fbpx

Resgates de Primeira – Passagem de São Paulo para Nova York com pontos LATAM Pass

Programas de fidelidade Resgates de Primeira

Por Raimundo Junior

Como você viu aqui recentemente, o governo americano anunciou que os Estados Unidos voltarão a receber turistas brasileiros a partir do início de novembro. Por isso, aproveitaremos para mostrar um resgate numa das raras disponibilidades ainda restantes para voar na Classe Executiva da Delta, usando pontos de um programa nacional. Com isso, o que temos no cardápio hoje é: Resgates de Primeira – Passagem de São Paulo para Nova York, na Classe Executiva da Delta Air Lines, com pontos LATAM Pass.

Como temos visto pelos comentários de amigos e leitores, após o anúncio, os preços de passagens pagantes para os Estados Unidos dispararam, e ficaram raras as disponibilidades para resgate de bilhetes-prêmio, usando milhas e pontos.

Por essa razão, “garimpamos” essa oportunidade de resgate pelo LATAM Pass, voando na boa Classe Executiva da Delta, tirando proveito do valor razoável que é cobrado na tabela fixa, para voar com parceiros.

Além disso, é uma boa oportunidade de usar com segurança seus pontos LATAM Pass, antes da entrada em vigor das novas regras, já que a partir do próximo dia 20/10, estarão implantadas as mudanças que foram anunciadas pelo programa.

Embora o valor cobrado pelo LATAM Pass não seja o mais baixo para voar em Classe Executiva entre Brasil e América do Norte com parceiros, é bastante razoável, como dissemos acima, e é a melhor alternativa para este momento de possível reabertura, tendo em vista que os resgates mais baratos que temos em outros programas, já estão esgotados.

pular para…

  1. O Resgate de Primeira
  2. Quanto custa essa emissão?
  3. Como fazer essa emissão?
  4. Como otimizar essa emissão?
  5. Quais companhias posso voar?
  6. Fatores a considerar
  7. Comentário

O Resgate de Primeira

Rota: São Paulo – Atlanta – Nova York
Programa: LATAM Pass

Para quem não vem acompanhando, nas primeiras duas fases da série Resgates de Primeira, mostramos ótimos resgates para voar em Classe Executiva para todos os continentes. Na terceira fase, mostramos Resgates de Primeira para voar em Primeira Classe, item cada da vez mais raro no mundo da aviação, especialmente para viajar utilizando milhas e pontos.

Nessa última, voltamos a mostrar o resgate de viagens em Classe Executiva que apresentem custo x benefício acima da média, ou tenha alguma característica especial. Por isso, hoje aproveitamos para mostrar uma viagem de São Paulo para Nova York , voando na Classe Executiva da Delta, em função da anunciada reabertura.

Grande parte dos nossos leitores possuem pontos no LATAM Pass, ou dispõe de maneiras fáceis para acumular tais pontos, inclusive nas muitas promoções de transferências bonificadas de parceiros financeiros, a exemplo do Bumerangue Livelo – LATAM que foi realizado em setembro passado.

Assim, vamos aproveitar para mostrar mais uma das boas emissões do programa, que é ótima alternativa de ligação entre Brasil e America do Norte, usando pontos do programa de fidelidade da LATAM.

Partindo do Aeroporto Internacional de São Paulo – Guarulhos, com conexão no Aeroporto Internacional Hartsfield-Jackson Atlanta (ATL), na Classe Executiva da Delta, ainda vai te permitir acessar os Lounges da LATAM em GRU e Delta (Delta Sky Club) em ATL.

  • Sala VIP LATAM no T3 de GRU 

Como mostramos aqui no início do ano, desde 7 de janeiro de 2021, a LATAM reabriu o seu bom VIP Lounge no T3 do Aeroporto Internacional de Guarulhos. Para aqueles que tenham interesse em ver com detalhes a avaiação da sala, sugerimos a leitora desse excelente review feito por Fábio Vilela sobre a Sala Vip LATAM em Guarulhos.

  • Delta Sky Club

A sala VIP Delta Sky Club é elegante, ampla e confortável, além de oferecer uma excelente vista panorâmica para o pátio (valioso para os avgeeks). Veja mais detalhes no review feito por Fábio, do Delta Sky Club no Aeroporto Internacional Hartsfield-Jackson Atlanta, clicando aqui.


