fbpx

Fazendo upgrade para a executiva da TAP por 40.000 milhas o trecho – Leitor de Primeira

Leitor de Primeira Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

No quadro #LeitorDePrimeira de hoje vamos compartilhar a história do Kenneth, que utilizou suas milhas do Miles&Go para fazer um upgrade de cabine da classe econômica para a executiva em voos da TAP. A companhia cobra 40.000 mil milhas por trecho para esse tipo de upgrade. Confira o relato!


Relato de Primeira

Acumulo pontos na TAP de voos que faço e por transferência da Livelo, alguns comprados, outros adquiridos pelos voos. Como a pontuação exigida para tirar uma executiva BSB/LIS é muito alta, optei, nas últimas vezes, em adquirir a passagem na Econômica e depois fazer um upgrade usando minhas milhas, vez que para o upgrade necessito de 80.000 milhas ida e volta, o que acho mais razoável, principalmente quando se consegue “dobrar” os pontos nessas promoções da Livelo ou TAP.

Nos 3 últimos voos que fiz, ocorreram situações diferentes em cada uma delas.

No primeiro, orientado por um amigo que tem acesso ao sistema AMADEUS (acho que é esse o nome), e que me deu algumas datas onde a Executiva estaria “vazia”, ou com vários assentos disponíveis, comprei a passagem na Econômica e tentei fazer logo em seguida o upgrade com as milhas. Não deu certo. Me informaram que naquele voo não havia assento “elegível” para o upgrade. Então, sabedor de que eu poderia cancelar a minha compra em até 24 horas sem qualquer encargo, o fiz, com a TAP estornando o valor do meu cartão de crédito. Em seguida, repeti a operação, com data diferente, e aí deu certo. Consegui marcar o upgrade.

No segundo voo, comprei na Econômica, sem fazer a operação do anterior. Apenas liguei para a TAP e pedi algumas informações, dentre elas, se havia disponibilidade para a executiva para 3 ou 4 passageiros, e fui informado. Tirei o meu bilhete. Só que, infelizmente, após 3 ou 4 ligações para a TAP, sempre era informado de que “não havia disponibilidade” para o upgrade naquele voo. Uma semana antes da data do voo, tentei uma última vez, na base do “vai que….”. E não é que deu certo? Em menos de 5 minutos consegui o upgrade. As vezes é difícil entender a estratégia da TAP.

E no último voo,  comprado na semana passada, primeiro liguei para a TAP e perguntei se para o dia X haveria disponibilidade de assentos para upgrade. O atendente me disse que não. Perguntei-lhe sobre datas mais à frente, e ele me disse que o sistema só lhe permitia ver até 30 dias à frente. Assim, pedi para verificar datas 2 ou 3 dias antes da data que eu queria, e ele me deu 3 dias (seguidos) nos quais eu poderia pedir  o upgrade. Imediatamente após desligar, adquiri os bilhetes e, logo em seguida, tornei a ligar para a TAP e pedi o upgrade, que também me foi marcado em menos de 3 minutos.

Assim, cada compra acabou tendo um roteiro um pouco diferente, mas na essência foram iguais. Uma das dúvidas que me assola ao comprar a econômica com vistas a dar o upgrade é a escolha de qual tipo de tarifa da econômica escolher: a Discount, a Basic ou a Classic, já que somente a última permite a marcação do assento. A diferença fica em torno de 90 euros (por trecho). Se eu adquirir a tarifa Discount e conseguir o upgrade, ótimo. Mas se não conseguir? Não sei dizer se faz alguma diferença para a TAP te dar o upgrade se você comprou a Discount ou a Classic. Por via das dúvidas, sempre comprei a Classic, pois se o upgrade não der certo, já tenho a franquia das bagagens e marcação dos assentos já garantidos.

Por último, quero ressaltar que, em todos os contatos que tive com a TAP, o atendimento sempre foi excelente, tirando alguns minutos de espera, mas nunca acima de 8-10 minutos. E também, aproveitando o espaço, sugerir à ela que mude o layout para a marcação dos assentos na Executiva. Como eles apresentam a cabine da Executiva? Apresentam no 2x4x2, igual à da Economica. Liguei para a TAP e o atendente me informou primeiro que aquela apresentação estava correta. Imaginei então que a Boeing havia lançado um novo modelo de aeronave, bem mais gordinha na parte da Executiva, para colocarem 8 poltronas largas, etc, etc., e que o Passageiro de Primeira marcou touca em não nos informar dessa grande evolução da engenharia dos aviões. Entrei no SeatGuru e ali a configuração continuava sendo 1x2x1, como sempre. O atendente, após “consulta” a seus colegas, confirmou que a configuração era aquela.

Desisti e desliguei. Após uns dois pastéis de nata, liguei novamente e relatei a questão, para outro atendente, que de pronto “entendeu” a minha angústia e, após nova consulta aos universitários, me disse que tudo estava correto, só que a configuração era mesmo 1x2x1, e que o espaço que aparecia como um assento, na verdade seria a “bancada” da poltrona. Ou seja, na fila do meio, as duas “poltronas” externas seriam na verdade as bancadas das poltronas (mas aparecem como se poltronas fossem). Mas enfim, entenda-se lá o cartesianismo dos queridos portugueses!

Kenneth Fleming


Comentário

É uma boa forma de upgrade! Fica como dica pra você que tem passagem em econômica com a TAP e milhas sobrando no Miles&Go. Por 40k, você já consegue receber o upgrade para um dos trechos (havendo disponibilidade). Agradecemos ao Kenneth pelo didático e bem explicado relato!

Se você se interessou, clique aqui para conferir mais informações sobre o upgrade com milhas da TAP.


☞ confira relatos já publicados:

Se você quer ter sua história aqui, siga as instruções deste post.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliações de voos, salas vips, hotéis, cartões de crédito e promoções.