fbpx

Emitindo duas passagens em executiva para EUA e Canadá por R$2.754,00 cada – Leitor de Primeira

Leitor de Primeira Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

No quadro #LeitorDePrimeira de hoje vamos compartilhar a história da Roger. Aproveitando as dicas do site ele emitiu duas passagens em executiva para os EUA e Canadá utilizando milhas do programa Miles&Go, da TAP. O relato é bem completo e conta toda sua experiência desde a pesquisa de passagens, transferência de pontos e emissão! Vale a leitura!


Relato de Primeira

Olá Leitores de Primeira!

Desde que descobri o PP no Instagram venho me apaixonando pelas dicas e possibilidades de emissões de bilhetes nas classes superiores pagando bem menos que o habitual, e extraordinário, valor cobrado pelas cias aéreas. E após retornar de minha última viagem (Reino Unido e Portugal em Outubro/19) prometi para minha esposa e a mim mesmo que na nossa viagem do próximo ano iríamos de executiva. Desde então tenho estudado os tutoriais e feito simulações nos sites da United e ANA para os possíveis roteiros com intuito de lapidar mais a ideia uma vez que já tinha definido quais cidades visitar: Washington DC, Nova Iorque, Miami/Orlando/Tampa e Toronto se uma conexão longa permitisse.

Foi então que durante a Black Friday vi o post “Passagens em executiva para os EUA, Canadá ou Havaí a partir de R$1.291 (ida e volta)” e essa notícia era justamente o que eu esperava para por em prática a estratégia do “Earn and Burn”. Após ler cuidadosamente a matéria fiz os procedimentos de assinatura do Clube, compra e transferência de pontos já acumulados para o programa Miles&Go. Como eu já tinha alguns pontos espalhados entre os programas: Sempre Presente Itaú, Livelo e o próprio Miles&Go foi hora de juntar tudo em um só lugar. Transferi os pontos do Itaú para a TAP (100% bônus na transferência), fiz a assinatura do Clube Livelo 20.000 e comprei a diferença que faltava na própria Livelo com os 40% de desconto.

Vale Lembrar que fiz tudo no último dia da promoção 01/12/19, fiquei um pouco apreensivo pois qualquer demora no crédito dos pontos poderia colocar tudo a perder, seja pela assinatura do Clube Livelo (que no meu caso creditou na hora) ou nos pontos comprados (no meu caso não foi de imediato), onde precisei ligar para o atendimento da Livelo – que por sinal me surpreendeu pela presteza e educação da atendente – que agilizaram e creditaram os pontos enquanto eu ainda falava com eles pelo telefone. Resumindo, essa etapa levou 1h30 e no final todos os pontos regulares (103.000) já estavam creditados e faltava então esperar o crédito em dobro na minha conta TAP Miles&GO, o que acabou acontecendo no dia 11/12/19 totalizando 203.000.

Simulei incansavelmente várias possibilidades de vôos e como sempre acompanho os Trip Reports queria, obrigatoriamente, experimentar a Business Polaris da United e a Business do 787-9 Dreamliner da Air Canada, evitando as várias opções da Copa e Avianca. A essa altura eu já tinha meu itinerário decidido: ida GRU-IAD, volta EWR-MCO stopover MCO-YYZ-GRU. Esse roteiro me permitiu chegar em Washington DC, ir de lá para NYC de trem (bilhete já comprado com o pessoal do Instagram @voudetrem fica a dica aos leitores), na “volta” ir para Orlando e passar uns dias na Flórida, depois “subir” para Toronto onde escolhi uma conexão longa de 14h propositalmente para conhecer a cidade e só então voltar ao Brasil.

Com todos os detalhes dos vôos em mãos e uma última confirmação das disponibilidades pelo site da United liguei hoje (13/12), para a Central de Atendimento da TAP. Fui atendido por um atendente, que no começo parecia um pouco impaciente, mas que no decorrer da ligação se tornou extremamente amigável. Uma dica que daria a todos que ainda não são familiarizados com o Call Center de cias aéreas é que não tentem dizer, pelo menos de forma direta, que vocês já sabem que há disponibilidades, fale de uma forma sutil e conduza de tal modo que eles tenham o crédito por achar as opções (mesmo que você já saiba de tudo). Fomos então pesquisando e reservando um a um os itinerários, com sucesso e sem surpresas, e após 1h exata de ligação eu estava com o localizador já em mãos. Assim que desliguei o telefone entrei diretamente nos sites da United e Air Canada para marcar os assentos. Não estava conseguindo marcar os assentos no voo United porque a aeronave foi alterada de um Boing 767-300 para um 787-800. No domingo consegui marcar os assentos com sucesso, finalizando todos os preparativos.

Dos vôos

  • GRU>IAD – United Airlines . Boeing 787-800 – Polaris Business
  • EWR>MCO – United Airlines . Boeing 737-900 – Econômica
  • MCO>YYZ – Air Canada . Airbus A319 – Business
  • YYZ>GRU – Air Canada . Boeing 787-9 Dreamliner – Business

Dos custos

  • Pontos Itaú Sempre Presente: R$0,00
  • Assinatura Clube Livelo 20.000: R$799,90
  • Compra de pontos Livelo: R$2.520,00
  • Emissão 479 EUR para 2 pax: R$2.190,00
  • Total: R$5.509,90 que dividido por 2 = R$2.754,95 por pessoa.

Destaque para a salgada taxa de emissão da TAP Miles&GO, em que o que mais pesou foi a infame taxa de combustível (YQ) que por pessoa totalizou 144 EUR. Mas ainda assim o valor final por pessoa ficou mais barato que uma simples viagem de ida e volta de São Paulo a Nova Iorque nas mesmas datas em classe econômica.

Por fim, deixo aqui meu relato a todos os leitores e meu super agradecimento a toda a equipe do PP que me inspirou e me ajudou a descobrir que é possível deixar uma viagem ainda melhor pagando pouco e aproveitando muito mais. Continuarei acompanhando todas as dicas e aproveitando cada promoção e oferta para que de agora em diante eu possa viajar somente como um Passageiro de Primeira!

Roger


Comentário

Parabéns, Roger! Primeiramente por estudar nossos tutoriais e se aprimorar cada vez mais em otimizar as emissões com milhas e pontos. Destaque também por conhecer as regras de emissão do Miles&Go e aproveitar tanto o benefício do stopover (parada em um ponto de conexão) quanto do open jaw (bilhete com retorno em cidade diferente de onde chegou).

Esperamos que você tenha uma excelente viagem e que venham muitas outras boas emissões como essa pela frente! Aproveite!

Aliás, o Roger identificou uma mudança de aeronave em seu voo da United para o Boeing 787-8 na rota entre São Paulo e Washington. Até então, tínhamos a informação que o Dreamliner seria operado entre São Paulo e Chicago em 2020. Vamos buscar mais informações sobre o assunto.


☞ confira relatos já publicados:

Se você quer ter sua história aqui, siga as instruções deste post.

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.