Quanto custa essa emissão?

Embora o programa LATAM Pass tenha promovido diversas alterações nas tabelas de resgate com parceiros, a rota Brasil – América do Norte manteve um número bastante razável de pontos para voar em Classe Executiva: 90 mil pontos LATAM Pass.

Com a saída da LATAM da aliança oneworld e a troca da parceria bilateral da América Airlines pela Delta, essa é a única parceira LATAM na região, sendo cobrados os 90 mil pontos independentemente do destino do voo na América do Norte, assim como a quatidade de trechos voados. Atente, contudo, para o fato de que se houver trechos mesclados entre LATAM e Delta, a pontuação não obedecerá a tabela fixa de parceiros, flutuando para valores muito superiores aos previstos naquela tabela.


Como fazer essa emissão?

  • Encontrando disponibilidade e fazendo a emissão

Apesar das crônicas dificudades de resgatar parceiros, o acervo de voos com a Delta é acessível on-line, tanto para pesquisa quanto para emissão. Ocasionalmente, o sistema acaba não permitindo finalizar essa emissão – até mesmo para voos próprios, em alguns casos – mas é uma questão pontual e pode ser superada com a finalização via call-center.

Em regra, basta escolher origem e destino, data e número de passageiros, efetuar a consulta e seguir para preenchimento dos dados do passageiros, dados de pagamento e fazer o resgate e emissão dos bilhetes.

São Paulo (GRU)  – Atlanta (ATL) – Nova York (LGA) | DL104 + DL526 – Classe Executiva Delta One
Data: 08/11/21

Infelizmente, a aeronave prevista para o voo é o A330-300, ainda sem retrofit. Leve em conta, entretanto, que a Delta já iniciou o retrofit da sua frota de A330 em meados deste ano, com previsão de atingir 100% de renovação dessas aeronaves em meados do próximo ano. Embora esse retrofit não signifique a implantação da versão da nova Delta One Suites com portas deslizantes, traz um belo upgrade ao produto.


Como otimizar essa emissão?

Embora essa seja uma emissão em que se usa uma quantidade bastante razoável de milhas/pontos para voar entre a América do Norte e a América do Sul, encontrar mecanismos de gerar esses pontos a baixo custo, é fundamental para tornar o resgate ainda mais atrativo.

  • Compra de pontos LATAM Pass com desconto

O que de fato torna essa emissão interessante, é a compra e/ou geração dos pontos LATAM Pass com descontos consideráveis em relação ao valor padrão de R$70 o milheiro.

A propósito, quem acompanha o Passageiro de Primeira assiduamente, sabe que nos últimos anos tem sido relativamente comum, promoções em que o programa vende pontos com até de 70% de desconto sobre o valor de tabela (R$70/milheiro), o que reduz esse valor para R$21,00/milheiro.

Com milheiro a R$21, o valor do bilhete fica excepcional, já que os custos para comprar esses 90 mil pontos LATAM Pass, passa para R$1.890, mais barato que uma passagem em classe econômica para o trecho, sem dúvida. E ainda há como gerar pontos num custo inferior, aproveitando as promoções bumerangue que têm sido realizadas com certa frequência entre Livelo e LATAM Pass.

Para que você tenha uma noção comparativa, veja o valor pago da passagem mostrada acima:

A passagem está custando incríveis R$22 mil, o que é uma brutal diferença em relação ao custo em milhas/pontos, e demonstra a altíssima procura para voos nesse período, em que se espera que já tenha havido a reabertura das fronteiras americanas, para brasileiros vacinados, sem necessidade de quarentena.

Vale lembrar que as taxas cobradas pelo LATAM Pass, são apenas as taxas aeroportuárias mostradas na pesquisa do ITA Matrix.


Quais companhias posso voar?

Conforme mencionamos, o único parceiro bilateral da LATAM nas américas, é a Delta. Com isso, a única opção de voar o trecho, utiliando da tabela entre América do Norte e América do Sul, de 90 mil pontos LATAM Pass, é a Delta. Há a alternativa, entretanto, de emitir voo próprio com a LATAM, com o inconveniente da tabela flutuante. Em raras datas, encontram-se valores menores, mas na grande maioria dos casos, os valores achados são muito superiores. No período atual, os valores cobrados estão em níveis estrastoféricos, então voar LATAM não seria uma opção razoável.

