em Paris. Ambas as companhias, Air France ou KLM, são ótimas opções para o resgate. Deixamos a escolha a seu critério.


Fatores a considerar

  • Precificação dinâmica: embora tenhamos encontrado várias datas com essa tarifa-base, principalmente para voos com a Air France, esteja ciente de que nem sempre essas tarifas mais baixas estão disponíveis;
  • Tarifa promocional do mês: esteja ciência de que a a tarifa base para o trecho é de 55 mil milhas Flying Blue, somente sendo possível esse resgate por 27.500, porque o destino Montreal foi contemplado com o desconto máximo de 50%, na campanha de resgate promocional que o programa faz mensalmente. Caso tenha esse resgate em mente, é hora de aproveitar;
  • Incremento de opções para o viajante brasileiro: apesar de compartilhar da mesma opinião da maioria dos leitores, de que esperava mais e melhores parceiros aéreos no Merbership Rewards do AMEX-Santander, é inegável que a adição do KrisFlyer, Flying Blue, Delta SkyMiles, Marriot Bonvoy e Hilton Honors, aumenta o leque de opções do usuário brasileiro, o que é algo a comemorar. Não desconhecemos que o Flying Blue também é parceiro Livelo, mas lembre que lá a taxa de conversão é de 2:1.

Comentário

Esse é mais um bom exemplo das dezenas de boas oportunidades de emissões que temos a explorar no nosso microcosmos de milhas e pontos, como falamos no post inicial dessa série semanal.

Nessa matéria, trouxemos uma boa oportunidade de uso das milhas do programa Flying Blue, do grupo Air France/KLM, parceiro do novo Membership Rewards do AMEX-Santander, para voar na consistente Classe Executiva da holanda KLM, uma companhia sólida e prestigiada no mercado internacional, com a qual, na prática, não tínhamos opções razoáveis de voar, usando milhas e pontos dos nossos programas nacionais.

Esse, sem dúvida, é mais um dos bons resgates do nosso universo de milhas e pontos.

E você, já conseguiu aproveitar essa excelente emissão do Flying Blue?


confira os últimos resgates publicados:

Supermercado
Supermercado
Até R$ 200 de desconto na primeira compra e 10% de cashback nas próximas!
Hotéis
Hotéis
5% de desconto + selos no Rewards em estadias até 31 de março de 2024!
Clube 1.000
Clube 1.000
Receba 1.000 milhas por mês + 7.000 milhas bônus na hora!
Seguro Viagem
Seguro Viagem
20% de desconto na contratação do seu seguro viagem!
Gerencie suas Milhas
Gerencie suas Milhas
6 meses grátis do AwardWallet Plus para novos usuários!
Ver todos os cupons

Baixe o app do Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de programas de fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, voos e salas VIP, hotéis e lazer, cartão de crédito e promoções.