A cabine executiva da Delta, no A330-300 que está previsto para cumprir a rota, não seria retrfitado, sendo equipada com a cansada cabine antiga Delta One mostrada abaixo:

Entretanto, existe alguma chance de que a aeronave efetivamente escalada, já tenha recebido retrofit, dada a informação de que a Delta pretende retrofitar 100% da frota de A330 até meados do próximo ano. Nosso voo simulado, como visto, é para o próximo mês, então é possível que já existam algumas aeronaves do modelo com a nova cabine.


Fatores a considerar

  • Dificuldades de emissão de parceiros no LATAM Pass: Embora a Delta tenha sido um parceiro que o LP, mesmo com as mudanças, ainda permite, em tese, emitir on-line, nas últimas semanas fiz diversas tentativas e não consegui prosseguir com o resgate até o final. Leve em conta, assim, a possível necessidade de resgate via call-center. Para a Delta, entretanto, as dificuldades para resgate na central, são menores do que o que se tem para a Qatar Airways, por exemplo;
  • Valores fixos para voos com parceiros podem sumir da modalidade on-line: Um dos melhores fatores desse resgate, que é a possibilidade – ao menos em tese – de pesquisa e emissão on-line dos voos Delta, pode estar com os dias contados. Como mostramos na matéria sobre as alterações a serem implantadas no LATAM Pass a partir do próximo dia 20 deste mês, aparentemente o resgate de parceiros usando a tabela fixa ficará restrito ao call-center, sendo oferecido no site, para resgate on-line, apenas os bilhetes de interline com parceiros. Acaso isso se confirme, será um desagradável retrocesso;
  • Estados Unidos anunciou possível reabertura para início de novembro, mas ainda não há uma data devidamente estipulada: Embora o anúncio de reabertura fale em início de novembro, e diversos sites de notícias e viagens apostem no próprio dia primeiro de novembro, como marco da reabertura para os turistas que continuam barrados, como nós brasileiros, não há qualquer garantia que a abertura será exatamente nessa data. O nosso resgate está simulado para o dia 08/11/2021, então esteja ciente de que não há garantia efetiva de que as novas regras já tenham sido implantadas até essa data, o que pode inviabilizar a viagem.

Comentário

Esse é mais um bom exemplo das dezenas de boas oportunidades de emissões que temos a explorar no nosso microcosmos de milhas e pontos, como falamos no post inicial dessa série semanal.

Nessa matéria, trouxemos uma boa oportunidade de fazer um voo de quase 10h na boa Classe Executiva da Delta,  por uma quantidade razoável de pontos, num cenário em que os preços de passagens para os Estados Unidos estão em níveis muito elevados, quer em milhas e pontos, quer pagantes.

Como falamos nos posts anteriores dessa fase, acaso queira ver alguma rota/voo que tenha interesse/curiosidade, favor informar nos comentários, que poderemos tentar encaixar nas próximas publicações.

Lembre que nessa série, optamos por abordar apenas uma boa emissão por semana, mas oferecendo todas as informações que você precisa saber para tirar proveito da oportunidade, inclusive todos os pros e contras que se aplicam a essa emissão.

E você, pretende assegurar esse ou outro bom uso dos seus pontos LATAM Pass?


Confira os Resgates de Primeira publicados!

Primeira fase

Segunda fase

Terceira fase

Quarta fase

Hotéis com Desconto + Selos
Hotéis com Desconto + Selos
5% de desconto + selos no Rewards em estadias até 30 de abril de 2022!
Hotéis com Desconto
Hotéis com Desconto
8% de desconto em estadias até 31 de março de 2022!
Seguro Viagem com Desconto
Seguro Viagem com Desconto
75% de desconto no seu Seguro Viagem!
Viagem com Desconto
Viagem com Desconto
20% de desconto em passagens, hotéis, carros e pacotes!
Clube de Milhas
Clube de Milhas
Receba 1.000 milhas por mês + 7.000 milhas bônus na hora!
Compras com Desconto
Compras com Desconto
5% de desconto em itens vendidos e entregues pelo Magalu!
Ver todos os cupons

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

10 anos! O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.